Loading
 
 
 
Loading
 
Brasil tem três novos Bispos Auxiliares
Loading
 
8 de Junho de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do Vaticano (Quinta-feira, 08-06-2017, Gaudium Press) - A Santa Sé anunciou a nomeação de três novos Bispos para o Brasil.

Foram contempladas dioceses das cidades do Rio de Janeiro e Curitiba, no Estado do Paraná.

Arquidiocese do Rio de Janeiro

O Papa nomeou para o Rio de Janeiro o Pe. Juarez Delorto Secco.

Dom Juarez Delorto, até agora, pertencia ao clero da Diocese de Cachoeiro de Itapemirim (ES) e será Bispo Auxiliar do Rio.

Pe. Juarez Delorto Secco nasceu em 4 de julho de 1970 em Cachoeiro de Itapemirim. Antes de entrar para a vida religiosa, ele bacharelou-se em Direito e exerceu a profissão de advogado especializado em Direito Civil.
Seus estudos de Filosofia e Teologia foram realizados no Instituto da Arquidiocese de Vitória especializando-se em Direito Canônico. Ele ordenou-se sacerdote em 10 de março de 2001, incardinando-se na Diocese de Cachoeiro de Itapemirim, onde foi pároco, coordenador diocesano da pastoral vocacional; Membro do Conselho Presbiteral e do Colégio dos Consultores.

Dom Juarez, atualmente, é pároco da Catedral; Chanceler da Cúria; Vice-Reitor do Seminário Maior; Professor da Escola Diaconal; Juiz do Tribunal Eclesiástico da Arquidiocese de Vitória e Coordenador regional de Pastoral.

 Bispos_nomeados_7-06.jpg
Pe. Juarez Delorto Secco, Pe. Francisco Cota de Oliveira
e Pe. Amilton Manoel da Silva


Dois Novos Bispos Auxiliares para Curitiba

Para a Arquidiocese de Curitiba, o Papa Francisco nomeou dois Bispos Auxiliares: Padre Francisco Cota de Oliveira, veio do clero da Diocese de Divinópolis (MG) e Padre Amilton Manoel da Silva, pertence à Congregação da Paixão de Jesus Cristo, os passionistas.

Pe. Francisco Cota de Oliveira nasceu em 5 de agosto de 1969 na pequena cidade de Onça do Pitangui, na diocese de Divinópolis, em Minas Gerais. Cursou Filosofia na Pontifícia Universidade Católica em Belo Horizonte (1992-1994) e estudou Teologia no Instituto "Dom João Rezende Costa" (1995-1998), de Belo Horizonte. Foi ordenado sacerdote em 1° de agosto de 1999, incardinando-se na diocese de Divinópolis. Em Divinópolis foi vigário paroquial, pároco e administrador paroquial.

Dom Francisco Cota exerceu outras funções na Diocese, entre elas, foi Assessor diocesano da Pastoral juvenil; Professor no Seminário Propedêutico e de Teologia, para leigos; Promotor de Justiça do Tribunal Eclesiástico diocesano; Membro do Conselho Econômico diocesano.
Atualmente, ele é pároco de "Nossa Senhora do Pilar" em Pitangui (MG).

Curitiba recebeu também outro Bispo Auxiliar: Padre Amilton Manoel da Silva.
Ele nasceu em 2 de março de 1963, em Osvaldo Cruz, na Diocese de Marília (SP)

Seus estudos foram realizados em Curitiba, onde cursou Filosofia na Universidade Federal do Paraná e em São Paulo onde cursou Teologia, no Instituto de Teologia de São Paulo-ITESP (1997-2000). Sua profissão religiosa foi emitida em janeiro de 1997 quando tornou-se Membro da Congregação da Paixão de Jesus Cristo (Passionistas). Sua ordenação presbiteral foi em 17 de dezembro de 2000. Atualmente, Dom Amilton Silva é pároco de "São Paulo da Cruz" na Arquidiocese de São Paulo.

Dentro de sua Congregação, pode desempenhar várias funções e encargos, de mestre de noviços até Superior Provincial da Província Passionista do Calvário, com sede em São Paulo (2013-2016). Ele foi Assessor da Conferência dos Religiosos do Brasil, pregador de exercícios espirituais e vigário paroquial em Colombo e Ponta Grossa, no Paraná. (JSG)

Loading
Brasil tem três novos Bispos Auxiliares

Cidade do Vaticano (Quinta-feira, 08-06-2017, Gaudium Press) - A Santa Sé anunciou a nomeação de três novos Bispos para o Brasil.

Foram contempladas dioceses das cidades do Rio de Janeiro e Curitiba, no Estado do Paraná.

Arquidiocese do Rio de Janeiro

O Papa nomeou para o Rio de Janeiro o Pe. Juarez Delorto Secco.

Dom Juarez Delorto, até agora, pertencia ao clero da Diocese de Cachoeiro de Itapemirim (ES) e será Bispo Auxiliar do Rio.

Pe. Juarez Delorto Secco nasceu em 4 de julho de 1970 em Cachoeiro de Itapemirim. Antes de entrar para a vida religiosa, ele bacharelou-se em Direito e exerceu a profissão de advogado especializado em Direito Civil.
Seus estudos de Filosofia e Teologia foram realizados no Instituto da Arquidiocese de Vitória especializando-se em Direito Canônico. Ele ordenou-se sacerdote em 10 de março de 2001, incardinando-se na Diocese de Cachoeiro de Itapemirim, onde foi pároco, coordenador diocesano da pastoral vocacional; Membro do Conselho Presbiteral e do Colégio dos Consultores.

Dom Juarez, atualmente, é pároco da Catedral; Chanceler da Cúria; Vice-Reitor do Seminário Maior; Professor da Escola Diaconal; Juiz do Tribunal Eclesiástico da Arquidiocese de Vitória e Coordenador regional de Pastoral.

 Bispos_nomeados_7-06.jpg
Pe. Juarez Delorto Secco, Pe. Francisco Cota de Oliveira
e Pe. Amilton Manoel da Silva


Dois Novos Bispos Auxiliares para Curitiba

Para a Arquidiocese de Curitiba, o Papa Francisco nomeou dois Bispos Auxiliares: Padre Francisco Cota de Oliveira, veio do clero da Diocese de Divinópolis (MG) e Padre Amilton Manoel da Silva, pertence à Congregação da Paixão de Jesus Cristo, os passionistas.

Pe. Francisco Cota de Oliveira nasceu em 5 de agosto de 1969 na pequena cidade de Onça do Pitangui, na diocese de Divinópolis, em Minas Gerais. Cursou Filosofia na Pontifícia Universidade Católica em Belo Horizonte (1992-1994) e estudou Teologia no Instituto "Dom João Rezende Costa" (1995-1998), de Belo Horizonte. Foi ordenado sacerdote em 1° de agosto de 1999, incardinando-se na diocese de Divinópolis. Em Divinópolis foi vigário paroquial, pároco e administrador paroquial.

Dom Francisco Cota exerceu outras funções na Diocese, entre elas, foi Assessor diocesano da Pastoral juvenil; Professor no Seminário Propedêutico e de Teologia, para leigos; Promotor de Justiça do Tribunal Eclesiástico diocesano; Membro do Conselho Econômico diocesano.
Atualmente, ele é pároco de "Nossa Senhora do Pilar" em Pitangui (MG).

Curitiba recebeu também outro Bispo Auxiliar: Padre Amilton Manoel da Silva.
Ele nasceu em 2 de março de 1963, em Osvaldo Cruz, na Diocese de Marília (SP)

Seus estudos foram realizados em Curitiba, onde cursou Filosofia na Universidade Federal do Paraná e em São Paulo onde cursou Teologia, no Instituto de Teologia de São Paulo-ITESP (1997-2000). Sua profissão religiosa foi emitida em janeiro de 1997 quando tornou-se Membro da Congregação da Paixão de Jesus Cristo (Passionistas). Sua ordenação presbiteral foi em 17 de dezembro de 2000. Atualmente, Dom Amilton Silva é pároco de "São Paulo da Cruz" na Arquidiocese de São Paulo.

Dentro de sua Congregação, pode desempenhar várias funções e encargos, de mestre de noviços até Superior Provincial da Província Passionista do Calvário, com sede em São Paulo (2013-2016). Ele foi Assessor da Conferência dos Religiosos do Brasil, pregador de exercícios espirituais e vigário paroquial em Colombo e Ponta Grossa, no Paraná. (JSG)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/87816-Brasil-tem-tres-novos-Bispos-Auxiliares. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Segundo o purpurado, “um cristão não pode deixar de ser alegre, otimista, e ter uma concepção ...
 
Igreja indiana na linha de frente nas horas dramáticas, quando o Estado de Kerala sofre violentas c ...
 
O Encontro Mundial das Famílias será realizado entre os dias 22 a 26 de agosto na Irlanda. ...
 
O Padre Pedro Pablo Garín, Vigário da Vida Consagrada, presidiu a Missa. ...
 
Um monge sonhou com uma imagem de Nossa Senhora que estava enterrada no alto de uma montanha de dif ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading