Loading
 
 
 
Loading
 
Os fiéis não devem compartilhar notícias falsas nas redes sociais, exortam Bispos das Filipinas
Loading
 
26 de Junho de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Manila - Filipinas (Segunda-feira, 26-06-2017, Gaudium Press) Através de uma Exortação Pastoral intitulada "Consagra-os na Verdade", a Conferência de Bispos Católicos das Filipinas fez um chamado aos fiéis católicos do país a colocar um basta à difusão de notícias falsas nas redes sociais. Os prelados recordaram que "o cristão não pode fazer parte da falsidade, o engano e as mentiras".

Os fiéis não devem compartilhar notícias falsas nas redes sociais, exortam Bispos das Filipinas.jpg

O tema da verdade é de grande importância nos Evangelhos, expuseram os prelados, que recordaram que Jesus orou e pediu que seus discípulos foram consagrados na verdade: "Nós, a nação filipina, somos parte da comunidade de discípulos por quem Ele orou". Os Bispos recordaram que a verdade é objetiva e que quando se negam fatos reais, se cai no erro ou na mentira, se se tem a intenção de enganar.

"O dever de falar com a verdade é uma demanda tão elementar da moralidade e da boa ordem social que dificilmente pode ser reduzida a preceitos mais elementares", expuseram os prelados. "É quase tão fundamental como o primeiro princípio de toda moralidade: 'fazer o bem, evitar o mal'". Se as pessoas se enganam umas as outras seria impossível manter a convivência humana e a informação precisa é necessária para a tomada decisões adequadas.

A difusão de notícias falsas "engendram decisões erradas que muitas vezes têm desastrosas consequências a longo prazo para as pessoas e as comunidades", alertou a Conferência Episcopal, que denunciou que isto já acontece nas Filipinas. A informação confiável é protegida pelos meios de comunicação, as instituições educativas e as editoras, mas se encontra ameaçada nos meios sociais onde abundam informações falsas e confusas. "Isto é mais fundamentalmente, um pecado contra a caridade porque impede as pessoas de tomas boas e adequadas decisões e os induz em seu lugar a decisões erradas".

Os Bispos concluíram sua Exortação enunciando quatro princípios básicos sobre este tema. Os católicos estão obrigados por sua Fé a abster-se de popularizar e apoiar as fontes de "fatos alternativos", além de refutar a falsidade enquanto a identificam em dados e fatos reportados. Os fiéis não podem prover este tipo de conteúdos nem disseminá-los nas redes sociais ou outras formas de expressão e ainda devem identificar as fontes das notícias falsas para alertar aos seus irmãos sobre a impossibilidade de fiar-se dessa informação. "Nós, seus Bispos nos unimos a Jesus em sua oração para que todos sejamos consagrados na verdade, porque a Palavra do Senhor é a verdade", concluíram. (EPC)

Loading
Os fiéis não devem compartilhar notícias falsas nas redes sociais, exortam Bispos das Filipinas

Manila - Filipinas (Segunda-feira, 26-06-2017, Gaudium Press) Através de uma Exortação Pastoral intitulada "Consagra-os na Verdade", a Conferência de Bispos Católicos das Filipinas fez um chamado aos fiéis católicos do país a colocar um basta à difusão de notícias falsas nas redes sociais. Os prelados recordaram que "o cristão não pode fazer parte da falsidade, o engano e as mentiras".

Os fiéis não devem compartilhar notícias falsas nas redes sociais, exortam Bispos das Filipinas.jpg

O tema da verdade é de grande importância nos Evangelhos, expuseram os prelados, que recordaram que Jesus orou e pediu que seus discípulos foram consagrados na verdade: "Nós, a nação filipina, somos parte da comunidade de discípulos por quem Ele orou". Os Bispos recordaram que a verdade é objetiva e que quando se negam fatos reais, se cai no erro ou na mentira, se se tem a intenção de enganar.

"O dever de falar com a verdade é uma demanda tão elementar da moralidade e da boa ordem social que dificilmente pode ser reduzida a preceitos mais elementares", expuseram os prelados. "É quase tão fundamental como o primeiro princípio de toda moralidade: 'fazer o bem, evitar o mal'". Se as pessoas se enganam umas as outras seria impossível manter a convivência humana e a informação precisa é necessária para a tomada decisões adequadas.

A difusão de notícias falsas "engendram decisões erradas que muitas vezes têm desastrosas consequências a longo prazo para as pessoas e as comunidades", alertou a Conferência Episcopal, que denunciou que isto já acontece nas Filipinas. A informação confiável é protegida pelos meios de comunicação, as instituições educativas e as editoras, mas se encontra ameaçada nos meios sociais onde abundam informações falsas e confusas. "Isto é mais fundamentalmente, um pecado contra a caridade porque impede as pessoas de tomas boas e adequadas decisões e os induz em seu lugar a decisões erradas".

Os Bispos concluíram sua Exortação enunciando quatro princípios básicos sobre este tema. Os católicos estão obrigados por sua Fé a abster-se de popularizar e apoiar as fontes de "fatos alternativos", além de refutar a falsidade enquanto a identificam em dados e fatos reportados. Os fiéis não podem prover este tipo de conteúdos nem disseminá-los nas redes sociais ou outras formas de expressão e ainda devem identificar as fontes das notícias falsas para alertar aos seus irmãos sobre a impossibilidade de fiar-se dessa informação. "Nós, seus Bispos nos unimos a Jesus em sua oração para que todos sejamos consagrados na verdade, porque a Palavra do Senhor é a verdade", concluíram. (EPC)


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O evento, que seguiu o lema “Não temas Maria, pois encontras-te graça diante de Deus”, foi con ...
 
“A capela de adoração é uma iniciativa do Senhor para que tivéssemos um lugar adequado para or ...
 
Conforme o purpurado, Deus não escolhe os capacitados, mas capacita os escolhidos. ...
 
Criada em 27 de maio de 1998 pelo Papa João Paulo II, o bispado de Criciúma foi desmembrado da Dio ...
 
O sucesso vocacional do sacerdote depende das orações dos fiéis, afirma arcebispo de Malanje, no ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading