Loading
 
 
 
Loading
 
Papa reza pelo pequeno Charlie Gard, condenado a morrer
Loading
 
25 de Julho de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do Vaticano (Terça-feira, 25-07-2017, Gaudium Press) Em uma mensagem, o porta-voz do Vaticano, Greg Burke anunciou à imprensa que "O Papa Francisco está rezando por Charlie e pelos seus pais e sente-se particularmente próximo deles neste momento de imenso sofrimento. O Santo Padre pede para nos unirmos em oração para que possam encontrar a consolação e o amor de Deus".

Papa reza pelo pequeno Charlie Gard, condenado a morrer.png

A manifestação de Francisco surge depois da divulgação da notícia de que os pais do pequeno Charlie terem renunciado ao pedido que tinham feito de levar o bebê para os Estados Unidos onde poderia ser submetido a tratamentos experimentais na tentativa de curar sua enfermidade.

Segundo Burke, o Papa manifestou sua solidariedade aos pais de Charlie Gard, que se preparam para a morte do bebé inglês, de 11 meses, após uma longa batalha judicial sobre o tratamento a lhe ser ministrado.

Isso ocorre após o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos ter dado razão aos médicos especialistas que defendem o desligamento dos aparelhos que sustentam e mantém a vida daquela frágil e tão vulnerável criatura humana.

"O Santo Padre pede que nos unamos em oração para que possam encontrar a consolação e o amor de Deus", disse Burke, porta voz do Vaticano.

Charlie Gard e seu drama

O bebé Charlie Gard sofre de uma doença degenerativa que o impede de respirar sozinho. Seus pais Chris Gard e Connie Yates, que até há pouco lutavam para que seu filho pudesse continuar seu tratamento com os aparelhos que o sustentam com vida, decidiram a partir de agora passar "os últimos dias (de vida do bebê) juntos de Charlie que, infelizmente, não poderá completar o seu primeiro ano de vida, o que aconteceria dentro de duas semanas".

Os pais lamentam o tempo perdido em batalhas legais em volta do estado de saúde do seu bebé, cuja saúde se deteriorou de forma "irreversível".

Apoio e incentivo

Não faltaram apoio e incentivo aos pais de Charlie, fora dos tribunais ingleses.

Entre os especialistas que procuraram ajudar Charlie Gard encontravam-se responsáveis do Hospital Pediátrico ‘Bambino Gesù', da Santa Sé.

No final do mês de junho, o Papa havia deixado uma mensagem através da rede social Twitter: "Defender a vida humana, sobretudo quando está ferida pela doença, é um dever de amor que Deus confia a todos". (JSG)

Loading
Papa reza pelo pequeno Charlie Gard, condenado a morrer

Cidade do Vaticano (Terça-feira, 25-07-2017, Gaudium Press) Em uma mensagem, o porta-voz do Vaticano, Greg Burke anunciou à imprensa que "O Papa Francisco está rezando por Charlie e pelos seus pais e sente-se particularmente próximo deles neste momento de imenso sofrimento. O Santo Padre pede para nos unirmos em oração para que possam encontrar a consolação e o amor de Deus".

Papa reza pelo pequeno Charlie Gard, condenado a morrer.png

A manifestação de Francisco surge depois da divulgação da notícia de que os pais do pequeno Charlie terem renunciado ao pedido que tinham feito de levar o bebê para os Estados Unidos onde poderia ser submetido a tratamentos experimentais na tentativa de curar sua enfermidade.

Segundo Burke, o Papa manifestou sua solidariedade aos pais de Charlie Gard, que se preparam para a morte do bebé inglês, de 11 meses, após uma longa batalha judicial sobre o tratamento a lhe ser ministrado.

Isso ocorre após o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos ter dado razão aos médicos especialistas que defendem o desligamento dos aparelhos que sustentam e mantém a vida daquela frágil e tão vulnerável criatura humana.

"O Santo Padre pede que nos unamos em oração para que possam encontrar a consolação e o amor de Deus", disse Burke, porta voz do Vaticano.

Charlie Gard e seu drama

O bebé Charlie Gard sofre de uma doença degenerativa que o impede de respirar sozinho. Seus pais Chris Gard e Connie Yates, que até há pouco lutavam para que seu filho pudesse continuar seu tratamento com os aparelhos que o sustentam com vida, decidiram a partir de agora passar "os últimos dias (de vida do bebê) juntos de Charlie que, infelizmente, não poderá completar o seu primeiro ano de vida, o que aconteceria dentro de duas semanas".

Os pais lamentam o tempo perdido em batalhas legais em volta do estado de saúde do seu bebé, cuja saúde se deteriorou de forma "irreversível".

Apoio e incentivo

Não faltaram apoio e incentivo aos pais de Charlie, fora dos tribunais ingleses.

Entre os especialistas que procuraram ajudar Charlie Gard encontravam-se responsáveis do Hospital Pediátrico ‘Bambino Gesù', da Santa Sé.

No final do mês de junho, o Papa havia deixado uma mensagem através da rede social Twitter: "Defender a vida humana, sobretudo quando está ferida pela doença, é um dever de amor que Deus confia a todos". (JSG)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/88802-Papa-reza-pelo-pequeno-Charlie-Gard--condenado-a-morrer. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Junto com a peça os visitantes podem assistir a um vídeo com os testemunhos das pessoas que partic ...
 
“A mensagem de Fátima continua a desafiar a uma atitude de oferta da própria vida a Deus e aos ...
 
As celebrações seguiram o lema: “Com Lourenço servidor, do povo protetor, escutamos e anunciamo ...
 
Bispos da Igreja Caldeia Católica apelaram para o fim da guerra na Síria e em todo o Médio Orient ...
 
“A lei que penaliza o aborto provocado está a serviço de um valor altíssimo, que é a vida do n ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading