Loading
 
 
 
Loading
 
Cresce o fenômeno das Virgens Consagradas
Loading
 
17 de Agosto de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Redação (Quinta-feira, 17-08-2017, Gaudium Press) Elas não são freiras, não pertencem a nenhuma comunidade religiosa e não vivem em conventos, não usam hábitos. Elas são leigas que fazem um juramento de castidade e uma consagração especial a Deus servindo a Igreja Católica sem deixar de lado sua profissão, ou a vida comum.

Quem são?

Cresce o fenômeno das Virgens Consagradas.jpg

Elas são virgens consagradas, um fenômeno muito antigo dentro da Igreja que, pouco a pouco, tem tomado nova força e cresce de maneira paulatina em alguns países como a Espanha, onde atualmente existem muitas mulheres de diferentes idades, pertencentes ao "Ordo Virginum".

Vocação peculiar, descrita no Código Canônico

Esta é uma vocação muito peculiar, porque a "Ordem das Virgens" não é propriamente uma "ordem" religiosa como as que conhecemos, porém, é mais um estado de vida, uma vocação particular dentro da Igreja.

De acordo com o Código de Direito Canônico em seu artigo 604, ao "Ordo Virginum" pertencem aquelas mulheres que, com o firme propósito de seguir mais de perto Nosso Senhor Jesus Cristo, "são consagradas a Deus pelo Bispo diocesano segundo o rito litúrgico aprovado, celebram responsórios místicos com Jesus Cristo, Filho de Deus, e se entregam ao sérvio da Igreja".

As mulheres que consagram sua virgindade a Deus não vivem em comunidade, mas podem associar-se, "para cumprir seu propósito com maior fidelidade e para realizar, mediante a ajuda mútua, o serviço à Igreja de acordo com seu próprio estado", como está também contemplado no Código de Direito Canônico.

Virgens e Viúvas Consagradas

As virgens consagradas, bem como as viúvas consagradas -Ordo Viduarum- têm suas origens já nos tempos apostólicos quando eram chamadas pelo Senhor para consagra-se eternamente a Ele, como ainda acontece na atualidade, através do rito solene da "Consecratio virginum".

Por meio deste, "a virgem é constituída em pessoa consagrada como sinal transcendente do amor da Igreja para Cristo, imagem escatológica desta Esposa do Céu e da vida futura", como descreve o Catecismo da Igreja Católica no seu artigo 923.

O Catecismo ainda expõe que a ordem das virgens, "situa a mulher que vive no mundo no exercício da oração, da penitencia, do serviço aos irmãos e do trabalho apostólico, segundo o estado e os carismas respectivos oferecidos a cada uma".

(Da Redação Gaudium Press, com informações "Religión en Libertad")

Loading
Cresce o fenômeno das Virgens Consagradas

Redação (Quinta-feira, 17-08-2017, Gaudium Press) Elas não são freiras, não pertencem a nenhuma comunidade religiosa e não vivem em conventos, não usam hábitos. Elas são leigas que fazem um juramento de castidade e uma consagração especial a Deus servindo a Igreja Católica sem deixar de lado sua profissão, ou a vida comum.

Quem são?

Cresce o fenômeno das Virgens Consagradas.jpg

Elas são virgens consagradas, um fenômeno muito antigo dentro da Igreja que, pouco a pouco, tem tomado nova força e cresce de maneira paulatina em alguns países como a Espanha, onde atualmente existem muitas mulheres de diferentes idades, pertencentes ao "Ordo Virginum".

Vocação peculiar, descrita no Código Canônico

Esta é uma vocação muito peculiar, porque a "Ordem das Virgens" não é propriamente uma "ordem" religiosa como as que conhecemos, porém, é mais um estado de vida, uma vocação particular dentro da Igreja.

De acordo com o Código de Direito Canônico em seu artigo 604, ao "Ordo Virginum" pertencem aquelas mulheres que, com o firme propósito de seguir mais de perto Nosso Senhor Jesus Cristo, "são consagradas a Deus pelo Bispo diocesano segundo o rito litúrgico aprovado, celebram responsórios místicos com Jesus Cristo, Filho de Deus, e se entregam ao sérvio da Igreja".

As mulheres que consagram sua virgindade a Deus não vivem em comunidade, mas podem associar-se, "para cumprir seu propósito com maior fidelidade e para realizar, mediante a ajuda mútua, o serviço à Igreja de acordo com seu próprio estado", como está também contemplado no Código de Direito Canônico.

Virgens e Viúvas Consagradas

As virgens consagradas, bem como as viúvas consagradas -Ordo Viduarum- têm suas origens já nos tempos apostólicos quando eram chamadas pelo Senhor para consagra-se eternamente a Ele, como ainda acontece na atualidade, através do rito solene da "Consecratio virginum".

Por meio deste, "a virgem é constituída em pessoa consagrada como sinal transcendente do amor da Igreja para Cristo, imagem escatológica desta Esposa do Céu e da vida futura", como descreve o Catecismo da Igreja Católica no seu artigo 923.

O Catecismo ainda expõe que a ordem das virgens, "situa a mulher que vive no mundo no exercício da oração, da penitencia, do serviço aos irmãos e do trabalho apostólico, segundo o estado e os carismas respectivos oferecidos a cada uma".

(Da Redação Gaudium Press, com informações "Religión en Libertad")

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/89312-Cresce-o-fenomeno-das-Virgens-Consagradas. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

A iniciativa de oração pretende unir milhares de pessoas ao redor do mundo para rezar pela paz, re ...
 
A notícia foi conhecida por meio de um edito assinado pelo Cardeal Angelo de Donatis. ...
 
Para Dom Orani Tempesta, a fortaleza para superar as várias dificuldades e situações foi uma das ...
 
Segundo o bispo de Imperatriz (MA), a Jornada nos ensina que a Igreja precisa aprender a trabalhar a ...
 
A prefeita de Roma, Virginia Raggi, assegurou que as moedas coletadas em outras fontes da capital it ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading