Loading
 
 
 
Loading
 
Exposição “Salve Maria” será inaugurada na Igreja de Vidro, no Rio de Janeiro
Loading
 
12 de Maio de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Rio de Janeiro (Sexta-feira, 12-05-2017, Gaudium Press) A Paróquia São José da Lagoa, conhecida como a Igreja de Vidro, no bairro da Lagoa, Rio de Janeiro, recebe a exposição "Salve Maria", de autoria do pintor Marco Velasquez. O trabalho resultante de uma pesquisa de mais de quatro anos por países do continente americano poderá ser apreciado pelo público de graça a partir deste sábado, 13 de maio, às 16h, quando será feita a abertura oficial da mostra com a presença do pároco do templo e curador, Padre Omar.

Exposição Salve Maria será inaugurada na Igreja de Vidro, no Rio de Janeiro.jpg

Em "Salve Maria", o artista apresenta uma releitura da Última Ceia, pintada em 1498, por Leonardo Da Vinci, em que, ao invés da presença dos 12 apóstolos repartindo o pão com Jesus, há doze representações de Nossa Senhora, padroeiras de países das Américas.

O intuito principal da exposição, que fica em cartaz até 31 de julho próximo, é reconstruir um dos momentos bíblicos mais relevantes dentro da cultura cristã a fim de enfatizar a união dos povos, colocando em destaque o amor incondicional da Mãe de Jesus.

A obra completa (acrílica sobre tela, técnica mista - 1,31m x 10,50m) é composta por 13 quadros cada (131cm x 91cm), sendo uma imagem central do Sagrado Coração de Jesus perfilada por 12 imagens de Maria. A imagem sacra, historicamente pintada dentro de cânones de representação, principalmente após os adventos técnicos e matemáticos característicos da Renascença, é repensada por meio de técnicas oriundas das experimentações modernistas.

A invocação de cada imagem feita pelo artista tem características dos locais nos quais os milagres e aparições ocorreram. Segundo Marco Velasquez, o nome "Salve Maria" surgiu como uma luz após um momento de meditação. "Essa foi a saudação do Anjo Gabriel à Virgem Maria, quando anunciou que ela seria a Mãe do Salvador. O conceito de uma ‘Santa Ceia' de ‘Marias' é potente por si só: amplifica a mensagem de amor incondicional do feminino. É uma homenagem à Mãe do meu Mestre, a minha Mãe e a todas as Mães", destacou.

O pároco da Igreja de São José da Lagoa, Padre Omar, acredita que a exposição é uma grande homenagem da Zona Sul carioca ao Ano Mariano. "É um presente para o Rio termos um trabalho tão bonito neste ano em que comemoramos o centenário da aparição de Nossa Senhora de Fátima, em Portugal, e também os 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida", declarou. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações Arquidiocese do Rio de Janeiro

Loading
Exposição “Salve Maria” será inaugurada na Igreja de Vidro, no Rio de Janeiro

Rio de Janeiro (Sexta-feira, 12-05-2017, Gaudium Press) A Paróquia São José da Lagoa, conhecida como a Igreja de Vidro, no bairro da Lagoa, Rio de Janeiro, recebe a exposição "Salve Maria", de autoria do pintor Marco Velasquez. O trabalho resultante de uma pesquisa de mais de quatro anos por países do continente americano poderá ser apreciado pelo público de graça a partir deste sábado, 13 de maio, às 16h, quando será feita a abertura oficial da mostra com a presença do pároco do templo e curador, Padre Omar.

Exposição Salve Maria será inaugurada na Igreja de Vidro, no Rio de Janeiro.jpg

Em "Salve Maria", o artista apresenta uma releitura da Última Ceia, pintada em 1498, por Leonardo Da Vinci, em que, ao invés da presença dos 12 apóstolos repartindo o pão com Jesus, há doze representações de Nossa Senhora, padroeiras de países das Américas.

O intuito principal da exposição, que fica em cartaz até 31 de julho próximo, é reconstruir um dos momentos bíblicos mais relevantes dentro da cultura cristã a fim de enfatizar a união dos povos, colocando em destaque o amor incondicional da Mãe de Jesus.

A obra completa (acrílica sobre tela, técnica mista - 1,31m x 10,50m) é composta por 13 quadros cada (131cm x 91cm), sendo uma imagem central do Sagrado Coração de Jesus perfilada por 12 imagens de Maria. A imagem sacra, historicamente pintada dentro de cânones de representação, principalmente após os adventos técnicos e matemáticos característicos da Renascença, é repensada por meio de técnicas oriundas das experimentações modernistas.

A invocação de cada imagem feita pelo artista tem características dos locais nos quais os milagres e aparições ocorreram. Segundo Marco Velasquez, o nome "Salve Maria" surgiu como uma luz após um momento de meditação. "Essa foi a saudação do Anjo Gabriel à Virgem Maria, quando anunciou que ela seria a Mãe do Salvador. O conceito de uma ‘Santa Ceia' de ‘Marias' é potente por si só: amplifica a mensagem de amor incondicional do feminino. É uma homenagem à Mãe do meu Mestre, a minha Mãe e a todas as Mães", destacou.

O pároco da Igreja de São José da Lagoa, Padre Omar, acredita que a exposição é uma grande homenagem da Zona Sul carioca ao Ano Mariano. "É um presente para o Rio termos um trabalho tão bonito neste ano em que comemoramos o centenário da aparição de Nossa Senhora de Fátima, em Portugal, e também os 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida", declarou. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações Arquidiocese do Rio de Janeiro


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

A Celebração Eucarística foi presidida pelo Arcebispo de Buenos Aires, Cardeal Mario Poli, e foi ...
 
“Sempre é o Espírito Santo quem suscita os carismas para a Igreja e para a humanidade”, afirma ...
 
Para celebrar a data, o Arcebispo de Maputo, Dom Francisco Chimoio, presidiu uma Santa Missa que con ...
 
O intuito do encontro era o de explicar a natureza do Canto Litúrgico da Missa a partir da teologia ...
 
O encontro, que se encontra em sua nona edição, segue o tema: “O Evangelho da Família, alegria ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading