Loading
 
 
 
Loading
 
Sacerdote dos EUA realiza Caminho de Santiago de batina e descobre oportunidade de evangelização
Loading
 
17 de Abril de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Saint Joseph - Estados Unidos (Segunda-feira, 17-04-2017, Gaudium Press) Observar ao Padre Lawrence Carney caminhar pelas ruas de Saint Joseph e outras cidades de Missouri, Estados Unidos, pode recordar as fotografias dos sacerdotes da primeira metade do século XX. Com batina, chapéu e um grande crucifixo, o sacerdote se destaca notavelmente entre o povoado local e motiva a curiosidade de numerosas pessoas que se aproximam dele para conversar, recebendo um primeiro contato com a Fé Católica. "É o que fez Nosso Senhor", explicou o presbítero segundo informou 'Our Sunday Visitor'. "Muitas pessoas me vem e lhes move o vir a mim e falar".

Sacerdote dos EUA realiza Caminho de Santiago de batina e descobre oportunidade de evangelização.jpg

Mas a particular estratégia do sacerdote não se iniciou em seu país, mas na Espanha, onde teve a oportunidade de realizar a peregrinação completa do Caminho de Santiago a pé, um percurso de 32 dias de duração ao longo de todo o país desde a fronteira com a França até seu extremo ocidental na Galícia. A particularidade de sua peregrinação, feita a cada ano por milhares de fiéis, é que descartou empregar roupa esportiva e em seu lugar vestiu a batina tradicional. O resultado: ter podido falar de Deus com mais de mil pessoas que se aproximaram para perguntar-lhe por seu traje.

"Há algo misterioso na batina que atua como um imã, atraindo as pessoas até você", comentou o Padre Carney a 'Our Sunday Visitor'. "É um sacramental que tem uma bênção especial que o traje não tem". As cenas que vive diariamente confirmam sua visão. Ao sair para caminhar rezando o Santo Rosário há alguns anos, um homem deteve seu automóvel para perguntar-lhe o que fazia. "Estou pescando", respondeu o sacerdote. "E você acaba de ser pescado". O Padre Carney manteve a comunicação com o homem, de quem o sacerdote espera se converta ao catolicismo.

O sacerdote serve como capelão do Mosteiro das Beneditinas de Maria, Rainha dos Apóstolos, e realiza suas caminhadas quando cumpre seus deveres. Apesar de sua presença tenha despertado dúvidas em outros sacerdotes, a eficácia de seu ministério lhe abriu as portas entre seus colegas presbíteros. O Padre Evan Harkins, pároco de St. James em St. Joseph, Missouri, explicou que sua presença complementa aos sacerdotes que devem focar-se em suas obrigações em paróquias e escolas. Ao sair para caminhar, o sacerdote "baixa a velocidade e assim vê, fala e ora com aqueles que o sacerdote paroquial normalmente não tem oportunidade de encontrar-se". Além disso, graças a sua batina, "sua presença nas ruas é uma imagem visível, ou um ícone da Igreja, e da Igreja em St. Joseph em particular".

O Padre Carney escreveu um livro com histórias de seu ministério sob o título de "Walking the Road to God" (Caminhando o caminho a Deus). Sua experiência lhe motiva a convidar aos sacerdotes a ampliar seu trabalho apostólico com um meio tão simples como sair para caminhar em oração. "Rezar o Santo Rosário nas ruas não é algo do qual os sacerdotes deveriam ter medo", indicou. "Terá grandes benefícios espirituais em nossas próprias vidas e em nossas paróquias. É também outra forma na qual podemos imitar a Nosso Senhor, que nunca montou a cavalo mas caminhou". (EPC)

Loading
Sacerdote dos EUA realiza Caminho de Santiago de batina e descobre oportunidade de evangelização

Saint Joseph - Estados Unidos (Segunda-feira, 17-04-2017, Gaudium Press) Observar ao Padre Lawrence Carney caminhar pelas ruas de Saint Joseph e outras cidades de Missouri, Estados Unidos, pode recordar as fotografias dos sacerdotes da primeira metade do século XX. Com batina, chapéu e um grande crucifixo, o sacerdote se destaca notavelmente entre o povoado local e motiva a curiosidade de numerosas pessoas que se aproximam dele para conversar, recebendo um primeiro contato com a Fé Católica. "É o que fez Nosso Senhor", explicou o presbítero segundo informou 'Our Sunday Visitor'. "Muitas pessoas me vem e lhes move o vir a mim e falar".

Sacerdote dos EUA realiza Caminho de Santiago de batina e descobre oportunidade de evangelização.jpg

Mas a particular estratégia do sacerdote não se iniciou em seu país, mas na Espanha, onde teve a oportunidade de realizar a peregrinação completa do Caminho de Santiago a pé, um percurso de 32 dias de duração ao longo de todo o país desde a fronteira com a França até seu extremo ocidental na Galícia. A particularidade de sua peregrinação, feita a cada ano por milhares de fiéis, é que descartou empregar roupa esportiva e em seu lugar vestiu a batina tradicional. O resultado: ter podido falar de Deus com mais de mil pessoas que se aproximaram para perguntar-lhe por seu traje.

"Há algo misterioso na batina que atua como um imã, atraindo as pessoas até você", comentou o Padre Carney a 'Our Sunday Visitor'. "É um sacramental que tem uma bênção especial que o traje não tem". As cenas que vive diariamente confirmam sua visão. Ao sair para caminhar rezando o Santo Rosário há alguns anos, um homem deteve seu automóvel para perguntar-lhe o que fazia. "Estou pescando", respondeu o sacerdote. "E você acaba de ser pescado". O Padre Carney manteve a comunicação com o homem, de quem o sacerdote espera se converta ao catolicismo.

O sacerdote serve como capelão do Mosteiro das Beneditinas de Maria, Rainha dos Apóstolos, e realiza suas caminhadas quando cumpre seus deveres. Apesar de sua presença tenha despertado dúvidas em outros sacerdotes, a eficácia de seu ministério lhe abriu as portas entre seus colegas presbíteros. O Padre Evan Harkins, pároco de St. James em St. Joseph, Missouri, explicou que sua presença complementa aos sacerdotes que devem focar-se em suas obrigações em paróquias e escolas. Ao sair para caminhar, o sacerdote "baixa a velocidade e assim vê, fala e ora com aqueles que o sacerdote paroquial normalmente não tem oportunidade de encontrar-se". Além disso, graças a sua batina, "sua presença nas ruas é uma imagem visível, ou um ícone da Igreja, e da Igreja em St. Joseph em particular".

O Padre Carney escreveu um livro com histórias de seu ministério sob o título de "Walking the Road to God" (Caminhando o caminho a Deus). Sua experiência lhe motiva a convidar aos sacerdotes a ampliar seu trabalho apostólico com um meio tão simples como sair para caminhar em oração. "Rezar o Santo Rosário nas ruas não é algo do qual os sacerdotes deveriam ter medo", indicou. "Terá grandes benefícios espirituais em nossas próprias vidas e em nossas paróquias. É também outra forma na qual podemos imitar a Nosso Senhor, que nunca montou a cavalo mas caminhou". (EPC)


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Em 2018, o registro de pessoas que se reconheciam católicas era de 15.483, 534 a mais em relação ...
 
A notícia foi transmitida pelo diretor interino da Sala de Imprensa da Santa Sé, Alessandro Gisott ...
 
A festa litúrgica será no dia 20, com celebrações no Santuário de Fátima e feriado n Brasil. ...
 
O número supera a estimativa dos organizadores, que era de 50 mil fiéis. ...
 
Em uma solene Eucaristia foi sagrado na Diocese de Chimoio, Manica, o novo Bispo Auxiliar de Maputo, ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading