Loading
 
 
 
Loading
 
O maior milagre de Medjugorje são as confissões, afirma enviado papal
Loading
 
10 de Abril de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Medjugorje - Bósnia e Herzegovina (Segunda-feira, 10-04-2017, Gaudium Press) Em sua pregação pelo quinto domingo da Quaresma, o enviado papal para questões pastorais em Medjugorje, Dom Henryk Hoser, pregou sobre a importância da conversão e o testemunho da piedade popular no Santuário, recordando que o principal milagre do lugar é o perdão de Deus outorgado aos que buscam sua misericórdia e se esforçam em mudar de vida.

O maior milagre de Medjugorje são as confissões, afirma enviado papal.jpg

"Temos rezado durante quarenta dias e seguimos rezando; temos jejuado e seguimos jejuando; temos sido mais generosos com os irmãos e seguimos sendo", pregou o prelado, segundo informou 'Religión en Libertad'. "Esta espiritualidade da Quaresma lhes é bem conhecida aqui". Dom Hoser insistiu sobre a importância da conversão, já "a morte da alma é muito mais grave (que a morte do corpo) porque podemos morrer para a eternidade. Por isso, cada vez que nos convertemos, quando retornamos a Deus, que é a vida eterna, voltamos sempre ao amor, porque Deus é amor".

Esta exigência é essencial na mensagem de Cristo: "Antes de fazer milagres, Jesus pedia a Fé. Esta Fé abre nosso coração à conversão mediante o sacramento da misericórdia, a confissão sacramental", ensinou. "Nosso coração se abre, se purifica, se enche do Espírito Santo, da Santíssima Trindade. E se a Santíssima Trindade habita em nós, nos convertemos em Templo de Deus". Nesse processo de conversão é fundamental a participação da Santíssima Virgem, que se uniu de maneira especialíssima à Paixão de seu Filho. "Na perspectiva da Ressurreição", explicou, "ela nos acompanha, participa em nossos sofrimentos e dores se os vivemos na perspectiva de Cristo. Ela nos ajuda a salvar-nos, a chegar à conversão".

"Difundi por todo o mundo a paz pela conversão do coração", solicitou o prelado. "O maior milagre de Medjugorje são as confissões, o sacramento da reconciliação, do perdão e a misericórdia. É o sacramento da ressurreição. Agradeço a todos os sacerdotes que vem confessar aqui". Dom Hoser destacou de maneira especial a presença de cinquenta sacerdotes que administravam o sacramento, algo notável que contrasta com o abandono desta essencial prática da Fé em outros países por parte de numerosos fiéis. O Enviado Papal destacou também a presença de peregrinos de 80 países, prova de que o chamado à conversão "tem se difundido até os confins do mundo, como mandou Cristo aos seus apóstolos. Hoje sois testemunhas do amor de Cristo, do amor de sua Mãe, do amor da Igreja. Que o Senhor os reforce e os abençoe". (EPC)

Loading
O maior milagre de Medjugorje são as confissões, afirma enviado papal

Medjugorje - Bósnia e Herzegovina (Segunda-feira, 10-04-2017, Gaudium Press) Em sua pregação pelo quinto domingo da Quaresma, o enviado papal para questões pastorais em Medjugorje, Dom Henryk Hoser, pregou sobre a importância da conversão e o testemunho da piedade popular no Santuário, recordando que o principal milagre do lugar é o perdão de Deus outorgado aos que buscam sua misericórdia e se esforçam em mudar de vida.

O maior milagre de Medjugorje são as confissões, afirma enviado papal.jpg

"Temos rezado durante quarenta dias e seguimos rezando; temos jejuado e seguimos jejuando; temos sido mais generosos com os irmãos e seguimos sendo", pregou o prelado, segundo informou 'Religión en Libertad'. "Esta espiritualidade da Quaresma lhes é bem conhecida aqui". Dom Hoser insistiu sobre a importância da conversão, já "a morte da alma é muito mais grave (que a morte do corpo) porque podemos morrer para a eternidade. Por isso, cada vez que nos convertemos, quando retornamos a Deus, que é a vida eterna, voltamos sempre ao amor, porque Deus é amor".

Esta exigência é essencial na mensagem de Cristo: "Antes de fazer milagres, Jesus pedia a Fé. Esta Fé abre nosso coração à conversão mediante o sacramento da misericórdia, a confissão sacramental", ensinou. "Nosso coração se abre, se purifica, se enche do Espírito Santo, da Santíssima Trindade. E se a Santíssima Trindade habita em nós, nos convertemos em Templo de Deus". Nesse processo de conversão é fundamental a participação da Santíssima Virgem, que se uniu de maneira especialíssima à Paixão de seu Filho. "Na perspectiva da Ressurreição", explicou, "ela nos acompanha, participa em nossos sofrimentos e dores se os vivemos na perspectiva de Cristo. Ela nos ajuda a salvar-nos, a chegar à conversão".

"Difundi por todo o mundo a paz pela conversão do coração", solicitou o prelado. "O maior milagre de Medjugorje são as confissões, o sacramento da reconciliação, do perdão e a misericórdia. É o sacramento da ressurreição. Agradeço a todos os sacerdotes que vem confessar aqui". Dom Hoser destacou de maneira especial a presença de cinquenta sacerdotes que administravam o sacramento, algo notável que contrasta com o abandono desta essencial prática da Fé em outros países por parte de numerosos fiéis. O Enviado Papal destacou também a presença de peregrinos de 80 países, prova de que o chamado à conversão "tem se difundido até os confins do mundo, como mandou Cristo aos seus apóstolos. Hoje sois testemunhas do amor de Cristo, do amor de sua Mãe, do amor da Igreja. Que o Senhor os reforce e os abençoe". (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/86563-O-maior-milagre-de-Medjugorje-sao-as-confissoes--afirma-enviado-papal. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

A cerimônia foi presidida por Dom José Carlos de Oliveira, bispo emérito de Rubiataba, em Goiás. ...
 
100 anos se passaram, mas, em todo o mundo a Igreja o reverencia celebrando sua memória litúrgica. ...
 
Na mensagem, os prelados incentivam para que se trabalhe por “uma educação verdadeiramente human ...
 
O novo app funcionará durante as audiências gerais das quartas-feiras, ao ângelus do domingo na P ...
 
O edifício havia sido fechado em 1968, por conta da guerra entre Israel e Palestina, que converteu ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading