Loading
 
 
 
Loading
 
“A figura de Nossa Senhora é um modelo de vocação”, diz Arcebispo de Juiz de Fora
Loading
 
16 de Agosto de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Redação (Quarta-feira, 16-08-2017, Gaudium Press) O que significa vocação? Essa e outras perguntas foram respondidas por Dom Gil Antônio Moreira. Entrevistado pela Gaudium Press, o Arcebispo de Juiz de Fora, em Minas Gerais, lembrou que esta palavra significa propriamente um chamado de Deus.

A figura de Nossa Senhora é um modelo de vocação, diz Arcebispo de Juiz de Fora.jpg

"A própria palavra ‘vocação' vem do verbo ‘vocar' em latim, que significa ‘chamar'. Deus, nos seus mistérios, chama pessoas e as envia para alguma missão especial, segundo a Sua vontade, segundo os Seus critérios. Então, vocação é um chamado de Deus", afirmou.

Um dos primeiros passos que o escolhido deve fazer ao ser chamado para seguir uma vocação religiosa é dizer, prontamente, o "sim", além de entrar em oração, pedindo forças "para que possa ser aquilo que Deus dela espera".

Quando perguntado sobre como tem observado atualmente as vocações no Brasil, o prelado destacou: "as vocações no Brasil atualmente estão em alta no que diz respeito às vocações sacerdotais para o clero diocesano. Muitos rapazes procuram os seminários diocesanos para serem recebidos e se prepararem para o sacerdócio".

Segundo Dom Gil, as vocações religiosas masculinas também possuem bons número, entretanto, as vocações femininas para a vida de atividade pastoral estão menos favorecidas atualmente.

"Nós temos menos candidatas para os conventos das congregações históricas. Porém, ao mesmo tempo, muitas moças estão procurando a vida contemplativa - os mosteiros beneditinos, carmelitas e outros, em nosso país", analisou.

Ainda conforme o Arcebispo de Juiz de Fora, é possível dizer que, no Brasil, "há uma nova realidade com as novas comunidades que vão surgindo", o que "parece não faltar vocações", pois "há muitas pessoas que as procuram, sejam rapazes, moças, adultos, para a vida de consagração e até para o sacerdócio. Nessas novas comunidades têm surgido muitas vocações".

Sobre o Ano Nacional Mariano em alusão aos 300 anos do encontro da Imagem de Nossa Senhora Aparecida nas águas do rio Paraíba do Sul, Dom Gil lembrou que a Virgem Santíssima é uma das motivadoras para o crescimento das vocações religiosas no país.

Na opinião do prelado, "a figura de Nossa Senhora é um modelo de vocação", já que "Ela foi chamada ainda muito jovem para ser a mãe do Salvador. E, por isso, Maria é um modelo para nós. Ela é chamada, ela pergunta, ela recebe a resposta e ela assume a resposta que ela deu: ‘Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a Sua palavra'".

"Então, esses 300 anos do encontro da Imagem de Nossa Senhora Aparecida e os 100 anos das aparições de Nossa Senhora de Fátima, que estão estabelecendo o Ano Mariano no Brasil, certamente deverão funcionar como um estímulo vocacional entre os nossos jovens, porque ninguém pode olhar para as coisas de Deus e ficar inerte. Ninguém pode olhar para Maria e não ver nela também um modelo vocacional que desperta na pessoa algum sinal da vontade de Deus para servir e para ser santo", ressaltou.

Ao deixar uma mensagem aos vocacionados, o arcebispo expressou que seu desejo é para "que eles sejam perseverantes, descubram a sua verdadeira vocação, que não se enganem nela, mas tenham sempre o coração aberto para que Deus possa manifestar a sua vocação".

"Um detalhe muito importante na vocação é que ela deve ser confirmada pela Igreja. Às vezes, a pessoa pode estar iludida, pode pensar ter uma vocação e, na verdade, a sua vocação ser outra. Há um ditado que diz: ‘Não adianta dar a Deus uma coisa se Ele nos pede outra'. Mas como saber se a minha vocação é mesmo autêntica, se é para aquilo que eu estou imaginando, ou não? Aí vem a mediação da Igreja, é ela quem chama".

Reforçando suas palavras, Dom Gil acrescentou que "Deus dá a missão, dá a inspiração", mas o chamado vem através da mediação na Igreja.

"Então, se é esta a sua vocação, eu desejo que você persevere e seja um bom padre; ou, no caso das meninas, uma boa religiosa, uma boa monja, uma boa missionária; no caso dos leigos, um bom missionário, um bom servo de Deus no trabalho que Deus lhe confiar e que for confirmado pela Igreja local", declarou.

"Por fim, quero enviar uma grande bênção a todos os jovens, para que tenham o coração aberto para os chamados de Deus e a confirmação da Igreja. Que você seja sempre abençoado por Deus e se, de fato, ama a Deus, tem uma fé verdadeira, você verá a sua vocação com muita serenidade e, sobretudo, com muita fidelidade, e vai assumir aquilo que Deus espera de você e que a Igreja confirme em você. Deus os abençoe!", finalizou a entrevista.

Por Leandro Massoni Ilhéu

Loading
“A figura de Nossa Senhora é um modelo de vocação”, diz Arcebispo de Juiz de Fora

Redação (Quarta-feira, 16-08-2017, Gaudium Press) O que significa vocação? Essa e outras perguntas foram respondidas por Dom Gil Antônio Moreira. Entrevistado pela Gaudium Press, o Arcebispo de Juiz de Fora, em Minas Gerais, lembrou que esta palavra significa propriamente um chamado de Deus.

A figura de Nossa Senhora é um modelo de vocação, diz Arcebispo de Juiz de Fora.jpg

"A própria palavra ‘vocação' vem do verbo ‘vocar' em latim, que significa ‘chamar'. Deus, nos seus mistérios, chama pessoas e as envia para alguma missão especial, segundo a Sua vontade, segundo os Seus critérios. Então, vocação é um chamado de Deus", afirmou.

Um dos primeiros passos que o escolhido deve fazer ao ser chamado para seguir uma vocação religiosa é dizer, prontamente, o "sim", além de entrar em oração, pedindo forças "para que possa ser aquilo que Deus dela espera".

Quando perguntado sobre como tem observado atualmente as vocações no Brasil, o prelado destacou: "as vocações no Brasil atualmente estão em alta no que diz respeito às vocações sacerdotais para o clero diocesano. Muitos rapazes procuram os seminários diocesanos para serem recebidos e se prepararem para o sacerdócio".

Segundo Dom Gil, as vocações religiosas masculinas também possuem bons número, entretanto, as vocações femininas para a vida de atividade pastoral estão menos favorecidas atualmente.

"Nós temos menos candidatas para os conventos das congregações históricas. Porém, ao mesmo tempo, muitas moças estão procurando a vida contemplativa - os mosteiros beneditinos, carmelitas e outros, em nosso país", analisou.

Ainda conforme o Arcebispo de Juiz de Fora, é possível dizer que, no Brasil, "há uma nova realidade com as novas comunidades que vão surgindo", o que "parece não faltar vocações", pois "há muitas pessoas que as procuram, sejam rapazes, moças, adultos, para a vida de consagração e até para o sacerdócio. Nessas novas comunidades têm surgido muitas vocações".

Sobre o Ano Nacional Mariano em alusão aos 300 anos do encontro da Imagem de Nossa Senhora Aparecida nas águas do rio Paraíba do Sul, Dom Gil lembrou que a Virgem Santíssima é uma das motivadoras para o crescimento das vocações religiosas no país.

Na opinião do prelado, "a figura de Nossa Senhora é um modelo de vocação", já que "Ela foi chamada ainda muito jovem para ser a mãe do Salvador. E, por isso, Maria é um modelo para nós. Ela é chamada, ela pergunta, ela recebe a resposta e ela assume a resposta que ela deu: ‘Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a Sua palavra'".

"Então, esses 300 anos do encontro da Imagem de Nossa Senhora Aparecida e os 100 anos das aparições de Nossa Senhora de Fátima, que estão estabelecendo o Ano Mariano no Brasil, certamente deverão funcionar como um estímulo vocacional entre os nossos jovens, porque ninguém pode olhar para as coisas de Deus e ficar inerte. Ninguém pode olhar para Maria e não ver nela também um modelo vocacional que desperta na pessoa algum sinal da vontade de Deus para servir e para ser santo", ressaltou.

Ao deixar uma mensagem aos vocacionados, o arcebispo expressou que seu desejo é para "que eles sejam perseverantes, descubram a sua verdadeira vocação, que não se enganem nela, mas tenham sempre o coração aberto para que Deus possa manifestar a sua vocação".

"Um detalhe muito importante na vocação é que ela deve ser confirmada pela Igreja. Às vezes, a pessoa pode estar iludida, pode pensar ter uma vocação e, na verdade, a sua vocação ser outra. Há um ditado que diz: ‘Não adianta dar a Deus uma coisa se Ele nos pede outra'. Mas como saber se a minha vocação é mesmo autêntica, se é para aquilo que eu estou imaginando, ou não? Aí vem a mediação da Igreja, é ela quem chama".

Reforçando suas palavras, Dom Gil acrescentou que "Deus dá a missão, dá a inspiração", mas o chamado vem através da mediação na Igreja.

"Então, se é esta a sua vocação, eu desejo que você persevere e seja um bom padre; ou, no caso das meninas, uma boa religiosa, uma boa monja, uma boa missionária; no caso dos leigos, um bom missionário, um bom servo de Deus no trabalho que Deus lhe confiar e que for confirmado pela Igreja local", declarou.

"Por fim, quero enviar uma grande bênção a todos os jovens, para que tenham o coração aberto para os chamados de Deus e a confirmação da Igreja. Que você seja sempre abençoado por Deus e se, de fato, ama a Deus, tem uma fé verdadeira, você verá a sua vocação com muita serenidade e, sobretudo, com muita fidelidade, e vai assumir aquilo que Deus espera de você e que a Igreja confirme em você. Deus os abençoe!", finalizou a entrevista.

Por Leandro Massoni Ilhéu


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Na mensagem, os prelados incentivam para que se trabalhe por “uma educação verdadeiramente human ...
 
O novo app funcionará durante as audiências gerais das quartas-feiras, ao ângelus do domingo na P ...
 
O edifício havia sido fechado em 1968, por conta da guerra entre Israel e Palestina, que converteu ...
 
Varão de fogo e conselheiro de Papas e monarcas, foi também admirável arauto da Virgem Maria e um ...
 
“A necessidade da eternidade é tão clara que estamos de acordo com a imensa maioria dos homens d ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading