Loading
 
 
 
Loading
 
Aberto o Ano Mariano em Maceió com missa no Santuário Virgem dos Pobres
Loading
 
2 de Fevereiro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Maceió - Alagoas (Quinta-feira, 02-02-2017, Gaudium Press) O Ano Nacional Mariano, por ocasião dos 300 anos do encontro da Imagem de Nossa Senhora Aparecida, teve início na Arquidiocese de Maceió.

Aberto o Ano Mariano em Maceió com missa no Santuário Virgem dos Pobres.jpg
Santuário será local de peregrinações durante 2017
Fotos: Carlos Roberto e Wagner Oliveira/Pascom Maceió

Na ocasião, o Arcebispo Dom Antônio Muniz presidiu a cerimônia de abertura, que teve lugar no Santuário Virgem dos Pobres, em Mangabeiras.

Logo pela madrugada, os primeiros fiéis chegaram ao local para garantir um espaço mais próximo do altar e aproveitaram para rezar diante da Imagem da Virgem Santíssima.

O Monsenhor Pedro Teixeira, pároco da Jatiúca, conduziu a oração do Santo Terço no santuário, enquanto o arcebispo seguiu em procissão com a Imagem jubilar de Nossa Senhora Aparecida.

Em sua homilia, Dom Muniz destacou a "riqueza" que é, para a Igreja no Brasil, celebrar durante um ano a Mãe Aparecida. "Tenhamos a coragem de testemunhar a nossa fé e declarar o nosso amor pela mãe de Nosso Senhor", disse. "O Papa falou recentemente que as mulheres são mais corajosas que os homens, então faço o convite para que os homens sejam contagiados com esta coragem, pois será um ano de estarmos todos juntos e atendendo ao pedido de Maria: fazei tudo o que Ele vos disser", completou.

Depois, o prelado anunciou na Santa Missa que a cerimônia também abriu a Porta Santa do Ano Mariano que é no próprio santuário e convocou todo clero e leigos para promoverem peregrinações ao longo de 2017. "Peço que qualquer consagração a Nossa Senhora seja realizada neste lugar, pois é ele que vai ser para todos nós a Casa da Mãe durante este período tão bonito para a Igreja", solicitou o arcebispo. "Estejam em comunhão com o arcebispo e com a Igreja: repito que, principalmente, os movimentos e grupos marianos e as paróquias que têm Nossa Senhora como patrona que não deixem de vir aqui".

Dom Antônio ainda declarou que, recentemente, esteve pessoalmente com o Santo Padre, no Vaticano, e que os fiéis alagoanos haviam recebido uma benção especial concedida pelo próprio Santo Padre.

"A bênção é para todos os que estiverem unidos em oração neste dia especial", lembrou. Ele também anunciou que, em breve, o presidente do Pontifício Conselho Justiça e Paz, Cardeal Peter Turkson, realizará uma visita aos fiéis alagoanos.

No final da cerimônia, ao rezar com os fiéis a consagração a Nossa Senhora, o arcebispo proferiu a seguinte mensagem:

"O Filho de Maria veio para quebrar todas as correntes e não vou permitir que nossos jovens da Arquidiocese de Maceió sejam acorrentados. Falo isso para que todos os padres estejam cientes e orientem os fiéis a permanecerem em comunhão com a Igreja".

Após a oração e a bênção final, o purpurado conduziu, ao lado do vigário geral, Monsenhor José Augusto, e do ecônomo, Cônego João Neto, o descerramento da placa que registra a dedicação do santuário "à piedade e devoção dos fiéis". (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações Arquidiocese de Maceió

Loading
Aberto o Ano Mariano em Maceió com missa no Santuário Virgem dos Pobres

Maceió - Alagoas (Quinta-feira, 02-02-2017, Gaudium Press) O Ano Nacional Mariano, por ocasião dos 300 anos do encontro da Imagem de Nossa Senhora Aparecida, teve início na Arquidiocese de Maceió.

Aberto o Ano Mariano em Maceió com missa no Santuário Virgem dos Pobres.jpg
Santuário será local de peregrinações durante 2017
Fotos: Carlos Roberto e Wagner Oliveira/Pascom Maceió

Na ocasião, o Arcebispo Dom Antônio Muniz presidiu a cerimônia de abertura, que teve lugar no Santuário Virgem dos Pobres, em Mangabeiras.

Logo pela madrugada, os primeiros fiéis chegaram ao local para garantir um espaço mais próximo do altar e aproveitaram para rezar diante da Imagem da Virgem Santíssima.

O Monsenhor Pedro Teixeira, pároco da Jatiúca, conduziu a oração do Santo Terço no santuário, enquanto o arcebispo seguiu em procissão com a Imagem jubilar de Nossa Senhora Aparecida.

Em sua homilia, Dom Muniz destacou a "riqueza" que é, para a Igreja no Brasil, celebrar durante um ano a Mãe Aparecida. "Tenhamos a coragem de testemunhar a nossa fé e declarar o nosso amor pela mãe de Nosso Senhor", disse. "O Papa falou recentemente que as mulheres são mais corajosas que os homens, então faço o convite para que os homens sejam contagiados com esta coragem, pois será um ano de estarmos todos juntos e atendendo ao pedido de Maria: fazei tudo o que Ele vos disser", completou.

Depois, o prelado anunciou na Santa Missa que a cerimônia também abriu a Porta Santa do Ano Mariano que é no próprio santuário e convocou todo clero e leigos para promoverem peregrinações ao longo de 2017. "Peço que qualquer consagração a Nossa Senhora seja realizada neste lugar, pois é ele que vai ser para todos nós a Casa da Mãe durante este período tão bonito para a Igreja", solicitou o arcebispo. "Estejam em comunhão com o arcebispo e com a Igreja: repito que, principalmente, os movimentos e grupos marianos e as paróquias que têm Nossa Senhora como patrona que não deixem de vir aqui".

Dom Antônio ainda declarou que, recentemente, esteve pessoalmente com o Santo Padre, no Vaticano, e que os fiéis alagoanos haviam recebido uma benção especial concedida pelo próprio Santo Padre.

"A bênção é para todos os que estiverem unidos em oração neste dia especial", lembrou. Ele também anunciou que, em breve, o presidente do Pontifício Conselho Justiça e Paz, Cardeal Peter Turkson, realizará uma visita aos fiéis alagoanos.

No final da cerimônia, ao rezar com os fiéis a consagração a Nossa Senhora, o arcebispo proferiu a seguinte mensagem:

"O Filho de Maria veio para quebrar todas as correntes e não vou permitir que nossos jovens da Arquidiocese de Maceió sejam acorrentados. Falo isso para que todos os padres estejam cientes e orientem os fiéis a permanecerem em comunhão com a Igreja".

Após a oração e a bênção final, o purpurado conduziu, ao lado do vigário geral, Monsenhor José Augusto, e do ecônomo, Cônego João Neto, o descerramento da placa que registra a dedicação do santuário "à piedade e devoção dos fiéis". (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações Arquidiocese de Maceió

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/85091-Aberto-o-Ano-Mariano-em-Maceio-com-missa-no-Santuario-Virgem-dos-Pobres. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Segundo o purpurado, “um cristão não pode deixar de ser alegre, otimista, e ter uma concepção ...
 
Igreja indiana na linha de frente nas horas dramáticas, quando o Estado de Kerala sofre violentas c ...
 
O Encontro Mundial das Famílias será realizado entre os dias 22 a 26 de agosto na Irlanda. ...
 
O Padre Pedro Pablo Garín, Vigário da Vida Consagrada, presidiu a Missa. ...
 
Um monge sonhou com uma imagem de Nossa Senhora que estava enterrada no alto de uma montanha de dif ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading