Loading
 
 
 
Loading
 
“Cristianizaremos a Nigéria”, afirma o Cardeal Onaiyekan
Loading
 
6 de Julho de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Abuja - Nigéria (Quinta-feira, 06-07-2017, Gaudium Press) O Arcebispo de Abuja, Nigéria, Cardeal John Onaiyekan, fez um chamado a um maior compromisso dos católicos na evangelização como a resposta adequada a desafios como o avanço de grupos extremistas. O purpurado recordou que "a resposta não é queixar-se e chorar: ponha-se de pé como um homem e cristianize a Nigéria".

Cristianizaremos a Nigéria, afirma o Cardeal Onaiyekan.jpg

O Cardeal assegurou que apesar da perseguição não há forma de que alguém obrigue que um fiel renuncie a Fé a menos de que este crente o permita. "Enquanto você não estiver pronto para colocar-se de pé e carregar a Cruz, você está em risco de perder sua Fé", alertou o Arcebispo. "Se você não quer perder sua ascensão por causa de Cristo, você não é digno de ser um cristão".

A dura chamada do Cardeal Onaiyekan concluiu com alguns conselhos sobre a forma como se pode levar a cabo o objetivo evangelizador. "Você não cristianiza a nação ficando parado e buscando sua prosperidade ou benefícios materiais", indicou. "Você cristianiza a nação se você está pronto para defender a verdade, pregar o Evangelho, carregar a Cruz e seguir ao Senhor Jesus".

Nigéria é um estado secular no qual a maioria da povoação (até 67%) são cristãos e mais de 19 milhões de habitantes são batizados católicos (mais de 10% da povoação total). O segundo grupo religioso corresponde aos muçulmanos, com cerca de 33% dos habitantes. No entanto, o código penal da Sharia se aplica em alguns estados do norte do país e esta região foi vítima de ataques por parte do grupo radical Boko Haram e posteriormente por grupos de nômades Fulani. (EPC)

Loading
“Cristianizaremos a Nigéria”, afirma o Cardeal Onaiyekan

Abuja - Nigéria (Quinta-feira, 06-07-2017, Gaudium Press) O Arcebispo de Abuja, Nigéria, Cardeal John Onaiyekan, fez um chamado a um maior compromisso dos católicos na evangelização como a resposta adequada a desafios como o avanço de grupos extremistas. O purpurado recordou que "a resposta não é queixar-se e chorar: ponha-se de pé como um homem e cristianize a Nigéria".

Cristianizaremos a Nigéria, afirma o Cardeal Onaiyekan.jpg

O Cardeal assegurou que apesar da perseguição não há forma de que alguém obrigue que um fiel renuncie a Fé a menos de que este crente o permita. "Enquanto você não estiver pronto para colocar-se de pé e carregar a Cruz, você está em risco de perder sua Fé", alertou o Arcebispo. "Se você não quer perder sua ascensão por causa de Cristo, você não é digno de ser um cristão".

A dura chamada do Cardeal Onaiyekan concluiu com alguns conselhos sobre a forma como se pode levar a cabo o objetivo evangelizador. "Você não cristianiza a nação ficando parado e buscando sua prosperidade ou benefícios materiais", indicou. "Você cristianiza a nação se você está pronto para defender a verdade, pregar o Evangelho, carregar a Cruz e seguir ao Senhor Jesus".

Nigéria é um estado secular no qual a maioria da povoação (até 67%) são cristãos e mais de 19 milhões de habitantes são batizados católicos (mais de 10% da povoação total). O segundo grupo religioso corresponde aos muçulmanos, com cerca de 33% dos habitantes. No entanto, o código penal da Sharia se aplica em alguns estados do norte do país e esta região foi vítima de ataques por parte do grupo radical Boko Haram e posteriormente por grupos de nômades Fulani. (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/88403--ldquo-Cristianizaremos-a-Nigeria-rdquo---afirma-o-Cardeal-Onaiyekan. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

A iniciativa de oração pretende unir milhares de pessoas ao redor do mundo para rezar pela paz, re ...
 
A notícia foi conhecida por meio de um edito assinado pelo Cardeal Angelo de Donatis. ...
 
Para Dom Orani Tempesta, a fortaleza para superar as várias dificuldades e situações foi uma das ...
 
Segundo o bispo de Imperatriz (MA), a Jornada nos ensina que a Igreja precisa aprender a trabalhar a ...
 
A prefeita de Roma, Virginia Raggi, assegurou que as moedas coletadas em outras fontes da capital it ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading