Loading
 
 
 
Loading
 
“Os pais certamente querem ver suas famílias unidas em paz”, diz o Cardeal Sérgio da Rocha
Loading
 
14 de Agosto de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Redação (Segunda-feira, 14-08-2017, Gaudium Press) Os presentes mais importantes que se podem oferecer aos pais não são aqueles que se compram em lojas, mas os que brotam do coração, entre eles, a gratidão, o carinho, o respeito e a convivência fraterna.

Essas foram as palavras de Dom Sérgio da Rocha, Arcebispo de Brasília e presidente da CNBB. O Cardeal, ao conceder uma entrevista ao portal da Conferência, afirmou que "os pais certamente querem ver suas famílias unidas em paz, com os filhos convivendo fraternalmente. Esse é o maior presente que nós podemos dar aos nossos pais nesse dia".

Ao relacionar o tema discutido com a Semana Nacional da Família, que ocorre de 13 a 19 de agosto inspirada na reflexão intitulada "Família, uma luz para a vida em sociedade", o Cardeal Rocha destacou:

"A semana da família é um momento especial de valorizar a missão de cada pai na família e ao mesmo tempo para valorizar a própria família. É importante acompanhar nossos pais conviver com eles como filhos que trazem no coração uma gratidão muito sincera ".

Padre, o pai espiritual

Sobre o Dia dos Pais, no qual os sacerdotes são considerados os pais espirituais dos fiéis, homens que tem a missão de gerar filhos para Deus, o Arcebispo de Palmas, no Tocantins, Dom Pedro Brito Guimarães, lembra que a palavra "padre" significa "pai".

Em seu mais recente artigo, Dom Pedro declara que não foi nenhum Concílio que definiu o padre com esta missão, e sim, o carinho, o capricho e o amor das comunidades eclesiais que chamou o sacerdote de pai.

"Deus escolhe um homem para se tornar padre para que ele se torne pai de uma multidão como as areias do mar e as estrelas do céu. O padre todo dia gera, no seu coração, amor, alegria e paz nos corações dos fiéis. O padre gera cotidianamente uma pessoa nova, uma comunidade nova, uma paróquia nova, uma igreja nova, uma sociedade nova, um novo céu e uma nova terra", escreve o bispo no artigo. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações CNBB

Loading
“Os pais certamente querem ver suas famílias unidas em paz”, diz o Cardeal Sérgio da Rocha

Redação (Segunda-feira, 14-08-2017, Gaudium Press) Os presentes mais importantes que se podem oferecer aos pais não são aqueles que se compram em lojas, mas os que brotam do coração, entre eles, a gratidão, o carinho, o respeito e a convivência fraterna.

Essas foram as palavras de Dom Sérgio da Rocha, Arcebispo de Brasília e presidente da CNBB. O Cardeal, ao conceder uma entrevista ao portal da Conferência, afirmou que "os pais certamente querem ver suas famílias unidas em paz, com os filhos convivendo fraternalmente. Esse é o maior presente que nós podemos dar aos nossos pais nesse dia".

Ao relacionar o tema discutido com a Semana Nacional da Família, que ocorre de 13 a 19 de agosto inspirada na reflexão intitulada "Família, uma luz para a vida em sociedade", o Cardeal Rocha destacou:

"A semana da família é um momento especial de valorizar a missão de cada pai na família e ao mesmo tempo para valorizar a própria família. É importante acompanhar nossos pais conviver com eles como filhos que trazem no coração uma gratidão muito sincera ".

Padre, o pai espiritual

Sobre o Dia dos Pais, no qual os sacerdotes são considerados os pais espirituais dos fiéis, homens que tem a missão de gerar filhos para Deus, o Arcebispo de Palmas, no Tocantins, Dom Pedro Brito Guimarães, lembra que a palavra "padre" significa "pai".

Em seu mais recente artigo, Dom Pedro declara que não foi nenhum Concílio que definiu o padre com esta missão, e sim, o carinho, o capricho e o amor das comunidades eclesiais que chamou o sacerdote de pai.

"Deus escolhe um homem para se tornar padre para que ele se torne pai de uma multidão como as areias do mar e as estrelas do céu. O padre todo dia gera, no seu coração, amor, alegria e paz nos corações dos fiéis. O padre gera cotidianamente uma pessoa nova, uma comunidade nova, uma paróquia nova, uma igreja nova, uma sociedade nova, um novo céu e uma nova terra", escreve o bispo no artigo. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações CNBB


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

A cerimônia foi presidida por Dom José Carlos de Oliveira, bispo emérito de Rubiataba, em Goiás. ...
 
100 anos se passaram, mas, em todo o mundo a Igreja o reverencia celebrando sua memória litúrgica. ...
 
Na mensagem, os prelados incentivam para que se trabalhe por “uma educação verdadeiramente human ...
 
O novo app funcionará durante as audiências gerais das quartas-feiras, ao ângelus do domingo na P ...
 
O edifício havia sido fechado em 1968, por conta da guerra entre Israel e Palestina, que converteu ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading