Loading
 
 
 
Loading
 
Secretário geral da CNBB comenta a Semana Santa no Brasil
Loading
 
10 de Abril de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Brasília (Segunda-feira, 10-04-2017, Gaudium Press) A Semana Santa é o período de participação na entrega, na dor, no sofrimento, na morte, mas também na transformação e na ressurreição de Cristo. Essas foram as palavras do bispo auxiliar de Brasília e secretário geral da CNBB, Dom Leonardo Ulrich Steiner, acerca deste tempo no qual refletimos o caminho que Nosso Senhor Jesus Cristo percorreu em favor da salvação da humanidade, vencendo, assim, a morte.

Secretário geral da CNBB comenta a Semana Santa no Brasil.jpg

"Todo cristão pode fazer esse caminho com Jesus. Fazer esse caminho é perceber que Jerusalém é o ápice de uma vida, de uma entrega, de uma presença de Deus no meio de nós que vai ter a culminância no mistério da morte", ressaltou o bispo.

Segundo Dom Leonardo, "esse mistério profundo, quase incompreensível para o ser humano, é de um Deus que sofre, que se sente abandonado, mas de um Deus que é de uma entrega completa de amor. De uma confiança absoluta: 'nas tuas mãos entrego meu espírito'. Isso é o ápice dessa grande transformação que se manifesta na ressurreição e na vida nova".

A preparação para este momento teve início na Quaresma, o período de 40 dias entre a Quarta-feira de Cinzas e o Domingo de Ramos.

Os textos litúrgicos da celebração pascal, que mostram os passos dados por Jesus neste período, apresentam também uma reflexão de como os cristãos devem seguir o Filho de Deus. Sobre esses assuntos, Dom Steiner destacou a importância da participação intensa dos fiéis nas celebrações.

"As celebrações nos ajudam muito a perceber esse silêncio da Sexta-feira Santa, por exemplo. Esse gesto extraordinário de uma Quinta-feira Santa, de lavar os pés. Essa é uma das liturgias mais bonitas da Igreja, de benzermos o fogo, acender o Círio e estarmos na Vigília. Nessa vivência percebemos como uma história de salvação, libertação e de doação de Deus nos prepara para podermos ser cristão melhores, para sermos homens e mulheres que, a partir da fé, dão sentido a tudo, e sabem também dar uma palavra de sentido as outras pessoas, ser uma presença evangelizadora".

Por fim, o Secretário Geral da CNBB lembrou que "a ressurreição de Jesus Cristo revela que Deus está do lado da vida" e, sendo assim, "a Páscoa de Jesus é sinal da vitória possível sobre a morte e todos os males". (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações CNBB

Loading
Secretário geral da CNBB comenta a Semana Santa no Brasil

Brasília (Segunda-feira, 10-04-2017, Gaudium Press) A Semana Santa é o período de participação na entrega, na dor, no sofrimento, na morte, mas também na transformação e na ressurreição de Cristo. Essas foram as palavras do bispo auxiliar de Brasília e secretário geral da CNBB, Dom Leonardo Ulrich Steiner, acerca deste tempo no qual refletimos o caminho que Nosso Senhor Jesus Cristo percorreu em favor da salvação da humanidade, vencendo, assim, a morte.

Secretário geral da CNBB comenta a Semana Santa no Brasil.jpg

"Todo cristão pode fazer esse caminho com Jesus. Fazer esse caminho é perceber que Jerusalém é o ápice de uma vida, de uma entrega, de uma presença de Deus no meio de nós que vai ter a culminância no mistério da morte", ressaltou o bispo.

Segundo Dom Leonardo, "esse mistério profundo, quase incompreensível para o ser humano, é de um Deus que sofre, que se sente abandonado, mas de um Deus que é de uma entrega completa de amor. De uma confiança absoluta: 'nas tuas mãos entrego meu espírito'. Isso é o ápice dessa grande transformação que se manifesta na ressurreição e na vida nova".

A preparação para este momento teve início na Quaresma, o período de 40 dias entre a Quarta-feira de Cinzas e o Domingo de Ramos.

Os textos litúrgicos da celebração pascal, que mostram os passos dados por Jesus neste período, apresentam também uma reflexão de como os cristãos devem seguir o Filho de Deus. Sobre esses assuntos, Dom Steiner destacou a importância da participação intensa dos fiéis nas celebrações.

"As celebrações nos ajudam muito a perceber esse silêncio da Sexta-feira Santa, por exemplo. Esse gesto extraordinário de uma Quinta-feira Santa, de lavar os pés. Essa é uma das liturgias mais bonitas da Igreja, de benzermos o fogo, acender o Círio e estarmos na Vigília. Nessa vivência percebemos como uma história de salvação, libertação e de doação de Deus nos prepara para podermos ser cristão melhores, para sermos homens e mulheres que, a partir da fé, dão sentido a tudo, e sabem também dar uma palavra de sentido as outras pessoas, ser uma presença evangelizadora".

Por fim, o Secretário Geral da CNBB lembrou que "a ressurreição de Jesus Cristo revela que Deus está do lado da vida" e, sendo assim, "a Páscoa de Jesus é sinal da vitória possível sobre a morte e todos os males". (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações CNBB

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/86543-Secretario-geral-da-CNBB-comenta-a-Semana-Santa-no-Brasil. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O evento, que seguiu o lema “Não temas Maria, pois encontras-te graça diante de Deus”, foi con ...
 
“A capela de adoração é uma iniciativa do Senhor para que tivéssemos um lugar adequado para or ...
 
Conforme o purpurado, Deus não escolhe os capacitados, mas capacita os escolhidos. ...
 
Criada em 27 de maio de 1998 pelo Papa João Paulo II, o bispado de Criciúma foi desmembrado da Dio ...
 
O sucesso vocacional do sacerdote depende das orações dos fiéis, afirma arcebispo de Malanje, no ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading