Loading
 
 
 
Loading
 
Festejos encerram as comemorações pelos 300 anos de Aparecida
Loading
 
13 de Outubro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Aparecida - São Paulo (Sexta-feira, 13-10-2017, Gaudium Press) Os festejos pelos 300 anos do encontro da Imagem de Nossa Senhora Aparecida nas águas do rio Paraíba do Sul foram encerrados no Santuário Nacional com várias celebrações e eventos. Milhares de devotos fervorosos prestaram homenagens diversas a Mãe Santíssima, expressando sua fé e alegria neste marcante dia 12 de outubro.

Festejos encerram as comemorações pelos 300 anos de Aparecida

Procissão Solene

No dia da Padroeira do Brasil, na parte da tarde, houve a Procissão Solene deste Ano Jubilar, partindo do Porto Itaguaçu com destino ao Santuário de Aparecida. Lá, os fiéis participaram do encerramento do Jubileu com a Santa Missa das 19h.

Consagração no Porto Itaguaçu

Regressando a história do local no qual Deus presenteou a população brasileira com a Mãe Aparecida, ocorreu a Consagração das 15h, que neste ano teve lugar pela primeira vez no Porto Itaguaçu.

A cerimônia foi presidida pelo Arcebispo Emérito Dom Raymundo Damasceno Assis, que relembrou a pesca da Imagem pelos três pescadores.

Em sua reflexão, Dom Damasceno lembrou da simbologia da pesca milagrosa, também retratada em passagens da bíblicas. Também destacou que, como discípulos missionários, cabe-nos conduzir as pessoas para fora das águas turvas rumo à luz de Deus.

Dom Raymundo afirmou ainda que com a celebração no Porto, estamos dizendo a Deus muito obrigado pelo grande presente, Maria Santíssima, e expressando a Nossa Senhora que a sua presença nos faz crescer no amor Deus.

"Aqui podemos encontrar Maria. Aqui nós a recebemos das mãos do seu divino filho. O encontro da Imagem Nossa Senhora da Conceição não foi um mero acaso, fruto do destino. Foi um encontro providencial, querido por Deus, que escolheu esse lugar para oferecer a todo um povo a Virgem Maria como sua Mãe", disse.

Após a celebração, a Imagem de Aparecida foi conduzida pela Marinha até a Capela de São Geraldo Magela e, de lá, sendo colocada em um carro-andor, saiu em cortejo pela avenida Itaguaçu. O percurso da procissão passou ainda pela Matriz Basílica, seguindo até o Santuário Nacional.

Missa Solene

Antes, na manhã desta quinta-feira, 12 de outubro, a celebração do Jubileu, às 9h30, com a missa campal, foi oferecida para os milhares de fiéis que chegaram a Casa da Mãe Aparecida.

Na ocasião, estiveram presentes o Núncio Apostólico, Dom Giovanni d'Aniello, o Arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes, o Cardeal Arcebispo Emérito de Aparecida, Dom Raymundo Damasceno Assis, o Reitor do Santuário Nacional, Padre João Batista de Almeida, e demais autoridades eclesiásticas.

O purpurado vindo de Roma, ao ressaltar o solene momento vivenciado em Aparecida, lembrou que aquele era "um momento íntimo", uma vez que "neste Santuário Mariano sente-se pulsar o coração católico do Brasil e a devoção a virgem Aparecida. É uma devoção profundamente enraizada e transmitida de geração em geração como uma chama sempre acesa no coração das pessoas, ao longo desses 300 anos".

"Guerreira, ela (Nossa Senhora Aparecida) conhece nossas aflições. Incontáveis são as pessoas que ajoelharam aqui com a alma oprimida e cheia de aflições", acrescentou o Cardeal Re.

Selo pelos 300 anos de bênçãos

Dentro das comemorações em memória da Padroeira do Brasil, foi realizado o Ritual de Obliteração do Selo Jubilar comemorativo aos 300 anos.

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e os Correios lançaram uma emissão filatélica que registra o encontro de Aparecida pelos três pescadores, celebrando assim os três séculos de graças.

O bloco apresenta um único selo em que se destaca, no primeiro plano, a Imagem de Nossa Senhora Aparecida e, ao fundo, uma simulação gráfica de aquarela, tendo como base o elemento água, em referência ao local no qual foi resgatada a pequena escultura que originou a devoção mariana no Brasil.

Os correios emitiram uma tiragem de 120 mil blocos, que foi criado com técnicas de fotografia e computação gráfica. O bloco comemorativo foi obliterado com o carimbo de 1º dia de circulação alusivo à data. As peças que foram obliteradas por autoridades passarão a compor o acervo do Museu Correios, em Brasília.

Coroação de Nossa Senhora

Ao se dirigir até a capela reservada, o reitor Padre João Batista ficou responsável pela coroação da Imagem de Aparecida com a Coroa Jubilar, preparada de modo especial para as festividades de 2017 e que contém terras de todos os estados brasileiros em sua composição.

Missa das Crianças

"Mãezinha do Céu" foi o som entoado por um coral formado por várias crianças durante a Missa dedicada aos pequenos, que iniciou as celebrações do dia, às 7h30. A cerimônia foi presidida pelo Missionário Redentorista e Conselheiro Geral para América Latina, Padre Rogério Gomes.

Padre Rogério, em sua homilia, relembrou Ester, uma mulher que estava vivendo em situação de perseguição e morte. "Em Apocalipse, as primeiras comunidades cristãs vivam num mundo de perseguição. Nosso Deus é um Deus da vida, não é um Deus da morte".

Na sequência, o sacerdote refletiu sobre o quanto as situações atuais no mundo arrebatam crianças e as tiram da possibilidade de vida, seja em situações de guerra ou com a realidade da corrupção, que as deixam sem possibilidade de vida, educação e de um futuro melhor. "Vamos ter a força necessária para lutar com valores cristãos e honestidade", concluiu. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações A12

Loading
Festejos encerram as comemorações pelos 300 anos de Aparecida

Aparecida - São Paulo (Sexta-feira, 13-10-2017, Gaudium Press) Os festejos pelos 300 anos do encontro da Imagem de Nossa Senhora Aparecida nas águas do rio Paraíba do Sul foram encerrados no Santuário Nacional com várias celebrações e eventos. Milhares de devotos fervorosos prestaram homenagens diversas a Mãe Santíssima, expressando sua fé e alegria neste marcante dia 12 de outubro.

Festejos encerram as comemorações pelos 300 anos de Aparecida

Procissão Solene

No dia da Padroeira do Brasil, na parte da tarde, houve a Procissão Solene deste Ano Jubilar, partindo do Porto Itaguaçu com destino ao Santuário de Aparecida. Lá, os fiéis participaram do encerramento do Jubileu com a Santa Missa das 19h.

Consagração no Porto Itaguaçu

Regressando a história do local no qual Deus presenteou a população brasileira com a Mãe Aparecida, ocorreu a Consagração das 15h, que neste ano teve lugar pela primeira vez no Porto Itaguaçu.

A cerimônia foi presidida pelo Arcebispo Emérito Dom Raymundo Damasceno Assis, que relembrou a pesca da Imagem pelos três pescadores.

Em sua reflexão, Dom Damasceno lembrou da simbologia da pesca milagrosa, também retratada em passagens da bíblicas. Também destacou que, como discípulos missionários, cabe-nos conduzir as pessoas para fora das águas turvas rumo à luz de Deus.

Dom Raymundo afirmou ainda que com a celebração no Porto, estamos dizendo a Deus muito obrigado pelo grande presente, Maria Santíssima, e expressando a Nossa Senhora que a sua presença nos faz crescer no amor Deus.

"Aqui podemos encontrar Maria. Aqui nós a recebemos das mãos do seu divino filho. O encontro da Imagem Nossa Senhora da Conceição não foi um mero acaso, fruto do destino. Foi um encontro providencial, querido por Deus, que escolheu esse lugar para oferecer a todo um povo a Virgem Maria como sua Mãe", disse.

Após a celebração, a Imagem de Aparecida foi conduzida pela Marinha até a Capela de São Geraldo Magela e, de lá, sendo colocada em um carro-andor, saiu em cortejo pela avenida Itaguaçu. O percurso da procissão passou ainda pela Matriz Basílica, seguindo até o Santuário Nacional.

Missa Solene

Antes, na manhã desta quinta-feira, 12 de outubro, a celebração do Jubileu, às 9h30, com a missa campal, foi oferecida para os milhares de fiéis que chegaram a Casa da Mãe Aparecida.

Na ocasião, estiveram presentes o Núncio Apostólico, Dom Giovanni d'Aniello, o Arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes, o Cardeal Arcebispo Emérito de Aparecida, Dom Raymundo Damasceno Assis, o Reitor do Santuário Nacional, Padre João Batista de Almeida, e demais autoridades eclesiásticas.

O purpurado vindo de Roma, ao ressaltar o solene momento vivenciado em Aparecida, lembrou que aquele era "um momento íntimo", uma vez que "neste Santuário Mariano sente-se pulsar o coração católico do Brasil e a devoção a virgem Aparecida. É uma devoção profundamente enraizada e transmitida de geração em geração como uma chama sempre acesa no coração das pessoas, ao longo desses 300 anos".

"Guerreira, ela (Nossa Senhora Aparecida) conhece nossas aflições. Incontáveis são as pessoas que ajoelharam aqui com a alma oprimida e cheia de aflições", acrescentou o Cardeal Re.

Selo pelos 300 anos de bênçãos

Dentro das comemorações em memória da Padroeira do Brasil, foi realizado o Ritual de Obliteração do Selo Jubilar comemorativo aos 300 anos.

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e os Correios lançaram uma emissão filatélica que registra o encontro de Aparecida pelos três pescadores, celebrando assim os três séculos de graças.

O bloco apresenta um único selo em que se destaca, no primeiro plano, a Imagem de Nossa Senhora Aparecida e, ao fundo, uma simulação gráfica de aquarela, tendo como base o elemento água, em referência ao local no qual foi resgatada a pequena escultura que originou a devoção mariana no Brasil.

Os correios emitiram uma tiragem de 120 mil blocos, que foi criado com técnicas de fotografia e computação gráfica. O bloco comemorativo foi obliterado com o carimbo de 1º dia de circulação alusivo à data. As peças que foram obliteradas por autoridades passarão a compor o acervo do Museu Correios, em Brasília.

Coroação de Nossa Senhora

Ao se dirigir até a capela reservada, o reitor Padre João Batista ficou responsável pela coroação da Imagem de Aparecida com a Coroa Jubilar, preparada de modo especial para as festividades de 2017 e que contém terras de todos os estados brasileiros em sua composição.

Missa das Crianças

"Mãezinha do Céu" foi o som entoado por um coral formado por várias crianças durante a Missa dedicada aos pequenos, que iniciou as celebrações do dia, às 7h30. A cerimônia foi presidida pelo Missionário Redentorista e Conselheiro Geral para América Latina, Padre Rogério Gomes.

Padre Rogério, em sua homilia, relembrou Ester, uma mulher que estava vivendo em situação de perseguição e morte. "Em Apocalipse, as primeiras comunidades cristãs vivam num mundo de perseguição. Nosso Deus é um Deus da vida, não é um Deus da morte".

Na sequência, o sacerdote refletiu sobre o quanto as situações atuais no mundo arrebatam crianças e as tiram da possibilidade de vida, seja em situações de guerra ou com a realidade da corrupção, que as deixam sem possibilidade de vida, educação e de um futuro melhor. "Vamos ter a força necessária para lutar com valores cristãos e honestidade", concluiu. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações A12

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/90494-Festejos-encerram-as-comemoracoes-pelos-300-anos-de-Aparecida. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

A proposta da iniciativa é contribuir para preservar a arte-sacra e outros patrimônios histórico- ...
 
A solenidade contou com a presença do Arcebispo Dom Antonio Muniz, além de autoridades civis e ecl ...
 
O intuito do mês missionário é sensibilizar e despertar vocações missionárias. ...
 
Na missa na Casa Santa Marta, o Papa recorda a sedução do escândalo e o poder destrutivo da comun ...
 
A abundância de candidatos ao sacerdócio é tão grande que muitos tem que esperar devido a falta ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading