Loading
 
 
 
Loading
 
Procissão fluvial de São Pedro atrai milhares de devotos no Amazonas
Loading
 
3 de Julho de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Manaus - Amazonas (Segunda-feira, 03-07-2017, Gaudium Press) A procissão de São Pedro na capital amazonense de Manaus acontece há 68 anos.

Procissão fluvial de São Pedro atrai milhares de devotos no Amazonas.jpg

Na edição de 2017, os festejos e a alegria de milhares de devotos fizeram valer a tradição desta celebração litúrgica realizada no Norte do país.

Inspirada no tema "Com São Pedro seguimos Jesus", a festividade, assim como nos anos anteriores, foi dividida em caminhada terrestre e procissão fluvial, sendo encerrada com a missa solene de São Pedro e São Paulo na Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, no bairro Educandos.

O bispo auxiliar Dom Tadeu Canavarro presidiu a missa ao lado do pároco, Padre Amarildo Luciano, e do capelão naval, Padre Antônio Souza.

A concentração dos fiéis aconteceu na frente da própria igreja e, de lá, deu-se início a primeira parte da procissão terrestre, com o público caminhando em direção a feira da panair.

O embarque foi realizado no terminal pesqueiro, no qual aproximadamente 800 devotos do Santo Pescador de homens adentaram na balsa para, assim, iniciarem a procissão fluvial.

Durante todo o percurso, mais de 50 embarcações, de pequeno e grande porte, acompanhavam a balsa com os devotos entoando cânticos e orações.

"Essa é uma procissão muito conhecida, onde já tivemos até a presença de um Santo, pois o Papa João Paulo II, quando visitou Manaus, também participou da procissão fluvial de São Pedro. Daqui bênçãos são derramadas sobre os rios, de onde nós colhemos nossos pecados. Por isso pedimos as bênçãos de Deus sobre os pescadores e sobre todos nós", disse o Padre Amarildo, um dos organizadores da festa.

Ao chegarem em terra firme, todos os fiéis desembarcaram e seguiram para a segunda parte da procissão terrestre.

"Essa procissão gera muita apreensão e exige muitos cuidados, pois lidamos com vidas humanas e, se em terra já se exige atenção, nas águas ainda mais. Mas tudo foi bem organizado para garantir a proteção de todas as pessoas que saíram de suas casas para rezar em paz e segurança. Agradecemos à Marinha do Brasil, ao Corpo de Bombeiros, à Polícia Militar, ao SAMU, a Capitania dos Portos e todos os órgãos que nos ajudaram para que essa procissão fosse uma benção", comentou o Padre Amarildo.

No retorno, os devotos da que estavam na balsa se juntaram aos outros que esperavam para seguir em procissão terrestre, conduzida por Dom Tadeu Canavarro até a celebração que teve lugar na Igreja dedicada a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

"Durante toda a procissão, vimos vários trechos da Bíblia que narram as atitudes de Pedro que, embora suas fragilidades, amou Jesus ao ponto de se tornar um verdadeiro discípulo e missionário (...) hoje nós fizemos este caminho, nós seguimos o filho do carpinteiro, assim como Pedro e Paulo", lembrou o bispo em um dos trechos de sua homilia.

Após a benção final, os milhares de fiéis prestaram suas homenagens ao Santo. No total, foram mais de quatro horas divididas entre procissões e missas. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações CNBB

Loading
Procissão fluvial de São Pedro atrai milhares de devotos no Amazonas

Manaus - Amazonas (Segunda-feira, 03-07-2017, Gaudium Press) A procissão de São Pedro na capital amazonense de Manaus acontece há 68 anos.

Procissão fluvial de São Pedro atrai milhares de devotos no Amazonas.jpg

Na edição de 2017, os festejos e a alegria de milhares de devotos fizeram valer a tradição desta celebração litúrgica realizada no Norte do país.

Inspirada no tema "Com São Pedro seguimos Jesus", a festividade, assim como nos anos anteriores, foi dividida em caminhada terrestre e procissão fluvial, sendo encerrada com a missa solene de São Pedro e São Paulo na Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, no bairro Educandos.

O bispo auxiliar Dom Tadeu Canavarro presidiu a missa ao lado do pároco, Padre Amarildo Luciano, e do capelão naval, Padre Antônio Souza.

A concentração dos fiéis aconteceu na frente da própria igreja e, de lá, deu-se início a primeira parte da procissão terrestre, com o público caminhando em direção a feira da panair.

O embarque foi realizado no terminal pesqueiro, no qual aproximadamente 800 devotos do Santo Pescador de homens adentaram na balsa para, assim, iniciarem a procissão fluvial.

Durante todo o percurso, mais de 50 embarcações, de pequeno e grande porte, acompanhavam a balsa com os devotos entoando cânticos e orações.

"Essa é uma procissão muito conhecida, onde já tivemos até a presença de um Santo, pois o Papa João Paulo II, quando visitou Manaus, também participou da procissão fluvial de São Pedro. Daqui bênçãos são derramadas sobre os rios, de onde nós colhemos nossos pecados. Por isso pedimos as bênçãos de Deus sobre os pescadores e sobre todos nós", disse o Padre Amarildo, um dos organizadores da festa.

Ao chegarem em terra firme, todos os fiéis desembarcaram e seguiram para a segunda parte da procissão terrestre.

"Essa procissão gera muita apreensão e exige muitos cuidados, pois lidamos com vidas humanas e, se em terra já se exige atenção, nas águas ainda mais. Mas tudo foi bem organizado para garantir a proteção de todas as pessoas que saíram de suas casas para rezar em paz e segurança. Agradecemos à Marinha do Brasil, ao Corpo de Bombeiros, à Polícia Militar, ao SAMU, a Capitania dos Portos e todos os órgãos que nos ajudaram para que essa procissão fosse uma benção", comentou o Padre Amarildo.

No retorno, os devotos da que estavam na balsa se juntaram aos outros que esperavam para seguir em procissão terrestre, conduzida por Dom Tadeu Canavarro até a celebração que teve lugar na Igreja dedicada a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

"Durante toda a procissão, vimos vários trechos da Bíblia que narram as atitudes de Pedro que, embora suas fragilidades, amou Jesus ao ponto de se tornar um verdadeiro discípulo e missionário (...) hoje nós fizemos este caminho, nós seguimos o filho do carpinteiro, assim como Pedro e Paulo", lembrou o bispo em um dos trechos de sua homilia.

Após a benção final, os milhares de fiéis prestaram suas homenagens ao Santo. No total, foram mais de quatro horas divididas entre procissões e missas. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações CNBB

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/88331-Procissao-fluvial-de-Sao-Pedro-atrai-milhares-de-devotos-no-Amazonas. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

No Sermão da Montanha, o Divino Mestre, além de ensinar o Pai-Nosso, mostrou a necessidade da ora ...
 
Jovem de pouco mais de vinte anos: preferiu ser morta antes que renunciar à sua castidade. ...
 
Afirma São Tomás de Aqui¬no que o homem tem toda a liberdade para a prática do bem, mas não, ev ...
 
A presença de uma colônia de italianos, à qual pertencem numerosos pescadores, possibilita essa e ...
 
O evento é organizado pela Congregação de Missionárias de Maria Imaculada e Santa Catarina de Se ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading