Loading
 
 
 
Loading
 
Com vigílias de oração, Itália recordou aos missionários mártires
Loading
 
28 de Março de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Roma - Itália (Terça-feira, 28-03-2017, Gaudium Press) No dia 24 de março a Fundação 'Missio', organismo pastoral da Conferência Episcopal Italiana (CEI), celebrou a 25ª Jornada de Oração e Jejum em memória dos missionários mártires, que se desenvolveu com várias vigílias de oração em diferentes Dioceses italianas.

A Diocese de Roma dedicou este ano a jornada em memória do Padre Ragheed Ganni, sacerdote católico iraquiano de rito caldeu, que morreu por sua Fé em Mosul, Iraque, junto com três diáconos. Os fatos ocorreram no dia 03 de junho de 2007 quando o sacerdote, que tinha então apenas 35 anos, concluía a Missa que celebrara em sua paróquia dedicada ao Espírito Santo.

O evento se desenvolveu a partir de uma vigília itinerante, que teve lugar a partir de três momentos. O primeiro deles, celebrado no Pontifício Colégio Irlandês, onde viveu desde o ano de 1996 até 2003 sendo estudante da Pontifícia Universidade São Tomás de Aquino 'Angelicum'. Precisamente na capela deste lugar se encontra um mosaico dedicado a ele, que mantêm, viva sua memória.

O outro momento ocorreu na Basílica dos Quatro Santos Coroados, onde Dom Paolo Lojudice, encarregado da Cooperação Missionária entre as Igrejas na Diocese de Roma, presidiu as vésperas solenes, que estiveram animadas pelos monges agostinhos. "Matar a um cristão significa matar a Cristo e nós respondemos ajoelhando-nos e com a oração", assinalou na ocasião Dom Lojudice.

Ao terminar a recitação das vésperas, Rezan Kader, representante na Itália do governo regional do Curdistão, ofereceu seu testemunho sobre a dramática situação dos cristãos no Oriente Médio.

Já o terceiro momento ocorreu na Basílica de São Bartolomeu, na Ilha Tiberina em Roma, onde teve lugar o memorial dos mártires de nosso tempo, rendendo uma especial homenagem a 28 operadores pastorais que foram assassinados no ano passado. Trata-se de 14 sacerdotes, 9 religiosas, um seminarista e um leigo, que não tiveram medo de anunciar e testemunhar a Jesus e seu Evangelho até dar sua vida.

Também se recordaram 08 missionários mortos na África, 12 na América, 07 na Ásia e o Padre Jacques Hamel, o sacerdote francês que foi brutalmente assassinado enquanto celebrava Missa em Saint Etienne du Rouvrai, na Normandia no dia 26 de julho de 2016.

Justamente esta Basílica, por vontade de São João Paulo II, se dedicou à memória dos mártires dos séculos XX e XXI. Ali se conservam relíquias e objetos de valor dos mártires deste tempo.

A Fundação 'Missio', promotora da jornada, nasceu como um organismo pastoral da Conferência Episcopal Italiana, com o objetivo de sustentar e promover a dimensão missionária das comunidades eclesiais do país, dando-lhe uma particular atenção à missão 'ad gentes' e as iniciativas de animação, formação e cooperação entre as Igrejas.

Entre seus trabalhos está a promoção da comunhão entre todos os sujeitos missionários na Itália, que estão representados a nível diocesano e nacional. (EPC)

Loading
Com vigílias de oração, Itália recordou aos missionários mártires

Roma - Itália (Terça-feira, 28-03-2017, Gaudium Press) No dia 24 de março a Fundação 'Missio', organismo pastoral da Conferência Episcopal Italiana (CEI), celebrou a 25ª Jornada de Oração e Jejum em memória dos missionários mártires, que se desenvolveu com várias vigílias de oração em diferentes Dioceses italianas.

A Diocese de Roma dedicou este ano a jornada em memória do Padre Ragheed Ganni, sacerdote católico iraquiano de rito caldeu, que morreu por sua Fé em Mosul, Iraque, junto com três diáconos. Os fatos ocorreram no dia 03 de junho de 2007 quando o sacerdote, que tinha então apenas 35 anos, concluía a Missa que celebrara em sua paróquia dedicada ao Espírito Santo.

O evento se desenvolveu a partir de uma vigília itinerante, que teve lugar a partir de três momentos. O primeiro deles, celebrado no Pontifício Colégio Irlandês, onde viveu desde o ano de 1996 até 2003 sendo estudante da Pontifícia Universidade São Tomás de Aquino 'Angelicum'. Precisamente na capela deste lugar se encontra um mosaico dedicado a ele, que mantêm, viva sua memória.

O outro momento ocorreu na Basílica dos Quatro Santos Coroados, onde Dom Paolo Lojudice, encarregado da Cooperação Missionária entre as Igrejas na Diocese de Roma, presidiu as vésperas solenes, que estiveram animadas pelos monges agostinhos. "Matar a um cristão significa matar a Cristo e nós respondemos ajoelhando-nos e com a oração", assinalou na ocasião Dom Lojudice.

Ao terminar a recitação das vésperas, Rezan Kader, representante na Itália do governo regional do Curdistão, ofereceu seu testemunho sobre a dramática situação dos cristãos no Oriente Médio.

Já o terceiro momento ocorreu na Basílica de São Bartolomeu, na Ilha Tiberina em Roma, onde teve lugar o memorial dos mártires de nosso tempo, rendendo uma especial homenagem a 28 operadores pastorais que foram assassinados no ano passado. Trata-se de 14 sacerdotes, 9 religiosas, um seminarista e um leigo, que não tiveram medo de anunciar e testemunhar a Jesus e seu Evangelho até dar sua vida.

Também se recordaram 08 missionários mortos na África, 12 na América, 07 na Ásia e o Padre Jacques Hamel, o sacerdote francês que foi brutalmente assassinado enquanto celebrava Missa em Saint Etienne du Rouvrai, na Normandia no dia 26 de julho de 2016.

Justamente esta Basílica, por vontade de São João Paulo II, se dedicou à memória dos mártires dos séculos XX e XXI. Ali se conservam relíquias e objetos de valor dos mártires deste tempo.

A Fundação 'Missio', promotora da jornada, nasceu como um organismo pastoral da Conferência Episcopal Italiana, com o objetivo de sustentar e promover a dimensão missionária das comunidades eclesiais do país, dando-lhe uma particular atenção à missão 'ad gentes' e as iniciativas de animação, formação e cooperação entre as Igrejas.

Entre seus trabalhos está a promoção da comunhão entre todos os sujeitos missionários na Itália, que estão representados a nível diocesano e nacional. (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/86281-Com-vigilias-de-oracao--Italia-recordou-aos-missionarios-martires. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O Cardeal apresentou Nossa Senhora como exemplo para todos os fiéis. ...
 
O Pontífice visitará o país europeu entre os dias 25 e 26 de agosto, para participar do Encontro ...
 
O emoji criado consiste em uma pequena representando o rosto sorridente do Papa, com a bandeira da I ...
 
“ (...) todos os dias somos impulsionados a uma resposta livre ao chamado amoroso de Deus”, afir ...
 
Na festa da Assunção da Virgem Maria, Cardeal Antônio Marto indica três motivos de alegria para ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading