Loading
 
 
 
Loading
 
O Terço dos Homens “é uma graça divina para o Brasil”, destaca Dom Gil Antônio Moreira
Loading
 
21 de Fevereiro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Redação (Terça-feira, 21-02-2017, Gaudium Press) Cerca de 70 mil homens participaram da Romaria Nacional do Terço dos Homens ao Santuário Nacional. O feito, considerado extremamente significativo para a Igreja no Brasil, reflete o quanto o movimento vem crescendo em todo o país. O que anima as pretensões de Dom Gil Antônio Moreira, que relatou a possibilidade deste número de fiéis em atividade chegar a 1,5 milhão em todo o território brasileiro.

O Terço dos Homens é uma graça divina para o Brasil, destaca Dom Gil Antônio Moreira.JPG

Ao ser entrevistado pelo portal A12, o Arcebispo de Juiz de Fora (MG) e bispo referencial para o Terço dos Homens no Brasil lembrou o início da trajetória do Terço dos Homens em 2009, quando o movimento começou com apenas 600 homens.

"Em primeiro lugar eu acho que isso é um milagre. Se me dissessem há alguns anos atrás que isso iria acontecer eu não iria acreditar. O Terço dos homens cresce no Brasil de maneira esplendorosa, quase sem ninguém põe a mão. Um grupo vai fundando outros grupos, um homem vai chamando o outro e vai se alastrando no Brasil inteiro. Eu acompanho o movimento do Terço dos Homens já há oito anos. Eu acho que de fato isso é uma grande benção de Deus. É uma graça divina para o Brasil e para as famílias. Depois a gente vê que algumas forças ajudaram muito, como por exemplo, a Rádio, a televisão, a divulgação, principalmente pelos meios de comunicação de Aparecida. Ajuda a despertar no coração dos homens o entusiasmo pelo terço. Também o movimento Schoenstatt contribuiu muito, porque tem o Terço dos Homens como um dos seus objetivos missionários", contou.

Dom Gil acredita que "a missionariedade do próprio homem que reza o terço, que vai convidando outros, isso é a chave", e ressaltou ainda que "os últimos Papas tem incentivado muito o terço".

"Então eu sugeri ao Santuário que fizéssemos a Romaria nas proximidades da Festa da Cátedra de São Pedro. O Esforço do Santuário e dos Missionários Redentoristas é indispensável e um grande elemento que colabora com o crescimento", disse.

Para o arcebispo, "a Igreja tem sido cada vez mais em saída e cada pessoa da Igreja é um missionário" e "os homens do Terço são verdadeiros missionários".

"É uma ação que a CNBB tem de agradecer, que é feita na simplicidade, na dedicação, mas com uma profunda fé. Eu peço que eles perseverem e nunca cansem e nunca desanimem, pois Jesus lhes deu uma missão de levar a palavra dele através do amor de Maria, de levar a palavra orante ou reflexiva, o amor de Maria, para onde eles vivem".

Ao final da entrevista, Dom Gil expressou uma mensagem aos homens de fé que ainda não são participantes do Terço dos Homens:

"Aos homens que rezam o Terço, que passem para frente a alegria que eles descobriram. Eu aconselho que todo homem deve rezar o terço, porque é um instrumento de evangelização. Deus nos Evangeliza, porque é uma contemplação da vida de Cristo. Tem lugar que o terço leva muitas crianças. Acho lindo quando os país levam os filhos. Que Deus fortifique todos os homens e as famílias. Tenho observado, inclusive a volta de pessoas que haviam passado para outros segmentos religiosos e voltaram para a Igreja Católica", concluiu. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações A12

Loading
O Terço dos Homens “é uma graça divina para o Brasil”, destaca Dom Gil Antônio Moreira

Redação (Terça-feira, 21-02-2017, Gaudium Press) Cerca de 70 mil homens participaram da Romaria Nacional do Terço dos Homens ao Santuário Nacional. O feito, considerado extremamente significativo para a Igreja no Brasil, reflete o quanto o movimento vem crescendo em todo o país. O que anima as pretensões de Dom Gil Antônio Moreira, que relatou a possibilidade deste número de fiéis em atividade chegar a 1,5 milhão em todo o território brasileiro.

O Terço dos Homens é uma graça divina para o Brasil, destaca Dom Gil Antônio Moreira.JPG

Ao ser entrevistado pelo portal A12, o Arcebispo de Juiz de Fora (MG) e bispo referencial para o Terço dos Homens no Brasil lembrou o início da trajetória do Terço dos Homens em 2009, quando o movimento começou com apenas 600 homens.

"Em primeiro lugar eu acho que isso é um milagre. Se me dissessem há alguns anos atrás que isso iria acontecer eu não iria acreditar. O Terço dos homens cresce no Brasil de maneira esplendorosa, quase sem ninguém põe a mão. Um grupo vai fundando outros grupos, um homem vai chamando o outro e vai se alastrando no Brasil inteiro. Eu acompanho o movimento do Terço dos Homens já há oito anos. Eu acho que de fato isso é uma grande benção de Deus. É uma graça divina para o Brasil e para as famílias. Depois a gente vê que algumas forças ajudaram muito, como por exemplo, a Rádio, a televisão, a divulgação, principalmente pelos meios de comunicação de Aparecida. Ajuda a despertar no coração dos homens o entusiasmo pelo terço. Também o movimento Schoenstatt contribuiu muito, porque tem o Terço dos Homens como um dos seus objetivos missionários", contou.

Dom Gil acredita que "a missionariedade do próprio homem que reza o terço, que vai convidando outros, isso é a chave", e ressaltou ainda que "os últimos Papas tem incentivado muito o terço".

"Então eu sugeri ao Santuário que fizéssemos a Romaria nas proximidades da Festa da Cátedra de São Pedro. O Esforço do Santuário e dos Missionários Redentoristas é indispensável e um grande elemento que colabora com o crescimento", disse.

Para o arcebispo, "a Igreja tem sido cada vez mais em saída e cada pessoa da Igreja é um missionário" e "os homens do Terço são verdadeiros missionários".

"É uma ação que a CNBB tem de agradecer, que é feita na simplicidade, na dedicação, mas com uma profunda fé. Eu peço que eles perseverem e nunca cansem e nunca desanimem, pois Jesus lhes deu uma missão de levar a palavra dele através do amor de Maria, de levar a palavra orante ou reflexiva, o amor de Maria, para onde eles vivem".

Ao final da entrevista, Dom Gil expressou uma mensagem aos homens de fé que ainda não são participantes do Terço dos Homens:

"Aos homens que rezam o Terço, que passem para frente a alegria que eles descobriram. Eu aconselho que todo homem deve rezar o terço, porque é um instrumento de evangelização. Deus nos Evangeliza, porque é uma contemplação da vida de Cristo. Tem lugar que o terço leva muitas crianças. Acho lindo quando os país levam os filhos. Que Deus fortifique todos os homens e as famílias. Tenho observado, inclusive a volta de pessoas que haviam passado para outros segmentos religiosos e voltaram para a Igreja Católica", concluiu. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações A12


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Dom Armando Bucciol lembra que a história da festa tem origem a partir do Concílio de Éfeso (451) ...
 
Na mensagem, o Papa Francisco dirige-se em particular aos jovens, que tem Santo Estanislau por padro ...
 
Numerosos jovens e crianças trajando alvas se reuniram na Catedral de Concepción, Chile, para cele ...
 
O novo Substituto para Assuntos Gerais da Secretaria de Estado é Dom Edgar Peña Parra, atual Núnc ...
 
Junto com a peça os visitantes podem assistir a um vídeo com os testemunhos das pessoas que partic ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading