Loading
 
 
 
Loading
 
Cardeal britânico convoca a praticar obra de misericórdia de cuidar dos enfermos
Loading
 
8 de Março de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Londres - Inglaterra (Quarta-feira, 08-03-2017, Gaudium Press) Uma obra corporal de misericórdia, visitar aos enfermos, foi destacada pelo Cardeal Vincent Nichols, Arcebispo de Westminster, Inglaterra em uma recente Carta Pastoral intitulada "Chamados a servir ao enfermo". O purpurado animou aos fiéis a praticar esta forma de caridade de maneira especial durante os próximos seis meses. "Cuidar dos enfermos é uma expressão prática e diária da misericórdia que temos recebido primeiro de Deus", explicou o Arcebispo.

Cardeal britânico convoca a praticar obra de misericórdia de cuidar dos enfermos.png

O Cardeal Nichols recordou a recente experiência do Jubileu da Misericórdia e convidou aos católicos a estendê-las desde este momento "até o encerramento de nossa peregrinação diocesana a Lourdes" através da atenção aos que carecem de saúde. "O cuidado que estendemos abarcará não apenas aos membros de nossa própria família e nossos parentes, mas aqueles em nosso bairro, aqueles no hospital e aqueles que padecem enfermidades crônicas ou condições dolorosas", explicou, ao tempo que designou o Bispo Auxiliar Dom Paul McAleenan para dirigir esta iniciativa.

"Nosso cuidado pelo enfermo surge de nossa Fé em Deus e é mais plenamente completo quando toma a forma desta Fé", recordou o purpurado. "O cuidado que oferecemos, então, está atravessado por uma confiança amorosa de que esta enfermidade, estas necessidades especiais, são capazes de levar esta pessoa mais próxima de Deus e de ajudar aos outros através de sua própria dor". O Cardeal explicou que isto é o que os crentes chamam "poder redentor do sofrimento". "Muito frequentemente são os ombros dos enfermos os que nos ajudam a carregar a Cruz", indicou. "É frequente que é o enfermo quem nos abençoa com sua valentia, sua Fé tenaz e sua resistente esperança".

O Cardeal Nichols citou o texto de Isaías com o qual poderiam identificar-se muitos enfermos: "O Senhor me abandonou. O Senhor se esqueceu de mim", para depois recordar a promessa que Deus faz através do profeta como resposta ao seu clamor: 'Eu nunca te esquecerei'. Os crentes devem unir-se a esta promessa para manifestar aos sofredores que eles nunca serão esquecidos e para acompanhá-los no caminho do sofrimento que os aproxima cada dia mais a Deus sobre a colina do Calvário. (EPC)

Loading
Cardeal britânico convoca a praticar obra de misericórdia de cuidar dos enfermos

Londres - Inglaterra (Quarta-feira, 08-03-2017, Gaudium Press) Uma obra corporal de misericórdia, visitar aos enfermos, foi destacada pelo Cardeal Vincent Nichols, Arcebispo de Westminster, Inglaterra em uma recente Carta Pastoral intitulada "Chamados a servir ao enfermo". O purpurado animou aos fiéis a praticar esta forma de caridade de maneira especial durante os próximos seis meses. "Cuidar dos enfermos é uma expressão prática e diária da misericórdia que temos recebido primeiro de Deus", explicou o Arcebispo.

Cardeal britânico convoca a praticar obra de misericórdia de cuidar dos enfermos.png

O Cardeal Nichols recordou a recente experiência do Jubileu da Misericórdia e convidou aos católicos a estendê-las desde este momento "até o encerramento de nossa peregrinação diocesana a Lourdes" através da atenção aos que carecem de saúde. "O cuidado que estendemos abarcará não apenas aos membros de nossa própria família e nossos parentes, mas aqueles em nosso bairro, aqueles no hospital e aqueles que padecem enfermidades crônicas ou condições dolorosas", explicou, ao tempo que designou o Bispo Auxiliar Dom Paul McAleenan para dirigir esta iniciativa.

"Nosso cuidado pelo enfermo surge de nossa Fé em Deus e é mais plenamente completo quando toma a forma desta Fé", recordou o purpurado. "O cuidado que oferecemos, então, está atravessado por uma confiança amorosa de que esta enfermidade, estas necessidades especiais, são capazes de levar esta pessoa mais próxima de Deus e de ajudar aos outros através de sua própria dor". O Cardeal explicou que isto é o que os crentes chamam "poder redentor do sofrimento". "Muito frequentemente são os ombros dos enfermos os que nos ajudam a carregar a Cruz", indicou. "É frequente que é o enfermo quem nos abençoa com sua valentia, sua Fé tenaz e sua resistente esperança".

O Cardeal Nichols citou o texto de Isaías com o qual poderiam identificar-se muitos enfermos: "O Senhor me abandonou. O Senhor se esqueceu de mim", para depois recordar a promessa que Deus faz através do profeta como resposta ao seu clamor: 'Eu nunca te esquecerei'. Os crentes devem unir-se a esta promessa para manifestar aos sofredores que eles nunca serão esquecidos e para acompanhá-los no caminho do sofrimento que os aproxima cada dia mais a Deus sobre a colina do Calvário. (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/85855-Cardeal-britanico-convoca-a-praticar-obra-de-misericordia-de-cuidar-dos-enfermos. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Matriz da Boa Vista acolherá grupos das paróquias que vão se revezar nas Adorações ao Santís ...
 
...
 
Mais de 8 mil católicos, 100 sacerdotes, 120 religiosas e 10 Bispos de todo o país, participaram d ...
 
Segundo o diretor da Rede do Apostolado da Oração do Papa, elas são fruto de um longo processo de ...
 
Desde a infância, ela tinha uma piedade intensa. Aos dez anos dedicou sua virgindade a Deus. ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading