Loading
 
 
 
Loading
 
Anuário Estatístico da Igreja: estagnação na Europa, crescimento na África
Loading
 
7 de Abril de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do Vaticano (Sexta-feira, 07-04-2017, Gaudium Press) O Anuário Estatístico da Igreja acaba de ser apresentado pelo Vaticano.

Anuário Estatístico da Igreja estagnação na Europa, crescimento na África.jpg

O Anuário Estatístico da Igreja procura oferecer um quadro dos principais aspetos que caracterizam a atividade pastoral da Igreja Católica.

Esta edição que traz dados relativos a 2015, aponta um pequeno crescimento no número de católicos, mostra também uma estabilidade numérica no que diz respeito à Europa, mais especificamente.

Publicado junto com o Anuário Pontifício 2017, que traz sobretudo nomes e biografias de eclesiásticos, o ‘Annuarium Statisticum Ecclesiae' 2015, contém informações que apontam para um aumento de 13 milhões de batizados no período compreendido entre 2014 e 2015.

Isto significa que os católicos no mundo são cerca de 1285 milhões, ou seja, 17,7 por cento da população mundial.

África

Para este aumento no número de católicos, o continente africano trouxe uma contribuição significativa. Desde 2010 nota-se um crescimento de fiéis no continente africano. Este aumento cresceu relativamente de 19,4%. E o crescimento absoluto subiu de 186 para 222 milhões atuais.

Quanto aos demais continentes, o anuário indica uma queda numérica na Europa. Os católicos são 286 milhões.

A Santa Sé comenta que "esta estagnação está relacionada com uma situação demográfica bem conhecida, onde a população aumentou ligeiramente, mas que deverá diminuir acentuadamente nos próximos anos".

América, Ásia, Oceania

Sobre a América e a Ásia, o Anuário Estatístico aponta para um crescimento "importante" no total de católicos (6,7 e 9,1 por cento, respetivamente), mas mas, comenta que esta situação está "completamente em linha com o desenvolvimento demográfico verificado nestes dois continentes".

Sobre a Oceania, o anuário indica que o mesmo contexto de "estacionariedade" que a Europa foi ali registrado, embora num plano "inferior", em termos de "valores absolutos".

Dez países

Os números absolutos que a publicação da Central de Estatísticas da Igreja que a Santa Sé distribuiu mostram que 55,9 % dos católicos do mundo estão concentrados em 10 países:

Brasil, com 172,2 milhões de católicos; México, com 110,9 milhões; Filipinas, com 83,6; Estados Unidos da América, com 72,3; Itália, com 58,0 milhões; França, com 48,3 milhões; Colômbia com 45,3 milhões; Espanha, com 43,3 milhhões; República Democrática do Congo, 43,2 e Argentina, com 40,8 milhões.

Clero e vocações

Sobre os dados relativos ao clero, as estatísticas de 2015 mostram um número superior a 266 mil membros, dos quais "5 mil e 304 são bispos, 415 mil e 656 são sacerdotes e 45 mil e 255 são diáconos permanentes".

Quanto às vocações sacerdotais e religiosas, a Europa surge mais uma vez num plano de retração, se for comparada com África e até com a Ásia.

O Anuário indica que neste ponto, "em 2010 os sacerdotes na Europa representavam 46 por cento do total mundial" e que em 2015 ele traz registrada "uma queda de três pontos percentuais".

Ainda quanto ao clero e vocações dentro da Igreja, o documento distribuído pelo Vaticano frisa que as vocações sacerdotais deverão merecer "atenção especial", pois "o número de seminaristas, depois de atingir um pico em 2011, tem sofrido uma contração gradual".

Para esta situação, "a única exceção é a África que não parece neste momento afetada pela crise de vocações e continuará a ser a região com o maior potencial", prevê a Santa Sé, depois de analisar o documento estatístico. (JSG)

Loading
Anuário Estatístico da Igreja: estagnação na Europa, crescimento na África

Cidade do Vaticano (Sexta-feira, 07-04-2017, Gaudium Press) O Anuário Estatístico da Igreja acaba de ser apresentado pelo Vaticano.

Anuário Estatístico da Igreja estagnação na Europa, crescimento na África.jpg

O Anuário Estatístico da Igreja procura oferecer um quadro dos principais aspetos que caracterizam a atividade pastoral da Igreja Católica.

Esta edição que traz dados relativos a 2015, aponta um pequeno crescimento no número de católicos, mostra também uma estabilidade numérica no que diz respeito à Europa, mais especificamente.

Publicado junto com o Anuário Pontifício 2017, que traz sobretudo nomes e biografias de eclesiásticos, o ‘Annuarium Statisticum Ecclesiae' 2015, contém informações que apontam para um aumento de 13 milhões de batizados no período compreendido entre 2014 e 2015.

Isto significa que os católicos no mundo são cerca de 1285 milhões, ou seja, 17,7 por cento da população mundial.

África

Para este aumento no número de católicos, o continente africano trouxe uma contribuição significativa. Desde 2010 nota-se um crescimento de fiéis no continente africano. Este aumento cresceu relativamente de 19,4%. E o crescimento absoluto subiu de 186 para 222 milhões atuais.

Quanto aos demais continentes, o anuário indica uma queda numérica na Europa. Os católicos são 286 milhões.

A Santa Sé comenta que "esta estagnação está relacionada com uma situação demográfica bem conhecida, onde a população aumentou ligeiramente, mas que deverá diminuir acentuadamente nos próximos anos".

América, Ásia, Oceania

Sobre a América e a Ásia, o Anuário Estatístico aponta para um crescimento "importante" no total de católicos (6,7 e 9,1 por cento, respetivamente), mas mas, comenta que esta situação está "completamente em linha com o desenvolvimento demográfico verificado nestes dois continentes".

Sobre a Oceania, o anuário indica que o mesmo contexto de "estacionariedade" que a Europa foi ali registrado, embora num plano "inferior", em termos de "valores absolutos".

Dez países

Os números absolutos que a publicação da Central de Estatísticas da Igreja que a Santa Sé distribuiu mostram que 55,9 % dos católicos do mundo estão concentrados em 10 países:

Brasil, com 172,2 milhões de católicos; México, com 110,9 milhões; Filipinas, com 83,6; Estados Unidos da América, com 72,3; Itália, com 58,0 milhões; França, com 48,3 milhões; Colômbia com 45,3 milhões; Espanha, com 43,3 milhhões; República Democrática do Congo, 43,2 e Argentina, com 40,8 milhões.

Clero e vocações

Sobre os dados relativos ao clero, as estatísticas de 2015 mostram um número superior a 266 mil membros, dos quais "5 mil e 304 são bispos, 415 mil e 656 são sacerdotes e 45 mil e 255 são diáconos permanentes".

Quanto às vocações sacerdotais e religiosas, a Europa surge mais uma vez num plano de retração, se for comparada com África e até com a Ásia.

O Anuário indica que neste ponto, "em 2010 os sacerdotes na Europa representavam 46 por cento do total mundial" e que em 2015 ele traz registrada "uma queda de três pontos percentuais".

Ainda quanto ao clero e vocações dentro da Igreja, o documento distribuído pelo Vaticano frisa que as vocações sacerdotais deverão merecer "atenção especial", pois "o número de seminaristas, depois de atingir um pico em 2011, tem sofrido uma contração gradual".

Para esta situação, "a única exceção é a África que não parece neste momento afetada pela crise de vocações e continuará a ser a região com o maior potencial", prevê a Santa Sé, depois de analisar o documento estatístico. (JSG)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/86494-Anuario-Estatistico-da-Igreja--estagnacao-na-Europa--crescimento-na-Africa. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O Cardeal apresentou Nossa Senhora como exemplo para todos os fiéis. ...
 
O Pontífice visitará o país europeu entre os dias 25 e 26 de agosto, para participar do Encontro ...
 
O emoji criado consiste em uma pequena representando o rosto sorridente do Papa, com a bandeira da I ...
 
“ (...) todos os dias somos impulsionados a uma resposta livre ao chamado amoroso de Deus”, afir ...
 
Na festa da Assunção da Virgem Maria, Cardeal Antônio Marto indica três motivos de alegria para ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading