Loading
 
 
 
Loading
 
Cardeal Parolin presidirá a Missa de encerramento pelos 800 anos do Perdão de Assis
Loading
 
21 de Julho de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Assis - Itália (Sexta-feira, 21-07-2017, Gaudium Press) O Cardeal Pietro Parolin, Secretário de Estado Vaticano, presidirá a Missa de Encerramento pelos 800 anos do "Perdão de Assis". A celebração ocorrerá no dia 02 de agosto na Basílica de Santa Maria dos Anjos.

Os frades franciscanos presentes na região da Umbria, em Assis, divulgaram em seu website o cronograma oficial das atividades de encerramento do 800° aniversário do "Perdão de Assis".

Nos dias 29 a 31 de julho será realizado um Tríduo de preparação que será compartilhado pelos ministros gerais dos três ramos masculinos da Ordem. Já no dia 1º de agosto, o Ministro Geral da Ordem dos Frades Menores, Padre Michael Perry, presidirá a Missa de Abertura da festa do "Perdão de Assis". Em seguida será realizada uma procissão com velas e uma vigília de oração.

Cardeal Parolin presidirá a Missa de encerramento pelos 800 anos do Perdão de Assis.jpg

Além da Missa presidida pelo Cardeal Parolin, no dia 02 de agosto chegarão à Porciúncula milhares de jovens que participarão da 37° Marcha Franciscana, que seguirá o lema "Um passo além". Ainda nesse dia haverá um concerto musical oferecido pela Gendarmería Vaticana. Os organizadores do evento esperam que nesse dia, assim como ocorre todo ano, milhares de peregrinos visitem Assis.

Perdão de Assis

A tradição franciscana do "Perdão de Assis" tem sua origem há oito séculos. No ano de 1216, quando São Francisco de Assis se encontrava em fervorosa oração na pequena igreja da Porciúncula, de maneira surpreendente se iluminou o lugar e sobre o altar apareceu Jesus junto com a Virgem Maria.

Nesse momento Jesus perguntou a São Francisco se desejava alguma graça especial para salvar as almas. Sem duvidar, o Santo pediu que Ele concedesse uma generosa indulgência para todo aquele que visitar a Porciúncula. Nosso Senhor concedeu a São Francisco este presente com a condição de que ele o pedisse também ao Papa. Com obediência o Frade Francisco acudiu a Honório III que concedeu a Indulgência.

No dia 02 de agosto desse ano os sete Bispos da Umbria consagraram a pequena capela da Porciúncula e São Francisco anunciou a todos o grande presente do céu com a conhecida expressão: "Irmãos meus quero mandá-los a todos ao Paraíso".

Desde então a festa ocorre anualmente, começando na manhã do dia 1º de agosto e terminando ao cair da tarde do dia 02, dias nos quais a Indulgência é concedida aos peregrinos da Porciúncula e aos fiéis que visitem qualquer Igreja franciscana no mundo. (EPC)

Com informações da ACI Prensa

Loading
Cardeal Parolin presidirá a Missa de encerramento pelos 800 anos do Perdão de Assis

Assis - Itália (Sexta-feira, 21-07-2017, Gaudium Press) O Cardeal Pietro Parolin, Secretário de Estado Vaticano, presidirá a Missa de Encerramento pelos 800 anos do "Perdão de Assis". A celebração ocorrerá no dia 02 de agosto na Basílica de Santa Maria dos Anjos.

Os frades franciscanos presentes na região da Umbria, em Assis, divulgaram em seu website o cronograma oficial das atividades de encerramento do 800° aniversário do "Perdão de Assis".

Nos dias 29 a 31 de julho será realizado um Tríduo de preparação que será compartilhado pelos ministros gerais dos três ramos masculinos da Ordem. Já no dia 1º de agosto, o Ministro Geral da Ordem dos Frades Menores, Padre Michael Perry, presidirá a Missa de Abertura da festa do "Perdão de Assis". Em seguida será realizada uma procissão com velas e uma vigília de oração.

Cardeal Parolin presidirá a Missa de encerramento pelos 800 anos do Perdão de Assis.jpg

Além da Missa presidida pelo Cardeal Parolin, no dia 02 de agosto chegarão à Porciúncula milhares de jovens que participarão da 37° Marcha Franciscana, que seguirá o lema "Um passo além". Ainda nesse dia haverá um concerto musical oferecido pela Gendarmería Vaticana. Os organizadores do evento esperam que nesse dia, assim como ocorre todo ano, milhares de peregrinos visitem Assis.

Perdão de Assis

A tradição franciscana do "Perdão de Assis" tem sua origem há oito séculos. No ano de 1216, quando São Francisco de Assis se encontrava em fervorosa oração na pequena igreja da Porciúncula, de maneira surpreendente se iluminou o lugar e sobre o altar apareceu Jesus junto com a Virgem Maria.

Nesse momento Jesus perguntou a São Francisco se desejava alguma graça especial para salvar as almas. Sem duvidar, o Santo pediu que Ele concedesse uma generosa indulgência para todo aquele que visitar a Porciúncula. Nosso Senhor concedeu a São Francisco este presente com a condição de que ele o pedisse também ao Papa. Com obediência o Frade Francisco acudiu a Honório III que concedeu a Indulgência.

No dia 02 de agosto desse ano os sete Bispos da Umbria consagraram a pequena capela da Porciúncula e São Francisco anunciou a todos o grande presente do céu com a conhecida expressão: "Irmãos meus quero mandá-los a todos ao Paraíso".

Desde então a festa ocorre anualmente, começando na manhã do dia 1º de agosto e terminando ao cair da tarde do dia 02, dias nos quais a Indulgência é concedida aos peregrinos da Porciúncula e aos fiéis que visitem qualquer Igreja franciscana no mundo. (EPC)

Com informações da ACI Prensa

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/88721-Cardeal-Parolin-presidira-a-Missa-de-encerramento-pelos-800-anos-do-Perdao-de-Assis. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Junto com a peça os visitantes podem assistir a um vídeo com os testemunhos das pessoas que partic ...
 
“A mensagem de Fátima continua a desafiar a uma atitude de oferta da própria vida a Deus e aos ...
 
As celebrações seguiram o lema: “Com Lourenço servidor, do povo protetor, escutamos e anunciamo ...
 
Bispos da Igreja Caldeia Católica apelaram para o fim da guerra na Síria e em todo o Médio Orient ...
 
“A lei que penaliza o aborto provocado está a serviço de um valor altíssimo, que é a vida do n ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading