Loading
 
 
 
Loading
 
Concluída fase diocesana de causa de sacerdote mártir nas Filipinas
Loading
 
20 de Setembro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Manila - Filipinas (Quarta-feira, 20-09-2017, Gaudium Press) Dom Severo Caermare, Bispo de Dipolog, Filipinas, presidiu a cerimônia de conclusão da fase diocesana da causa de beatificação do sacerdote italiano Francesco Palliola, que foi martirizado na região de Mindanao em 1648.

Concluída fase diocesana de causa de sacerdote mártir nas Filipinas.jpg

O processo de investigação diocesana, que exigiu os esforços da Igreja local, a comunidade dos Padres Jesuítas, a cuja congregação pertencia o sacerdote, e os Padres Agostinhos reuniu uma grande quantidade de documentos que foram depositados em caixas seladas pessoalmente pelo Bispo na cerimônia para seu envio à Congregação para as Causas dos Santos na Santa Sé.

"Temos que orar", afirmou Dom Caermare sobre a possibilidade de reconhecimento de martírio do sacerdote para mais de duas mil pessoas presentes na cerimônia. "Estamos muito positivos de que estamos fazendo isto fielmente para o bem da Igreja. Mantenhamo-nos esperançosos de que o Papa terá uma resposta afirmativa".

A causa de beatificação foi aberta em janeiro de 2016 e requeriu a obtenção e leitura detalhada de um grande volume de documentos históricos, que incluem os escritos do Servo de Deus e os testemunhos disponíveis sobre sua vida e fama de santidade. A extensão do reconhecimento do sacerdote e os relatórios de possíveis milagres atribuídos à sua intercessão, assim como os registros orais que ainda se compartilham entre os povos de Mindanao, especialmente os Subanen, motivaram o início do processo que poderia levar aos altares ao que seria o terceiro Santo das Filipinas e o primeiro da região de Mindanao. (EPC)

Loading
Concluída fase diocesana de causa de sacerdote mártir nas Filipinas

Manila - Filipinas (Quarta-feira, 20-09-2017, Gaudium Press) Dom Severo Caermare, Bispo de Dipolog, Filipinas, presidiu a cerimônia de conclusão da fase diocesana da causa de beatificação do sacerdote italiano Francesco Palliola, que foi martirizado na região de Mindanao em 1648.

Concluída fase diocesana de causa de sacerdote mártir nas Filipinas.jpg

O processo de investigação diocesana, que exigiu os esforços da Igreja local, a comunidade dos Padres Jesuítas, a cuja congregação pertencia o sacerdote, e os Padres Agostinhos reuniu uma grande quantidade de documentos que foram depositados em caixas seladas pessoalmente pelo Bispo na cerimônia para seu envio à Congregação para as Causas dos Santos na Santa Sé.

"Temos que orar", afirmou Dom Caermare sobre a possibilidade de reconhecimento de martírio do sacerdote para mais de duas mil pessoas presentes na cerimônia. "Estamos muito positivos de que estamos fazendo isto fielmente para o bem da Igreja. Mantenhamo-nos esperançosos de que o Papa terá uma resposta afirmativa".

A causa de beatificação foi aberta em janeiro de 2016 e requeriu a obtenção e leitura detalhada de um grande volume de documentos históricos, que incluem os escritos do Servo de Deus e os testemunhos disponíveis sobre sua vida e fama de santidade. A extensão do reconhecimento do sacerdote e os relatórios de possíveis milagres atribuídos à sua intercessão, assim como os registros orais que ainda se compartilham entre os povos de Mindanao, especialmente os Subanen, motivaram o início do processo que poderia levar aos altares ao que seria o terceiro Santo das Filipinas e o primeiro da região de Mindanao. (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/90007-Concluida-fase-diocesana-de-causa-de-sacerdote-martir-nas-Filipinas. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

As homenagens a Padroeira do Rio Grande do Sul foram inspiradas pelo tema “A jovem chamada Maria, ...
 
Curso vai ser ministrado na Pontifícia Universidade Lateranense, de Roma ...
 
Esta será a segunda visita de um Papa ao Marrocos, nação que acolheu São João Paulo II, em 1985 ...
 
Os escoteiros do Brasil têm atuado em convênios com os comitês locais da JMJ e o comitê interame ...
 
"Que esse lamentável fato em Niterói, no Ano do Leigo, possa nos aproximar mais de Deus", expresso ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading