Loading
 
 
 
Loading
 
O cientista que indaga nos milagres eucarísticos
Loading
 
28 de Junho de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do México - México (Quarta-feira, 28-06-2017, Gaudium Press) Ricardo Castañón é conhecido no mundo inteiro como um sério cientista, mas sobretudo como aquele que teve contato direto com algumas manifestações eucarísticas que ultrapassam o conhecimento humano. Desde a Fé, o seminário da Arquidiocese do México, refere algumas das etapas de sua vida.

O cientista que indaga nos milagres eucarísticos.jpg

Conta Castañón que em 1999, e sendo um não crente, o pedido do Arcebispo de Buenos Aires Dom Jorge Mario Bergoglio, "realizou a primeira análise científica de uma Hóstia consagrada, da qual emanava uma substância avermelhada; concluiu a investigação até o ano 2006, comprovando que a substância era sangue humana, mesma que continha glóbulos brancos intactos e músculo de coração 'vivo', miocárdio ventrículo esquerdo; 'cabe assinalar que o caso ainda não se denominou milagre, mas sinal, e a hóstia permanece exposta no altar da Paróquia de Santa Maria de Buenos Aires'".

Entretanto, se refere o neurofisiólogo que há um "milagre", assim declarado pela autoridade diocesana. O fato ocorreu em Tixtla, Chilpancingo, quando começou a emanar sangue de uma hóstia consagrada em 2013: "Aqui confirmamos que o tipo de sangue é AB, o mesmo encontrado no Santo Sudário de Turim e no Milagre Eucarístico de Lanciano. Encontramos tecido vivo, assim como um glóbulo branco ativo, enquanto a que está tratando de reparar uma lesão presente no tecido descoberto, aspecto que se apresenta, por exemplo, em um coração depois de um infarto".

Desde 1999, Castañón aprofundou em 15 casos de 'milagres eucarísticos'. "Cada série de minhas investigações se repete em três laboratórios de distintas nações, e as variáveis controladas são muitas: sangue, ADN, glóbulos brancos, glóbulos vermelhos, tecido humano, hemoglobina e outras; posso dizer que, a partir do ponto de vista científico, meus informes finais são cem por cento confiáveis".

Os fatos que testemunha são verdadeiramente surpreendentes: "Como se poderia obter sangue, sem osso e medula óssea? Como se poderia obter músculo de um coração vivo e glóbulos brancos de um pedacinho de pão? Como se poderia obter hemoglobina, uma substância sujeita a mecanismos bioquímicos complexos e a um programa genético inicial? Tenho visto empalidecer cientistas ateus ao constatar que assim é, que há coisas que não se podem compreender sem uma perspectiva que vai além da razão natural".

Atualmente estuda um caso ocorrido no final do ano passado, no qual parece ser sangue em Vinho consagrado. Quando tenha resultados concluintes, os dará a conhecer. "Somente desejo dizer que o fato de comprovar que nas efusões que apresentam estas hóstias consagradas se identifica sangue fresco e tecido vivo, me impacta, me fascina, toca o mais íntimo do ser. Em cada Comunhão vêm à mente a frase de Jesus: 'O pão que eu darei é minha carne'. Participo ad Eucaristia cada dia, e quando comungo meu pensamento é: "Receberei a Cristo, o mesmo que esteve nos braços de Maria, Aquele que caminhou com seus Apóstolos, o Filho vivo de Deus vivo, que morreu e ressuscitou e está à direita do Pai". (EPC)

Loading
O cientista que indaga nos milagres eucarísticos

Cidade do México - México (Quarta-feira, 28-06-2017, Gaudium Press) Ricardo Castañón é conhecido no mundo inteiro como um sério cientista, mas sobretudo como aquele que teve contato direto com algumas manifestações eucarísticas que ultrapassam o conhecimento humano. Desde a Fé, o seminário da Arquidiocese do México, refere algumas das etapas de sua vida.

O cientista que indaga nos milagres eucarísticos.jpg

Conta Castañón que em 1999, e sendo um não crente, o pedido do Arcebispo de Buenos Aires Dom Jorge Mario Bergoglio, "realizou a primeira análise científica de uma Hóstia consagrada, da qual emanava uma substância avermelhada; concluiu a investigação até o ano 2006, comprovando que a substância era sangue humana, mesma que continha glóbulos brancos intactos e músculo de coração 'vivo', miocárdio ventrículo esquerdo; 'cabe assinalar que o caso ainda não se denominou milagre, mas sinal, e a hóstia permanece exposta no altar da Paróquia de Santa Maria de Buenos Aires'".

Entretanto, se refere o neurofisiólogo que há um "milagre", assim declarado pela autoridade diocesana. O fato ocorreu em Tixtla, Chilpancingo, quando começou a emanar sangue de uma hóstia consagrada em 2013: "Aqui confirmamos que o tipo de sangue é AB, o mesmo encontrado no Santo Sudário de Turim e no Milagre Eucarístico de Lanciano. Encontramos tecido vivo, assim como um glóbulo branco ativo, enquanto a que está tratando de reparar uma lesão presente no tecido descoberto, aspecto que se apresenta, por exemplo, em um coração depois de um infarto".

Desde 1999, Castañón aprofundou em 15 casos de 'milagres eucarísticos'. "Cada série de minhas investigações se repete em três laboratórios de distintas nações, e as variáveis controladas são muitas: sangue, ADN, glóbulos brancos, glóbulos vermelhos, tecido humano, hemoglobina e outras; posso dizer que, a partir do ponto de vista científico, meus informes finais são cem por cento confiáveis".

Os fatos que testemunha são verdadeiramente surpreendentes: "Como se poderia obter sangue, sem osso e medula óssea? Como se poderia obter músculo de um coração vivo e glóbulos brancos de um pedacinho de pão? Como se poderia obter hemoglobina, uma substância sujeita a mecanismos bioquímicos complexos e a um programa genético inicial? Tenho visto empalidecer cientistas ateus ao constatar que assim é, que há coisas que não se podem compreender sem uma perspectiva que vai além da razão natural".

Atualmente estuda um caso ocorrido no final do ano passado, no qual parece ser sangue em Vinho consagrado. Quando tenha resultados concluintes, os dará a conhecer. "Somente desejo dizer que o fato de comprovar que nas efusões que apresentam estas hóstias consagradas se identifica sangue fresco e tecido vivo, me impacta, me fascina, toca o mais íntimo do ser. Em cada Comunhão vêm à mente a frase de Jesus: 'O pão que eu darei é minha carne'. Participo ad Eucaristia cada dia, e quando comungo meu pensamento é: "Receberei a Cristo, o mesmo que esteve nos braços de Maria, Aquele que caminhou com seus Apóstolos, o Filho vivo de Deus vivo, que morreu e ressuscitou e está à direita do Pai". (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/88215-O-cientista-que-indaga-nos-milagres-eucaristicos. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Segundo o purpurado, “um cristão não pode deixar de ser alegre, otimista, e ter uma concepção ...
 
Igreja indiana na linha de frente nas horas dramáticas, quando o Estado de Kerala sofre violentas c ...
 
O Encontro Mundial das Famílias será realizado entre os dias 22 a 26 de agosto na Irlanda. ...
 
O Padre Pedro Pablo Garín, Vigário da Vida Consagrada, presidiu a Missa. ...
 
Um monge sonhou com uma imagem de Nossa Senhora que estava enterrada no alto de uma montanha de dif ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading