Loading
 
 
 
Loading
 
Guardas Suíços: novos recrutas, novo modelo de treinamento militar
Loading
 
3 de Maio de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do Vaticano (Quarta-feira, 03-05-2017, Gaudium Press) No próximo dia seis de maio, quarenta novos recrutas da Guarda Suíça estarão prestando juramento de fidelidade à Igreja e ao Papa.

 Guardas Suíços novos recrutas, novo modelo de treinamento militar.jpg
Foto: Gustavo Kralj/Gaudium Press

A Guarda Suíça é responsável pela segurança do Santo Padre e no dia seis de maio é a data em que é relembrada a morte de 147 soldados suíços que defendiam o Sumo Pontífice durante o Saque de Roma, em 1527.

A cerimônia deste ano terá como hóspede o Cantão de Obvalden, o que marca a ligação da Guarda Suíça com a terra de proveniência.

Neste ano de 2017 também são festejados os seis séculos do nascimento de São Nicolau de Flüe, um dos Santos Padroeiros dos Guardas do Papa. Ele é originário, exatamente, do Cantão de Obvalden.

Novo modelo de treinamento

Uma nota distribuída pelo serviço de informação do menor exército do mundo, o "exército do Papa", dá conta de que na Cerimônia do dia 6, estrão fazendo seus juramentos os primeiros guardas que completaram o treinamento seguindo um novo modelo de formação, que incluiu um mês de intensa e dura preparação no Centro de Formação da Polícia do Cantão Ticino, na Suíça.

A nova formação dos recrutas é uma adaptação aos desafios dos novos tempos. Os tempos atuais trazem um desafio, exigem uma preparação sempre maior dos responsáveis pela segurança, que passou a ser uma prioridade pra todo corpo de guarda.

Proteção discreta e eficaz

A pedido do Papa Francisco, a proteção é discreta, mas eficaz. Está distante de ser uma simples memória, um folclore ligado a uma bela tradição.

"Depois dos atentados de Paris e Bruxelas há a necessidade de guardas com uma formação profissional", declarou há já algumas semanas para a mídia suíça o Comandante do Corpo da Guarda do Papa, Christoph Graf.

Além das técnicas normais de segurança, os novos recrutas são treinados em procedimentos de primeiros-socorros e combate a incêndios.

A escolha por uma formação mais profissional responde às necessidades de uma época em que o estar alerta ao terrorismo atingem os mais altos níveis. A segurança do Papa e do Vaticano também trabalha em contato com a Polícia e os serviços de inteligência italianos. (JSG)

Loading
Guardas Suíços: novos recrutas, novo modelo de treinamento militar

Cidade do Vaticano (Quarta-feira, 03-05-2017, Gaudium Press) No próximo dia seis de maio, quarenta novos recrutas da Guarda Suíça estarão prestando juramento de fidelidade à Igreja e ao Papa.

 Guardas Suíços novos recrutas, novo modelo de treinamento militar.jpg
Foto: Gustavo Kralj/Gaudium Press

A Guarda Suíça é responsável pela segurança do Santo Padre e no dia seis de maio é a data em que é relembrada a morte de 147 soldados suíços que defendiam o Sumo Pontífice durante o Saque de Roma, em 1527.

A cerimônia deste ano terá como hóspede o Cantão de Obvalden, o que marca a ligação da Guarda Suíça com a terra de proveniência.

Neste ano de 2017 também são festejados os seis séculos do nascimento de São Nicolau de Flüe, um dos Santos Padroeiros dos Guardas do Papa. Ele é originário, exatamente, do Cantão de Obvalden.

Novo modelo de treinamento

Uma nota distribuída pelo serviço de informação do menor exército do mundo, o "exército do Papa", dá conta de que na Cerimônia do dia 6, estrão fazendo seus juramentos os primeiros guardas que completaram o treinamento seguindo um novo modelo de formação, que incluiu um mês de intensa e dura preparação no Centro de Formação da Polícia do Cantão Ticino, na Suíça.

A nova formação dos recrutas é uma adaptação aos desafios dos novos tempos. Os tempos atuais trazem um desafio, exigem uma preparação sempre maior dos responsáveis pela segurança, que passou a ser uma prioridade pra todo corpo de guarda.

Proteção discreta e eficaz

A pedido do Papa Francisco, a proteção é discreta, mas eficaz. Está distante de ser uma simples memória, um folclore ligado a uma bela tradição.

"Depois dos atentados de Paris e Bruxelas há a necessidade de guardas com uma formação profissional", declarou há já algumas semanas para a mídia suíça o Comandante do Corpo da Guarda do Papa, Christoph Graf.

Além das técnicas normais de segurança, os novos recrutas são treinados em procedimentos de primeiros-socorros e combate a incêndios.

A escolha por uma formação mais profissional responde às necessidades de uma época em que o estar alerta ao terrorismo atingem os mais altos níveis. A segurança do Papa e do Vaticano também trabalha em contato com a Polícia e os serviços de inteligência italianos. (JSG)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/86976-Guardas-Suicos--novos-recrutas--novo-modelo-de-treinamento-militar. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Dom Armando Bucciol lembra que a história da festa tem origem a partir do Concílio de Éfeso (451) ...
 
Na mensagem, o Papa Francisco dirige-se em particular aos jovens, que tem Santo Estanislau por padro ...
 
Numerosos jovens e crianças trajando alvas se reuniram na Catedral de Concepción, Chile, para cele ...
 
O novo Substituto para Assuntos Gerais da Secretaria de Estado é Dom Edgar Peña Parra, atual Núnc ...
 
Junto com a peça os visitantes podem assistir a um vídeo com os testemunhos das pessoas que partic ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading