Loading
 
 
 
Loading
 
“A maior misericórdia é levar as pessoas à verdade”, afirma Cardeal Piacenza
Loading
 
24 de Fevereiro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Madri - Espanha (Sexta-feira, 24-02-2017, Gaudium Press) O Penitenciário Maior da Santa Sé, Cardeal Mauro Piacenza, visitou a Diocese de Alcalá de Henares, Espanha, onde foi convidado para compartilhar algumas conferências sobre o perdão e a reconciliação ao clero e aos fiéis locais. O purpurado respondeu perguntas dos presentes e esclareceu alguns dos ensinamentos oferecidos pelo recente Jubileu da Misericórdia.

A maior misericórdia é levar as pessoas à verdade, afirma Cardeal Piacenza.jpg

"A maior misericórdia é dizer a verdade às pessoas e colocá-las diante da verdade da Fé e dos princípios morais", explicou o Penitenciário Maior em seu encontro com a imprensa. "Isto é uma misericórdia requintada porque se alguém não faz é como ajudar as pessoas a cair". O purpurado recordou que corresponde aos sacerdotes ajudar aos fiéis a avaliar sua própria situação espiritual e a ter consciência sobre se cumprem com todos os requisitos para receber o perdão de Deus no sacramento da Penitência.

O Prefeito compartilhou algumas experiências pessoais e explicou aos jornalistas a maneira delicada na qual os presbíteros instruem aos fiéis que atravessam situações morais complexas. "Pode-se ajudar-lhe animando-lhe para que volte ao confessionário, rezando juntos, ajudar-lhe com conselhos e animando-lhe para que assista a Missa porque isso é o que une a Deus e o Senhor lhe fará compreender o que é melhor. Há situações que não podem mudar de repente, mas se lhes acompanha pouco a pouco. Há muitos recursos que o Senhor põem à nossa disposição".

O Cardeal recordou que os fiéis que se aproximam da confissão são "pessoas mais honestas do que pensamos", e ao ter experimentado muitas confissões "ao final acodem ao que consideram em consciência melhor. E às vezes é o que lhe dá a solução mais dura para eles".

O Cardeal Piacenza abordou outros temas como a extensão da autorização aos sacerdotes a levantar a pena de excomunhão no delito de aborto e explicou que o Pontífice tomou esta decisão pela extensão do problema em muitos países por causa do "grande desprezo da vida e o consumismo a nível sexual". O Penitenciário Maior ressaltou que "o Papa quando fala do aborto o sente como um drama grandíssimo" e negou que o acesso mais fácil ao perdão na confissão signifique que o aborto seja considerado um pecado menos grave.

O Cardeal destacou o compromisso dos sacerdotes ao fazer-se acessíveis aos fiéis na Confissão como parte essencial de seu serviço ao Povo de Deus e recomendou práticas de Fé como a Adoração Eucarística: "Aí o Senhor fala à consciência e aí se constrói a civilização do amor e a nova evangelização, daí vem depois as obras". (EPC)

Loading
“A maior misericórdia é levar as pessoas à verdade”, afirma Cardeal Piacenza

Madri - Espanha (Sexta-feira, 24-02-2017, Gaudium Press) O Penitenciário Maior da Santa Sé, Cardeal Mauro Piacenza, visitou a Diocese de Alcalá de Henares, Espanha, onde foi convidado para compartilhar algumas conferências sobre o perdão e a reconciliação ao clero e aos fiéis locais. O purpurado respondeu perguntas dos presentes e esclareceu alguns dos ensinamentos oferecidos pelo recente Jubileu da Misericórdia.

A maior misericórdia é levar as pessoas à verdade, afirma Cardeal Piacenza.jpg

"A maior misericórdia é dizer a verdade às pessoas e colocá-las diante da verdade da Fé e dos princípios morais", explicou o Penitenciário Maior em seu encontro com a imprensa. "Isto é uma misericórdia requintada porque se alguém não faz é como ajudar as pessoas a cair". O purpurado recordou que corresponde aos sacerdotes ajudar aos fiéis a avaliar sua própria situação espiritual e a ter consciência sobre se cumprem com todos os requisitos para receber o perdão de Deus no sacramento da Penitência.

O Prefeito compartilhou algumas experiências pessoais e explicou aos jornalistas a maneira delicada na qual os presbíteros instruem aos fiéis que atravessam situações morais complexas. "Pode-se ajudar-lhe animando-lhe para que volte ao confessionário, rezando juntos, ajudar-lhe com conselhos e animando-lhe para que assista a Missa porque isso é o que une a Deus e o Senhor lhe fará compreender o que é melhor. Há situações que não podem mudar de repente, mas se lhes acompanha pouco a pouco. Há muitos recursos que o Senhor põem à nossa disposição".

O Cardeal recordou que os fiéis que se aproximam da confissão são "pessoas mais honestas do que pensamos", e ao ter experimentado muitas confissões "ao final acodem ao que consideram em consciência melhor. E às vezes é o que lhe dá a solução mais dura para eles".

O Cardeal Piacenza abordou outros temas como a extensão da autorização aos sacerdotes a levantar a pena de excomunhão no delito de aborto e explicou que o Pontífice tomou esta decisão pela extensão do problema em muitos países por causa do "grande desprezo da vida e o consumismo a nível sexual". O Penitenciário Maior ressaltou que "o Papa quando fala do aborto o sente como um drama grandíssimo" e negou que o acesso mais fácil ao perdão na confissão signifique que o aborto seja considerado um pecado menos grave.

O Cardeal destacou o compromisso dos sacerdotes ao fazer-se acessíveis aos fiéis na Confissão como parte essencial de seu serviço ao Povo de Deus e recomendou práticas de Fé como a Adoração Eucarística: "Aí o Senhor fala à consciência e aí se constrói a civilização do amor e a nova evangelização, daí vem depois as obras". (EPC)


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O evento pretende incentivar a militância dos cristãos à serviço da revelação e expansão do R ...
 
“A assunção de Maria, criatura humana, nos confirma nosso destino glorioso”, lembra Papa ...
 
A terceira edição da 'Festa da Luz' contou com a participação de mais de três milhões de espec ...
 
A festa da Assunção nos convida a meditar sobre a glória inefável da Virgem Maria, o Paraíso ...
 
Inaugurado em 1993, o local é uma exposição permanente sobre o legado de amor e caridade do Anjo ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading