Loading
 
 
 
Loading
 
Sacerdotes sequestrados no Congo: Bispos pedem imediata libertação
Loading
 
19 de Julho de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Kinshasa - Congo (Quarta-feira, 19-07-2017, Gaudium Press) Façam todo o possível para libertar os Padres Pierre Akilimali e Charles Kipasa, foi o pedido que fez a Conferência Episcopal do Congo (CENCO) às forças de segurança do país.

Os dois sacerdotes foram sequestrados entre a noite de domingo e segunda-feira na Paróquia de Notre-dame des Anges, de Bunyuka, Diocese de Beni-Butembo, no Norte-Kivu.

O comunicado da CENCO foi divulgado pela emissora católica local Radio Okaçi. No documento, a Conferência Episcopal denuncia o clima de insegurança na região, recordando ao mesmo tempo às autoridades congolesas o dever de que elas têm de "garantir a segurança das pessoas e de seus bens".

Três Sacerdotes Sequestrados em 2012: Não há Notícias Deles

Sacerdotes sequestrados no Congo Bispos pedem imediata libertação.jpg

A bem objetiva nota da CENCO ainda recorda às autoridades que, desde outubro de 2012 não se tem notícias dos três padres assuncionistas - Jean-Pierre Ndulani, Anselme Wasikundi e Edmond Bamutute - que, após serem sequestrados, desapareceram e deles não se tem nenhuma notícia.

O sequestro desses sacerdotes deu-se na igreja de Notre-Dame des Pauvres di Mbau, na mesma paróquia em que trabalhavam, situada a 22 quilómetros de Beni.

O comunicado foi assinado pelo Arcebispo de Kisangani e atual Presidente da CENCO que afirma:

"Os padres são homens de Deus que consagram a sua vida pelo bem da população, sem uma agenda política. Fazer mal a eles, significa atingir toda a comunidade onde servem", sublinha o arcebispo.

Missão Pastoral Interrompida

Também uma outra firme condenação do sequestro foi feita pelo Bispo de Butembo-Beni, Dom Melchisedec Sikuli Paluku.
Em sua mensagem divulgada na última segunda-feira, Dom Milchisedec pediu a imediata libertação dos sacerdotes "para que eles possam completar a sua missão pastoral".

Segundo se informa a FIDES, os religiosos foram sequestrados por cerca de dez homens armados, vestindo roupas militares, depois de realizarem um ataque às casas que forma a paróquia à paróquia.

Os homens agrediram alguns seminaristas que prestavam serviço na paróquia e ainda roubaram dois automóveis e duas motos utilizadas pelos sacerdotes em seu trabalho. Os automóveis foram encontrados mais tarde, nas proximidades do Parque Nacional de Virunga. (JSG)

Loading
Sacerdotes sequestrados no Congo: Bispos pedem imediata libertação

Kinshasa - Congo (Quarta-feira, 19-07-2017, Gaudium Press) Façam todo o possível para libertar os Padres Pierre Akilimali e Charles Kipasa, foi o pedido que fez a Conferência Episcopal do Congo (CENCO) às forças de segurança do país.

Os dois sacerdotes foram sequestrados entre a noite de domingo e segunda-feira na Paróquia de Notre-dame des Anges, de Bunyuka, Diocese de Beni-Butembo, no Norte-Kivu.

O comunicado da CENCO foi divulgado pela emissora católica local Radio Okaçi. No documento, a Conferência Episcopal denuncia o clima de insegurança na região, recordando ao mesmo tempo às autoridades congolesas o dever de que elas têm de "garantir a segurança das pessoas e de seus bens".

Três Sacerdotes Sequestrados em 2012: Não há Notícias Deles

Sacerdotes sequestrados no Congo Bispos pedem imediata libertação.jpg

A bem objetiva nota da CENCO ainda recorda às autoridades que, desde outubro de 2012 não se tem notícias dos três padres assuncionistas - Jean-Pierre Ndulani, Anselme Wasikundi e Edmond Bamutute - que, após serem sequestrados, desapareceram e deles não se tem nenhuma notícia.

O sequestro desses sacerdotes deu-se na igreja de Notre-Dame des Pauvres di Mbau, na mesma paróquia em que trabalhavam, situada a 22 quilómetros de Beni.

O comunicado foi assinado pelo Arcebispo de Kisangani e atual Presidente da CENCO que afirma:

"Os padres são homens de Deus que consagram a sua vida pelo bem da população, sem uma agenda política. Fazer mal a eles, significa atingir toda a comunidade onde servem", sublinha o arcebispo.

Missão Pastoral Interrompida

Também uma outra firme condenação do sequestro foi feita pelo Bispo de Butembo-Beni, Dom Melchisedec Sikuli Paluku.
Em sua mensagem divulgada na última segunda-feira, Dom Milchisedec pediu a imediata libertação dos sacerdotes "para que eles possam completar a sua missão pastoral".

Segundo se informa a FIDES, os religiosos foram sequestrados por cerca de dez homens armados, vestindo roupas militares, depois de realizarem um ataque às casas que forma a paróquia à paróquia.

Os homens agrediram alguns seminaristas que prestavam serviço na paróquia e ainda roubaram dois automóveis e duas motos utilizadas pelos sacerdotes em seu trabalho. Os automóveis foram encontrados mais tarde, nas proximidades do Parque Nacional de Virunga. (JSG)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/88696-Sacerdotes-sequestrados-no-Congo--Bispos-pedem-imediata-libertacao. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

A iniciativa de oração pretende unir milhares de pessoas ao redor do mundo para rezar pela paz, re ...
 
A notícia foi conhecida por meio de um edito assinado pelo Cardeal Angelo de Donatis. ...
 
Para Dom Orani Tempesta, a fortaleza para superar as várias dificuldades e situações foi uma das ...
 
Segundo o bispo de Imperatriz (MA), a Jornada nos ensina que a Igreja precisa aprender a trabalhar a ...
 
A prefeita de Roma, Virginia Raggi, assegurou que as moedas coletadas em outras fontes da capital it ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading