Loading
 
 
 
Loading
 
Altares coloniais ao ar livre revelam tradição de multitudinárias missas campais
Loading
 
4 de Abril de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do México - México (Terça-feira, 04-04-2017, Gaudium Press) As imagens de milhões de pessoas unidas em oração durante os diferentes encontros internacionais da Igreja, alguns deles unidos à visitas apostólicas dos Papas, poderiam fazer crer a alguns observadores que ditos eventos religiosos são uma particularidade da Igreja de hoje, potencializada pelas facilidades de transporte e comunicação, ou que ditas manifestações públicas de Fé são possíveis graças a uma atitude mais aberta da Igreja aos jovens ou uma proximidade mais estreita com os fiéis. Na realidade, as Missas multitudinárias e, portanto, campais tem uma grande tradição na história da Igreja.

Altares coloniais ao ar livre revelam tradição de multitudinárias missas campais.jpg

Uma prova disso, e uma bela herança da valorização da liturgia e a sacralidade ainda em contextos excepcionais, são os altares ao ar livre de diversos templos coloniais no México. Estas estruturas, anexadas aos templos em vários lugares do território, permitiam a celebração digna da Eucaristia quando o templo literalmente não abastecia, e as grandes explanadas transformavam as belas paisagens da América em lugares de culto ao Senhor.

O Dr. Robert H. Jackson, investigador da 'California Missions Foundation', destacou na publicação 'Boletín' vários dos templos mexicanos que mostram esta peculiaridade arquitetônica. Apesar da passagem dos anos e a ausência de uma adequada conservação em alguns destes lugares impede ver o esplendor original destas estruturas externas, sua presença fala do êxito evangelizador dos missionários na América e o cuidado em prover formas dignas de celebrar a Eucaristia nas grandes festas, quando não existe maneira de congregar aos fiéis dentro das paredes do templo e proveem uma ideia sobre o desenho de novos projetos de arquitetura sacra.

Altares coloniais ao ar livre revelam tradição de multitudinárias missas campais (2).jpg

Os templos destacados na publicação são: São Pedro e São Paulo Teposcolula em Oaxaca, Nossa Senhora da Luz, em Tancoyol, São Miguel Arcanjo, em Mani, península de Yucatán, Santo Domingo em Yanhuitlán, Oaxaca e São João Batista Yodzoco em Coixtlahuaca. O primeiro destes data do século XVI e tem o melhor estado de conservação. Sua arquitetura e a riqueza artística do altar maior do interior do templo permite supôr a beleza de suas celebrações campais. (EPC)

Loading
Altares coloniais ao ar livre revelam tradição de multitudinárias missas campais

Cidade do México - México (Terça-feira, 04-04-2017, Gaudium Press) As imagens de milhões de pessoas unidas em oração durante os diferentes encontros internacionais da Igreja, alguns deles unidos à visitas apostólicas dos Papas, poderiam fazer crer a alguns observadores que ditos eventos religiosos são uma particularidade da Igreja de hoje, potencializada pelas facilidades de transporte e comunicação, ou que ditas manifestações públicas de Fé são possíveis graças a uma atitude mais aberta da Igreja aos jovens ou uma proximidade mais estreita com os fiéis. Na realidade, as Missas multitudinárias e, portanto, campais tem uma grande tradição na história da Igreja.

Altares coloniais ao ar livre revelam tradição de multitudinárias missas campais.jpg

Uma prova disso, e uma bela herança da valorização da liturgia e a sacralidade ainda em contextos excepcionais, são os altares ao ar livre de diversos templos coloniais no México. Estas estruturas, anexadas aos templos em vários lugares do território, permitiam a celebração digna da Eucaristia quando o templo literalmente não abastecia, e as grandes explanadas transformavam as belas paisagens da América em lugares de culto ao Senhor.

O Dr. Robert H. Jackson, investigador da 'California Missions Foundation', destacou na publicação 'Boletín' vários dos templos mexicanos que mostram esta peculiaridade arquitetônica. Apesar da passagem dos anos e a ausência de uma adequada conservação em alguns destes lugares impede ver o esplendor original destas estruturas externas, sua presença fala do êxito evangelizador dos missionários na América e o cuidado em prover formas dignas de celebrar a Eucaristia nas grandes festas, quando não existe maneira de congregar aos fiéis dentro das paredes do templo e proveem uma ideia sobre o desenho de novos projetos de arquitetura sacra.

Altares coloniais ao ar livre revelam tradição de multitudinárias missas campais (2).jpg

Os templos destacados na publicação são: São Pedro e São Paulo Teposcolula em Oaxaca, Nossa Senhora da Luz, em Tancoyol, São Miguel Arcanjo, em Mani, península de Yucatán, Santo Domingo em Yanhuitlán, Oaxaca e São João Batista Yodzoco em Coixtlahuaca. O primeiro destes data do século XVI e tem o melhor estado de conservação. Sua arquitetura e a riqueza artística do altar maior do interior do templo permite supôr a beleza de suas celebrações campais. (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/86428-Altares-coloniais-ao-ar-livre-revelam-tradicao-de-multitudinarias-missas-campais. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O reitor do Santuário de Fátima explicou que para tomar essa decisão, ele levou em consideração ...
 
O corpo de Cristo fortalece tua alma, fortalece tua Fé, teu amor, tua esperança, tua fortaleza par ...
 
No Circo Máximo, em Roma, 70 mil jovens estiveram com o Papa e ele respondeu perguntas ...
 
Há 15 Igrejas Particulares vacantes, em um universo de 277 circunscrições eclesiásticas. ...
 
A cerimônia contou com a presença de oito mil fiéis da família mercedária provenientes de todo ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading