Loading
 
 
 
Loading
 
Custódia da Terra Santa celebra Solenidade do Preciosíssimo Sangue de Jesus Cristo
Loading
 
5 de Julho de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Jerusalém - Israel (Quarta-feira, 05-07-2017, Gaudium Press) A Basílica de Getsemani, em Jerusalém, acolheu a celebração da solenidade do Preciosíssimo Sangue de Jesus Cristo, que começa com o símbolo de deixar cair pétalas vermelhas sobre a rocha preservada no templo, imagem das gotas de sangue que suou Jesus horas antes do início de sua dolorosa Paixão.

Custódia da Terra Santa celebra Solenidade do Preciosíssimo Sangue de Jesus Cristo.jpg

A celebração foi realizada pela Custódia da Terra Santa e presidida pelo Custódio Padre Francesco Patton. "Não somos sequer capazes de imaginar a prova que passa Jesus Cristo no momento em que sente que seu cálice, quer dizer, sua vocação e sua missão, atravessam as experiências mais obscuras de nossa existência humana: a solidão, o abandono, o fracasso, o sofrimento físico e interior, a ladainha de Deus, a morte violenta, dolorosa, injusta", pregou o Custódio. "É o Sangue Preciosíssimo de Jesus Cristo, quer dizer, sua vida entregue por amor infinito, o que nos liberta da morte, fazendo-nos passar através dela".

O guardião da Fraternidade de Getsemani, Frei Benito José Choque, explicou a origem desta festa de grande significado para os crentes em Jerusalém. "Antes do Concílio se celebravam de forma separada a festa do Corpus Domini e o Sangue de Jesus Cristo. Após o Concílio se uniram em uma só, mas aqui seguimos celebrando o do Preciosíssimo Sangue porque estamos no lugar onde Cristo verteu seu sangue", expôs ao informativo da Custódia da Terra Santa. "Nesta missa pedimos também o dom da paz para a Terra Santa, terra de Jesus e nossa terra".

Os fiéis congregados para a Eucaristia veneraram a rocha localizada sob o altar da Basílica, em união com a oração de Jesus Cristo neste mesmo lugar há mais de 2000 anos. "Essa rocha é testemunho, memória viva de seu Sangue. Ao derramar-se, o sangue de Jesus redime à humanidade. É um grande presente", expressou o Diretor do eremitorio do Getsemani, Frei Diego Dalla Gassa. "Celebrar esta solenidade hoje aqui significa celebrar o mistério da redenção". (EPC)

Loading
Custódia da Terra Santa celebra Solenidade do Preciosíssimo Sangue de Jesus Cristo

Jerusalém - Israel (Quarta-feira, 05-07-2017, Gaudium Press) A Basílica de Getsemani, em Jerusalém, acolheu a celebração da solenidade do Preciosíssimo Sangue de Jesus Cristo, que começa com o símbolo de deixar cair pétalas vermelhas sobre a rocha preservada no templo, imagem das gotas de sangue que suou Jesus horas antes do início de sua dolorosa Paixão.

Custódia da Terra Santa celebra Solenidade do Preciosíssimo Sangue de Jesus Cristo.jpg

A celebração foi realizada pela Custódia da Terra Santa e presidida pelo Custódio Padre Francesco Patton. "Não somos sequer capazes de imaginar a prova que passa Jesus Cristo no momento em que sente que seu cálice, quer dizer, sua vocação e sua missão, atravessam as experiências mais obscuras de nossa existência humana: a solidão, o abandono, o fracasso, o sofrimento físico e interior, a ladainha de Deus, a morte violenta, dolorosa, injusta", pregou o Custódio. "É o Sangue Preciosíssimo de Jesus Cristo, quer dizer, sua vida entregue por amor infinito, o que nos liberta da morte, fazendo-nos passar através dela".

O guardião da Fraternidade de Getsemani, Frei Benito José Choque, explicou a origem desta festa de grande significado para os crentes em Jerusalém. "Antes do Concílio se celebravam de forma separada a festa do Corpus Domini e o Sangue de Jesus Cristo. Após o Concílio se uniram em uma só, mas aqui seguimos celebrando o do Preciosíssimo Sangue porque estamos no lugar onde Cristo verteu seu sangue", expôs ao informativo da Custódia da Terra Santa. "Nesta missa pedimos também o dom da paz para a Terra Santa, terra de Jesus e nossa terra".

Os fiéis congregados para a Eucaristia veneraram a rocha localizada sob o altar da Basílica, em união com a oração de Jesus Cristo neste mesmo lugar há mais de 2000 anos. "Essa rocha é testemunho, memória viva de seu Sangue. Ao derramar-se, o sangue de Jesus redime à humanidade. É um grande presente", expressou o Diretor do eremitorio do Getsemani, Frei Diego Dalla Gassa. "Celebrar esta solenidade hoje aqui significa celebrar o mistério da redenção". (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/88377-Custodia-da-Terra-Santa-celebra-Solenidade-do-Preciosissimo-Sangue-de-Jesus-Cristo. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Segundo o purpurado, “um cristão não pode deixar de ser alegre, otimista, e ter uma concepção ...
 
Igreja indiana na linha de frente nas horas dramáticas, quando o Estado de Kerala sofre violentas c ...
 
O Encontro Mundial das Famílias será realizado entre os dias 22 a 26 de agosto na Irlanda. ...
 
O Padre Pedro Pablo Garín, Vigário da Vida Consagrada, presidiu a Missa. ...
 
Um monge sonhou com uma imagem de Nossa Senhora que estava enterrada no alto de uma montanha de dif ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading