Loading
 
 
 
Loading
 
Em entrevista, Secretário-geral da CNBB analisa a população católica no país
Loading
 
1 de Fevereiro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Redação (Quarta-feira, 01-02-2017, Gaudium Press) Em uma pesquisa realizada nesses últimos tempos, o Instituto Datafolha constatou que até este ano, 50% da população brasileira se autodeclarava católica. A margem de erro deste levantamento é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Em entrevista, Secretário-geral da CNBB analisa a população católica no país.jpg

Esses números ainda evidenciaram um outro fator: a quantidade de pessoas que declaram não ter religião mais que dobrou, passando de 6% para 14%.

A pesquisa, feita por telefone com perguntas não divulgadas à público, ouviu cerca de 3 mil brasileiros maiores de 16 anos que foram selecionados por sorteio aleatório em amostragem representativa da população. O levantamento foi feito em 174 municípios.

Embora a pesquisa aponte esses resultados, o Secretário-geral da CNBB, Dom Leonardo Steiner, bispo auxiliar de Brasília, acredita que a Igreja não deve se preocupar exclusivamente com a questão dos números, uma vez que o mais importante é manter o foco no modo de evangelizar.

"O que preocupa não é a diminuição de números. O que tem preocupado a Conferência nos últimos oito anos é a necessidade de nós vermos o nosso modo de evangelização. Nossa Igreja é muito mais missionária hoje, os leigos estão muito mais engajados (...) É uma alegria ver como os leigos participam hoje ativamente da evangelização, indo de casa em casa, senso testemunhas; os jovens hoje saindo muito mais que no passado, encontrando o povo de rua, buscando outras realidades aonde levar apoio (...)", destacou.

Um outro fator positivo listado por Dom Steiner, entrevistado pela Rádio Vaticano, é o aumento do número de adultos que vem buscando a Igreja Católica. A exemplo disso, Brasília registrou um dado interessante: mais de 30 adultos foram crismados. Desse número, mais da metade recebeu pela primeira vez a Eucaristia.

Ainda na entrevista, o Secretário-geral da CNBB não escondeu sua preocupação quanto aos fiéis que peregrinam por "igrejas" que não são consideradas templos de Deus pelo fato de não terem uma vida comunitária e espaços destinados ao socorro dos mais pobres.

"São Paulo tem uma expressão muito bonita que diz: ‘Nós fomos revestidos de Cristo'. É verdade, todo batizado é revestido de Cristo. Mas ele vai sendo revestido de Cristo. Nós, como Igreja, ajudamos esta pessoa a se revestir de Cristo, a se fazer Cristo", acrescentou. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações Rádio Vaticano

Loading
Em entrevista, Secretário-geral da CNBB analisa a população católica no país

Redação (Quarta-feira, 01-02-2017, Gaudium Press) Em uma pesquisa realizada nesses últimos tempos, o Instituto Datafolha constatou que até este ano, 50% da população brasileira se autodeclarava católica. A margem de erro deste levantamento é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Em entrevista, Secretário-geral da CNBB analisa a população católica no país.jpg

Esses números ainda evidenciaram um outro fator: a quantidade de pessoas que declaram não ter religião mais que dobrou, passando de 6% para 14%.

A pesquisa, feita por telefone com perguntas não divulgadas à público, ouviu cerca de 3 mil brasileiros maiores de 16 anos que foram selecionados por sorteio aleatório em amostragem representativa da população. O levantamento foi feito em 174 municípios.

Embora a pesquisa aponte esses resultados, o Secretário-geral da CNBB, Dom Leonardo Steiner, bispo auxiliar de Brasília, acredita que a Igreja não deve se preocupar exclusivamente com a questão dos números, uma vez que o mais importante é manter o foco no modo de evangelizar.

"O que preocupa não é a diminuição de números. O que tem preocupado a Conferência nos últimos oito anos é a necessidade de nós vermos o nosso modo de evangelização. Nossa Igreja é muito mais missionária hoje, os leigos estão muito mais engajados (...) É uma alegria ver como os leigos participam hoje ativamente da evangelização, indo de casa em casa, senso testemunhas; os jovens hoje saindo muito mais que no passado, encontrando o povo de rua, buscando outras realidades aonde levar apoio (...)", destacou.

Um outro fator positivo listado por Dom Steiner, entrevistado pela Rádio Vaticano, é o aumento do número de adultos que vem buscando a Igreja Católica. A exemplo disso, Brasília registrou um dado interessante: mais de 30 adultos foram crismados. Desse número, mais da metade recebeu pela primeira vez a Eucaristia.

Ainda na entrevista, o Secretário-geral da CNBB não escondeu sua preocupação quanto aos fiéis que peregrinam por "igrejas" que não são consideradas templos de Deus pelo fato de não terem uma vida comunitária e espaços destinados ao socorro dos mais pobres.

"São Paulo tem uma expressão muito bonita que diz: ‘Nós fomos revestidos de Cristo'. É verdade, todo batizado é revestido de Cristo. Mas ele vai sendo revestido de Cristo. Nós, como Igreja, ajudamos esta pessoa a se revestir de Cristo, a se fazer Cristo", acrescentou. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações Rádio Vaticano

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/85072-Em-entrevista--Secretario-geral-da-CNBB-analisa-a-populacao-catolica-no-pais-. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Segundo o purpurado, “um cristão não pode deixar de ser alegre, otimista, e ter uma concepção ...
 
Igreja indiana na linha de frente nas horas dramáticas, quando o Estado de Kerala sofre violentas c ...
 
O Encontro Mundial das Famílias será realizado entre os dias 22 a 26 de agosto na Irlanda. ...
 
O Padre Pedro Pablo Garín, Vigário da Vida Consagrada, presidiu a Missa. ...
 
Um monge sonhou com uma imagem de Nossa Senhora que estava enterrada no alto de uma montanha de dif ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading