Loading
 
 
 
Loading
 
Centenário de frei artista plástico é marcado por exposição na PUC Goiás
Loading
 
1 de Março de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Goiânia - Goiás (Quarta-feira, 01-03-2017, Gaudium Press) A Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás), em parceria com a Ordem dos Pregadores (Frades Dominicanos), realiza a exposição "Centenário Confaloni" em alusão aos 100 anos do frei italiano. A mostra reúne parte do acervo do religioso que se notabilizou como artista plástico, na Galeria da instituição de ensino, localizada na Praça Universitária.

Centenário de frei artista plástico é marcado por exposição na PUC Goiás.JPG

Aberta no final de janeiro, a exposição segue até 30 de março, das 9h às 12h e das 15h às 20h, de segunda a sexta-feira, e receberá escolas do município com visitas agendadas. Além disso, será oferecida oficina gratuita de Arte e Educação.

O espaço abriga 46 obras do italiano, produzidas nas décadas de 1950, 1960 e 1970. A maioria são pinturas sobre tela, algumas xilogravuras e exercícios didáticos.

As obras retratam, em especial, o período que ele viveu no Estado de Goiás, quando era professor da Escola de Belas Artes em Goiânia.

A mostra também reunirá os acervos da PUC Goiás e da Paróquia São Judas Tadeu.

Considerado um divisor de águas na história das artes em Goiás, Frei Confaloni influenciou o trabalho de muitos artistas contemporâneos, que por sinal, foram alunos em algum momento do religioso, morto em 1977.

"Vamos mostrar um período importante da produção de Confaloni e dar essa visão geral da obra dele. Temos inclusive obras acadêmicas, algumas que não estão acabadas", explicou o coordenador da exposição e do curso de Design da PUC Goiás, Marcelo Granato.

Sobre o papel de Confaloni nas artes goianas, Granato lembrou que "ele praticamente inaugura a arte moderna em Goiás. Sua presença é vital para o ambiente artístico, da modernização, do fomento do movimento artístico em Goiás. É um patrono. Traz essa mudança e essa revolução para nós".

Oriundo do continente europeu, Frei Nazareno Confaloni desembarcou em Goiás na década de 1950, quando já era um artista. Naquele tempo, trouxe uma nova fronteira para as artes plásticas.

Ainda na mesma década, o religioso auxiliou na fundação da Escola de Belas Artes de Goiás, que posteriormente se tornou parte da Universidade de Goiás, hoje PUC Goiás. Os desenhos, além da inspiração religiosa, trouxeram novos conceitos para a representação artística no Estado. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações A12

Loading
Centenário de frei artista plástico é marcado por exposição na PUC Goiás

Goiânia - Goiás (Quarta-feira, 01-03-2017, Gaudium Press) A Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás), em parceria com a Ordem dos Pregadores (Frades Dominicanos), realiza a exposição "Centenário Confaloni" em alusão aos 100 anos do frei italiano. A mostra reúne parte do acervo do religioso que se notabilizou como artista plástico, na Galeria da instituição de ensino, localizada na Praça Universitária.

Centenário de frei artista plástico é marcado por exposição na PUC Goiás.JPG

Aberta no final de janeiro, a exposição segue até 30 de março, das 9h às 12h e das 15h às 20h, de segunda a sexta-feira, e receberá escolas do município com visitas agendadas. Além disso, será oferecida oficina gratuita de Arte e Educação.

O espaço abriga 46 obras do italiano, produzidas nas décadas de 1950, 1960 e 1970. A maioria são pinturas sobre tela, algumas xilogravuras e exercícios didáticos.

As obras retratam, em especial, o período que ele viveu no Estado de Goiás, quando era professor da Escola de Belas Artes em Goiânia.

A mostra também reunirá os acervos da PUC Goiás e da Paróquia São Judas Tadeu.

Considerado um divisor de águas na história das artes em Goiás, Frei Confaloni influenciou o trabalho de muitos artistas contemporâneos, que por sinal, foram alunos em algum momento do religioso, morto em 1977.

"Vamos mostrar um período importante da produção de Confaloni e dar essa visão geral da obra dele. Temos inclusive obras acadêmicas, algumas que não estão acabadas", explicou o coordenador da exposição e do curso de Design da PUC Goiás, Marcelo Granato.

Sobre o papel de Confaloni nas artes goianas, Granato lembrou que "ele praticamente inaugura a arte moderna em Goiás. Sua presença é vital para o ambiente artístico, da modernização, do fomento do movimento artístico em Goiás. É um patrono. Traz essa mudança e essa revolução para nós".

Oriundo do continente europeu, Frei Nazareno Confaloni desembarcou em Goiás na década de 1950, quando já era um artista. Naquele tempo, trouxe uma nova fronteira para as artes plásticas.

Ainda na mesma década, o religioso auxiliou na fundação da Escola de Belas Artes de Goiás, que posteriormente se tornou parte da Universidade de Goiás, hoje PUC Goiás. Os desenhos, além da inspiração religiosa, trouxeram novos conceitos para a representação artística no Estado. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações A12

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/85697-Centenario-de-frei-artista-plastico-e-marcado-por-exposicao-na-PUC-Goias. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Segundo o purpurado, “um cristão não pode deixar de ser alegre, otimista, e ter uma concepção ...
 
Igreja indiana na linha de frente nas horas dramáticas, quando o Estado de Kerala sofre violentas c ...
 
O Encontro Mundial das Famílias será realizado entre os dias 22 a 26 de agosto na Irlanda. ...
 
O Padre Pedro Pablo Garín, Vigário da Vida Consagrada, presidiu a Missa. ...
 
Um monge sonhou com uma imagem de Nossa Senhora que estava enterrada no alto de uma montanha de dif ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading