Loading
 
 
 
Loading
 
Ataques a católicos na Nigéria e República Centro Africana são crimes vergonhosos, diz Papa
Loading
 
9 de Agosto de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do Vaticano (Quarta-feira, 09-08-2017, Gaudium Press) No final da Audiência Geral desta quarta-feira, 09/08, e ainda antes de dirigir-se aos peregrinos italianos, o Papa Francisco deplorou e condenou os atos de violência contra os cristãos na Nigéria e na República Centro Africana.

Foram palavras do Papa:

Ataques a católicos na Nigéria e República Centro Africana são crimes vergonhosos, diz Papa.jpg

"Fiquei profundamente entristecido pela tragédia ocorrida no último domingo na Nigéria, dentro de uma igreja, onde foram mortas pessoas inocentes. E infelizmente esta manhã chegou a notícia de violências homicidas na República Centro Africana contra a comunidade cristã. Faço votos de que cesse toda a forma de ódio e de violência e não se repitam mais crimes assim vergonhosos, perpetrados em locais de culto, onde os fiéis se reúnem para rezar".

Pedido de Orações

"Pensemos nos nossos irmãos da Nigéria e da República Centro-Africana e rezemos por eles todos juntos...Ave Maria...", pediu Francisco.

O Pontífice recordou que, no último domingo, durante a celebração de uma Missa na Igreja de Saint Philips em Ozubulu, sudeste da Nigéria, alguns homens armados entraram no templo atrás de um "barão da droga".
Depois de tê-lo atingido, na fuga passaram a disparar contra os fiéis.

13 mortos, 26 feridos

Dom Hilary Paul Odili Okeke, bispo diocesano de Nnewi, informou que o número de mortos já chega a 13 e os feridos são mais de 26.

O Santo Padre, em um telegrama enviado na segunda-feira, declarou-se "profundamente entristecido ao tomar conhecimento da perda de vidas e dos ferimentos causados pelo violento ataque".

Francisco estende o seu sentido pesar a todos os fiéis da Diocese de Nnewi, em particular às famílias dos mortos e a todos aqueles que foram atingidos pela tragédia". (JSG)

(Da Redação Gaudium Press, com informações RV)

Loading
Ataques a católicos na Nigéria e República Centro Africana são crimes vergonhosos, diz Papa

Cidade do Vaticano (Quarta-feira, 09-08-2017, Gaudium Press) No final da Audiência Geral desta quarta-feira, 09/08, e ainda antes de dirigir-se aos peregrinos italianos, o Papa Francisco deplorou e condenou os atos de violência contra os cristãos na Nigéria e na República Centro Africana.

Foram palavras do Papa:

Ataques a católicos na Nigéria e República Centro Africana são crimes vergonhosos, diz Papa.jpg

"Fiquei profundamente entristecido pela tragédia ocorrida no último domingo na Nigéria, dentro de uma igreja, onde foram mortas pessoas inocentes. E infelizmente esta manhã chegou a notícia de violências homicidas na República Centro Africana contra a comunidade cristã. Faço votos de que cesse toda a forma de ódio e de violência e não se repitam mais crimes assim vergonhosos, perpetrados em locais de culto, onde os fiéis se reúnem para rezar".

Pedido de Orações

"Pensemos nos nossos irmãos da Nigéria e da República Centro-Africana e rezemos por eles todos juntos...Ave Maria...", pediu Francisco.

O Pontífice recordou que, no último domingo, durante a celebração de uma Missa na Igreja de Saint Philips em Ozubulu, sudeste da Nigéria, alguns homens armados entraram no templo atrás de um "barão da droga".
Depois de tê-lo atingido, na fuga passaram a disparar contra os fiéis.

13 mortos, 26 feridos

Dom Hilary Paul Odili Okeke, bispo diocesano de Nnewi, informou que o número de mortos já chega a 13 e os feridos são mais de 26.

O Santo Padre, em um telegrama enviado na segunda-feira, declarou-se "profundamente entristecido ao tomar conhecimento da perda de vidas e dos ferimentos causados pelo violento ataque".

Francisco estende o seu sentido pesar a todos os fiéis da Diocese de Nnewi, em particular às famílias dos mortos e a todos aqueles que foram atingidos pela tragédia". (JSG)

(Da Redação Gaudium Press, com informações RV)


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Este difícil trabalho foi qualificado pelo Diretor Internacional de Padroeiros das Artes nos Museus ...
 
As JMJ foram iniciadas por pelo Papa São João Paulo II que as instituiu em 1985. ...
 
No Recife, o templo localizado no bairro Casa Forte empossará no cargo Dom Limacêdo Antonio da Sil ...
 
O primeiro capítulo da série mostra o protocolo utilizado pela Guarda para acolher os chefes de Es ...
 
A iniciativa em memória do Padre Pelágio Sauter é celebrada juntamente com os Missionários Reden ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading