Loading
 
 
 
Loading
 
Beneditinos de Núrsia inauguram primeiro claustro do novo Mosteiro de São Bento
Loading
 
25 de Setembro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Núrsia - Itália (Segunda-feira, 25-09-2017, Gaudium Press) A força da solidariedade e a esperança se manifestaram mais uma vez para os monges Beneditinos da Núrsia, Itália, que no sábado, 23 de setembro, inauguraram o primeiro claustro do novo Mosteiro de São Bento, localizado sobre as montanhas. Quase um ano, um tempo recorde, é o que demoraram os monges para reconstruir sua casa, depois dela ter sido destruída após o terremoto ocorrido em outubro de 2016, que também levou ao chão a Basílica de São Bento.

Beneditinos de Núrsia inauguram primeiro claustro do novo Mosteiro de São Bento 1.jpg

A notícia foi relatada pelo próprio Prior do Mosteiro, Padre Benedict Nivakoff, O.S.B, que não ocultou sua alegria. "No último sábado, com grande alegria, inauguramos o primeiro claustro de nosso novo mosteiro na ladeira das montanhas. Centenas de amigos de Núrsia, Itália e do estrangeiro se uniram a nós para rezar as Vésperas Solenes".

Após as vésperas, os beneditinos se dirigiram ao claustro para a solene bênção, que foi realizada de acordo com uma antiga tradição e com uma procissão presidida pela Cruz de Cristo.

O Prior também manifestou na ocasião seu agradecimento a tantas pessoas que tem acompanhado e colaborado com a reconstrução do mosteiro e falou sobre os próximos planos: "Começando com a cervejaria, próxima na linha de construção, seguiremos com a reorganização das ruínas da antiga igreja capuchinha em um belo jardim como lugar de acolhida e contemplação, depois procederemos à construção da nova igreja da abadia e o claustro principal, com uma casa de hóspedes digna, em um ambiente que inspira a todos olhar para as montanhas, olhar para cima, olhar para Deus".

Beneditinos de Núrsia inauguram primeiro claustro do novo Mosteiro de São Bento 2.jpg

O Padre Nivakoff, através de uma mensagem, disse: "Que Deus os abençoe a todos! Sigam orando por favor, já que este passo foi somente o primeiro de muitos, enquanto seguimos trabalhando incansavelmente para restaurar a vida monástica aqui em Núrsia, o lugar de nascimento de São Bento".

Uma vez ocorreu o desastre natural, os monges colocaram mãos à obra para levantar os edifícios caídos. Como parte disso lançaram uma campanha de doações com o objetivo de reconstruir a vida monacal na cidade, que inclui de maneira especial a reconstrução da Basílica que é símbolo da Ordem, um trabalho que está bem avançado.

Mas o trabalho dos monges não se limitou à reconstrução de seu mosteiro e da Basílica de São Bento, mas que eles são parte ativa de toda a recuperação da cidade, já que colaboraram com o povoado, acompanhando-lhes e ajudando na instalação de casas provisórias de madeira fora da cidade.

Beneditinos de Núrsia inauguram primeiro claustro do novo Mosteiro de São Bento 3.jpg

Em outra oportunidade o Prior do Mosteiro de São Bento disse que o terremoto serviu para que os monges vivam seu voto de pobreza com maior sinceridade, já que "é mais real, e nos sentimos solidários com tantos de nossos vizinhos que não tem nada". (EPC)

Loading
Beneditinos de Núrsia inauguram primeiro claustro do novo Mosteiro de São Bento

Núrsia - Itália (Segunda-feira, 25-09-2017, Gaudium Press) A força da solidariedade e a esperança se manifestaram mais uma vez para os monges Beneditinos da Núrsia, Itália, que no sábado, 23 de setembro, inauguraram o primeiro claustro do novo Mosteiro de São Bento, localizado sobre as montanhas. Quase um ano, um tempo recorde, é o que demoraram os monges para reconstruir sua casa, depois dela ter sido destruída após o terremoto ocorrido em outubro de 2016, que também levou ao chão a Basílica de São Bento.

Beneditinos de Núrsia inauguram primeiro claustro do novo Mosteiro de São Bento 1.jpg

A notícia foi relatada pelo próprio Prior do Mosteiro, Padre Benedict Nivakoff, O.S.B, que não ocultou sua alegria. "No último sábado, com grande alegria, inauguramos o primeiro claustro de nosso novo mosteiro na ladeira das montanhas. Centenas de amigos de Núrsia, Itália e do estrangeiro se uniram a nós para rezar as Vésperas Solenes".

Após as vésperas, os beneditinos se dirigiram ao claustro para a solene bênção, que foi realizada de acordo com uma antiga tradição e com uma procissão presidida pela Cruz de Cristo.

O Prior também manifestou na ocasião seu agradecimento a tantas pessoas que tem acompanhado e colaborado com a reconstrução do mosteiro e falou sobre os próximos planos: "Começando com a cervejaria, próxima na linha de construção, seguiremos com a reorganização das ruínas da antiga igreja capuchinha em um belo jardim como lugar de acolhida e contemplação, depois procederemos à construção da nova igreja da abadia e o claustro principal, com uma casa de hóspedes digna, em um ambiente que inspira a todos olhar para as montanhas, olhar para cima, olhar para Deus".

Beneditinos de Núrsia inauguram primeiro claustro do novo Mosteiro de São Bento 2.jpg

O Padre Nivakoff, através de uma mensagem, disse: "Que Deus os abençoe a todos! Sigam orando por favor, já que este passo foi somente o primeiro de muitos, enquanto seguimos trabalhando incansavelmente para restaurar a vida monástica aqui em Núrsia, o lugar de nascimento de São Bento".

Uma vez ocorreu o desastre natural, os monges colocaram mãos à obra para levantar os edifícios caídos. Como parte disso lançaram uma campanha de doações com o objetivo de reconstruir a vida monacal na cidade, que inclui de maneira especial a reconstrução da Basílica que é símbolo da Ordem, um trabalho que está bem avançado.

Mas o trabalho dos monges não se limitou à reconstrução de seu mosteiro e da Basílica de São Bento, mas que eles são parte ativa de toda a recuperação da cidade, já que colaboraram com o povoado, acompanhando-lhes e ajudando na instalação de casas provisórias de madeira fora da cidade.

Beneditinos de Núrsia inauguram primeiro claustro do novo Mosteiro de São Bento 3.jpg

Em outra oportunidade o Prior do Mosteiro de São Bento disse que o terremoto serviu para que os monges vivam seu voto de pobreza com maior sinceridade, já que "é mais real, e nos sentimos solidários com tantos de nossos vizinhos que não tem nada". (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/90089-Beneditinos-de-Nursia-inauguram-primeiro-claustro-do-novo-Mosteiro-de-Sao-Bento. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Logo após a recitação do Angelus, Papa fala fatos tristes e de seus sentimentos de alegria e espe ...
 
Os Santos e Santas negros tiveram uma forte atuação no decorrer da história e desenvolvimento da ...
 
Trata-se de um templo dedicado a Nossa Senhora Aparecida, que será criado canonicamente na cidade m ...
 
O Cardeal Rosa Chavez, Bispo Auxiliar de Salvador representará o Papa nas comemorações. ...
 
O evento foi inspirado no lema “Nós ouvimos e sabemos que Ele é o Salvador do mundo” (Jo 4, 42 ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading