Loading
 
 
 
Loading
 
Devotos do Piauí celebram a memória de Nossa Senhora de Lourdes na Gruta da Betânia
Loading
 
13 de Fevereiro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Teresina - Piauí (Segunda-feira, 13-02-2017, Gaudium Press) Os fiéis piauienses celebraram a memória de Nossa Senhora de Lourdes rendendo diversas homenagens. Mais precisamente, os devotos das comunidades católicas das cidades de Lagoa do Piauí e Monsenhor Gil, ambas localizadas na microrregião de Teresina, dirigiram-se até a Gruta da Betânia, ponto de encontro religioso localizado nas margens da BR-316 que é considerado por muitos um lugar propício para louvar e venerar a Virgem Maria.

Devotos do Piauí celebram a memória de Nossa Senhora de Lourdes na Gruta da Betânia.JPG

Na ocasião, a festa reuniu romeiros, devotos e turistas que se uniram em oração a fim de terem suas enfermidades curadas por Nossa Senhora.

De acordo com o Padre Wanderley de Moraes, que há dois anos é o pároco da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, a Gruta da Betânia "é uma expressão de louvor e oração. É mais que um ponto turístico religioso do nosso Estado, ela representa a fé inabalável do povo piauiense que credita a Nossa Senhora as bênçãos e milagres".

Construída em 1948, a gruta teve sua história iniciada antes, na Segunda Guerra Mundial, quando o Frei Italiano Vittorino prometeu que, caso sobrevivesse aos conflitos, construiria um templo para agradecer a Deus.

Frei Vittorino escapou com vida e logo após o fim da guerra, foi enviado, como padre, ao Brasil, especificamente para o município de Lagoa do Piauí.

Naquela época, o sacerdote foi recebido pela proprietária da fazenda Betânia, local no qual foi erguida a Gruta.

Então, durante esse encontro, o então presbítero contou sua promessa e o receio de não conseguir cumpri-la por não possuir condições financeiras. Logo, Dona Meli ofereceu parte de sua fazenda para abrigar o templo e reuniu moradores da região para que o ajudassem com o que tivessem.

Então, a gruta foi erguida através das mãos dos moradores. Os santos que lá se encontram foram construídos pelo próprio Frei, que também era arquiteto.

No próximo dia 18 de fevereiro, a Gruta da Betânia completa seu 75º aniversário de existência como um símbolo da fé dos piauienses. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações Arquidiocese de Teresina

Loading
Devotos do Piauí celebram a memória de Nossa Senhora de Lourdes na Gruta da Betânia

Teresina - Piauí (Segunda-feira, 13-02-2017, Gaudium Press) Os fiéis piauienses celebraram a memória de Nossa Senhora de Lourdes rendendo diversas homenagens. Mais precisamente, os devotos das comunidades católicas das cidades de Lagoa do Piauí e Monsenhor Gil, ambas localizadas na microrregião de Teresina, dirigiram-se até a Gruta da Betânia, ponto de encontro religioso localizado nas margens da BR-316 que é considerado por muitos um lugar propício para louvar e venerar a Virgem Maria.

Devotos do Piauí celebram a memória de Nossa Senhora de Lourdes na Gruta da Betânia.JPG

Na ocasião, a festa reuniu romeiros, devotos e turistas que se uniram em oração a fim de terem suas enfermidades curadas por Nossa Senhora.

De acordo com o Padre Wanderley de Moraes, que há dois anos é o pároco da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, a Gruta da Betânia "é uma expressão de louvor e oração. É mais que um ponto turístico religioso do nosso Estado, ela representa a fé inabalável do povo piauiense que credita a Nossa Senhora as bênçãos e milagres".

Construída em 1948, a gruta teve sua história iniciada antes, na Segunda Guerra Mundial, quando o Frei Italiano Vittorino prometeu que, caso sobrevivesse aos conflitos, construiria um templo para agradecer a Deus.

Frei Vittorino escapou com vida e logo após o fim da guerra, foi enviado, como padre, ao Brasil, especificamente para o município de Lagoa do Piauí.

Naquela época, o sacerdote foi recebido pela proprietária da fazenda Betânia, local no qual foi erguida a Gruta.

Então, durante esse encontro, o então presbítero contou sua promessa e o receio de não conseguir cumpri-la por não possuir condições financeiras. Logo, Dona Meli ofereceu parte de sua fazenda para abrigar o templo e reuniu moradores da região para que o ajudassem com o que tivessem.

Então, a gruta foi erguida através das mãos dos moradores. Os santos que lá se encontram foram construídos pelo próprio Frei, que também era arquiteto.

No próximo dia 18 de fevereiro, a Gruta da Betânia completa seu 75º aniversário de existência como um símbolo da fé dos piauienses. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações Arquidiocese de Teresina

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/85290-Devotos-do-Piaui-celebram-a-memoria-de-Nossa-Senhora-de-Lourdes-na-Gruta-da-Betania. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Segundo o purpurado, “um cristão não pode deixar de ser alegre, otimista, e ter uma concepção ...
 
Igreja indiana na linha de frente nas horas dramáticas, quando o Estado de Kerala sofre violentas c ...
 
O Encontro Mundial das Famílias será realizado entre os dias 22 a 26 de agosto na Irlanda. ...
 
O Padre Pedro Pablo Garín, Vigário da Vida Consagrada, presidiu a Missa. ...
 
Um monge sonhou com uma imagem de Nossa Senhora que estava enterrada no alto de uma montanha de dif ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading