Loading
 
 
 
Loading
 
Museu do Prado acolhe exposição sobre a Imaculada Conceição
Loading
 
2 de Fevereiro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Espanha - Madri (Quinta-feira, 02-02-2017, Gaudium Press) O Museu do Prado, localizado em Madri (Espanha), preparou uma exposição temporal que apresenta preciosas obras sobre a Imaculada Conceição. Intitulada como "Imaculadas", a exposição vai até o dia 19 de fevereiro e reúne obras mestras de vários artistas espanhóis do Século de Ouro que representaram a incalculável beleza da Imaculada Conceição entre as décadas de 1630 e 1680.

Museu do Prado acolhe exposição sobre a Imaculada Conceição.jpg
As obras mostram como o tema da Imaculada Conceição foi importante para a época, além de refletir duas vertentes artísticas do momento: "a que sublinha a intimidade, o recolhimento e a concentração, e a que apresenta fórmulas barrocas mediante composições dinâmicas e coloristas", como se expõem no museu madrilenho.

O Chefe de Departamentos de Pintura Espanhola até 1700 do Museu do Prado, Javier Portús, explicou que o tema da Imaculada Conceição tem uma relação direta com a pintura espanhola, já que muito antes de que na Igreja Católica se definisse o Dogma da Imaculada Conceição em meados do século XIX, este já estava presente no país Europeu. "No entanto, na Espanha funcionava como uma espécie de dogma de Fé particular desde meados do século XVI. De fato, para pertencer a numerosas instituições, a colégios profissionais, a conselhos, etc, era imprescindível jurar defender a Imaculada Conceição. Isso produziu duas consequências: por um lado, numerosos pintores e escultores espanhóis se aproximaram do tema, e em segundo lugar, na representação deste tema em geral alcançaram cotas de qualidade e de originalidade muito amplas em consonância com a expectativa que criava todo o assunto concepcionista da sociedade espanhola", explicou.

Destacam-se entre as obras duas Imaculadas de Francisco de Zurbarán, as quais se acrescentou outra do mesmo autor que já pertencia ao museu desde 1956. Este artista é considerado um dos maiores pintores Imaculistas do século XVII.

Um estilo mais barroco pode ser apreciado com a Imaculada de Mateo Cerezo, pintada em 1660, onde seu autor "oferece uma fórmula muito expansiva a partir do ponto de vista narrativo e do ponto de vista compositivo e uma fórmula também muito mais colorida que as anteriores, com uma gama cromática bastante ampla, que aponta para uma direção decididamente barroca".

Destacam-se também as Imaculadas de Juan de Valdés Leal, óleo que data de 1682, e a obra de Francisco de Herrera el Mozo de 1670, que mostra uma emotividade pouco habitual para a época. (EPC)

Loading
Museu do Prado acolhe exposição sobre a Imaculada Conceição

Espanha - Madri (Quinta-feira, 02-02-2017, Gaudium Press) O Museu do Prado, localizado em Madri (Espanha), preparou uma exposição temporal que apresenta preciosas obras sobre a Imaculada Conceição. Intitulada como "Imaculadas", a exposição vai até o dia 19 de fevereiro e reúne obras mestras de vários artistas espanhóis do Século de Ouro que representaram a incalculável beleza da Imaculada Conceição entre as décadas de 1630 e 1680.

Museu do Prado acolhe exposição sobre a Imaculada Conceição.jpg
As obras mostram como o tema da Imaculada Conceição foi importante para a época, além de refletir duas vertentes artísticas do momento: "a que sublinha a intimidade, o recolhimento e a concentração, e a que apresenta fórmulas barrocas mediante composições dinâmicas e coloristas", como se expõem no museu madrilenho.

O Chefe de Departamentos de Pintura Espanhola até 1700 do Museu do Prado, Javier Portús, explicou que o tema da Imaculada Conceição tem uma relação direta com a pintura espanhola, já que muito antes de que na Igreja Católica se definisse o Dogma da Imaculada Conceição em meados do século XIX, este já estava presente no país Europeu. "No entanto, na Espanha funcionava como uma espécie de dogma de Fé particular desde meados do século XVI. De fato, para pertencer a numerosas instituições, a colégios profissionais, a conselhos, etc, era imprescindível jurar defender a Imaculada Conceição. Isso produziu duas consequências: por um lado, numerosos pintores e escultores espanhóis se aproximaram do tema, e em segundo lugar, na representação deste tema em geral alcançaram cotas de qualidade e de originalidade muito amplas em consonância com a expectativa que criava todo o assunto concepcionista da sociedade espanhola", explicou.

Destacam-se entre as obras duas Imaculadas de Francisco de Zurbarán, as quais se acrescentou outra do mesmo autor que já pertencia ao museu desde 1956. Este artista é considerado um dos maiores pintores Imaculistas do século XVII.

Um estilo mais barroco pode ser apreciado com a Imaculada de Mateo Cerezo, pintada em 1660, onde seu autor "oferece uma fórmula muito expansiva a partir do ponto de vista narrativo e do ponto de vista compositivo e uma fórmula também muito mais colorida que as anteriores, com uma gama cromática bastante ampla, que aponta para uma direção decididamente barroca".

Destacam-se também as Imaculadas de Juan de Valdés Leal, óleo que data de 1682, e a obra de Francisco de Herrera el Mozo de 1670, que mostra uma emotividade pouco habitual para a época. (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/85105-Museu-do-Prado-acolhe-exposicao-sobre-a-Imaculada-Conceicao. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Junto com a peça os visitantes podem assistir a um vídeo com os testemunhos das pessoas que partic ...
 
“A mensagem de Fátima continua a desafiar a uma atitude de oferta da própria vida a Deus e aos ...
 
As celebrações seguiram o lema: “Com Lourenço servidor, do povo protetor, escutamos e anunciamo ...
 
Bispos da Igreja Caldeia Católica apelaram para o fim da guerra na Síria e em todo o Médio Orient ...
 
“A lei que penaliza o aborto provocado está a serviço de um valor altíssimo, que é a vida do n ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading