Loading
 
 
 
Loading
 
Igreja nas Filipinas celebrará Ano do Clero e da Vida Consagrada em 2018
Loading
 
13 de Outubro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Manila - Filipinas (Sexta-feira, 13-10-2017, Gaudium Press) A Igreja nas Filipinas se encontra em um processo de preparação para a celebração dos 500 anos de evangelização do país e por este motivo foi declarado pela Conferência Episcopal como Ano do Clero e da Vida Consagrada. Para explicar este passo na proximidade do quinto centenário, o Padre Emmanuel Mijares escreveu um artigo para o informativo dos Bispos, CBCP News. No texto, o sacerdote insistiu na necessidade da santidade de presbíteros e religiosos para que possam por sua vez guiar os fiéis para a santidade.

Igreja nas Filipinas celebrará Ano do Clero e da Vida Consagrada em 2018.jpg

"Sabe-se que a melhora ou a piora de qualquer sociedade depende em maior grau de seus líderes religiosos. Isto é certo na Europa e isto também é certo nas Filipinas", explicou o Padre Mijares. "Existe uma relação direta entre o desenvolvimento da sociedade com seu clero e a hierarquia. Quando o clero é corrupto, a sociedade se corrompe; mas quando o clero ou seus líderes religiosos são Santos, o povo se faz Santo". Por este motivo a Igreja convida à renovação da busca da santidade em seus ministros e consagrados para conquistar os frutos espirituais da preparação dos anos anteriores.

O sacerdote recordou que a santidade não é um chamado exclusivo dos sacerdotes e religiosos. "Esta prioridade dada ao clero ordenado e as palavras consagradas não significa de modo algum que os leigos que constituem a grande maioria do Povo de Deus sejam deixados para trás como se fosser 'segunda' classe neste ano", esclareceu. "Todos os membros da igreja estão chamados a serem santos juntos. Em outras palavras, nesta nova evangelização, todos estão chamados a serem receptores e agentes ativos da evangelização".

"Ao abrir este ano portanto, você e eu devemos ser fiéis ao nosso chamado à sermos "santos juntos" como o único Corpo de Cristo", concluiu o sacerdote. "O ano do clero e dos religiosos é um convite para um maior discipulado e comunhão para um caminho comum à santidade, pois nem o clero, nem os religiosos, nem os leigos (nem sequer os consagrados) podem fazer sozinhos. De fato, para amar, servir e perdoar, nos necessitamos não apenas como objetos, mas também como sujeitos deste amor, serviço e perdão". (EPC)

Loading
Igreja nas Filipinas celebrará Ano do Clero e da Vida Consagrada em 2018

Manila - Filipinas (Sexta-feira, 13-10-2017, Gaudium Press) A Igreja nas Filipinas se encontra em um processo de preparação para a celebração dos 500 anos de evangelização do país e por este motivo foi declarado pela Conferência Episcopal como Ano do Clero e da Vida Consagrada. Para explicar este passo na proximidade do quinto centenário, o Padre Emmanuel Mijares escreveu um artigo para o informativo dos Bispos, CBCP News. No texto, o sacerdote insistiu na necessidade da santidade de presbíteros e religiosos para que possam por sua vez guiar os fiéis para a santidade.

Igreja nas Filipinas celebrará Ano do Clero e da Vida Consagrada em 2018.jpg

"Sabe-se que a melhora ou a piora de qualquer sociedade depende em maior grau de seus líderes religiosos. Isto é certo na Europa e isto também é certo nas Filipinas", explicou o Padre Mijares. "Existe uma relação direta entre o desenvolvimento da sociedade com seu clero e a hierarquia. Quando o clero é corrupto, a sociedade se corrompe; mas quando o clero ou seus líderes religiosos são Santos, o povo se faz Santo". Por este motivo a Igreja convida à renovação da busca da santidade em seus ministros e consagrados para conquistar os frutos espirituais da preparação dos anos anteriores.

O sacerdote recordou que a santidade não é um chamado exclusivo dos sacerdotes e religiosos. "Esta prioridade dada ao clero ordenado e as palavras consagradas não significa de modo algum que os leigos que constituem a grande maioria do Povo de Deus sejam deixados para trás como se fosser 'segunda' classe neste ano", esclareceu. "Todos os membros da igreja estão chamados a serem santos juntos. Em outras palavras, nesta nova evangelização, todos estão chamados a serem receptores e agentes ativos da evangelização".

"Ao abrir este ano portanto, você e eu devemos ser fiéis ao nosso chamado à sermos "santos juntos" como o único Corpo de Cristo", concluiu o sacerdote. "O ano do clero e dos religiosos é um convite para um maior discipulado e comunhão para um caminho comum à santidade, pois nem o clero, nem os religiosos, nem os leigos (nem sequer os consagrados) podem fazer sozinhos. De fato, para amar, servir e perdoar, nos necessitamos não apenas como objetos, mas também como sujeitos deste amor, serviço e perdão". (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/90503-Igreja-nas-Filipinas-celebrara-Ano-do-Clero-e-da-Vida-Consagrada-em-2018. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos, foi enviado para Luanda, por ocasião ...
 
Ele lhe disse: ‘Filha, a tua fé te curou. Vai em paz e fica curada dessa doença’” (Mc 5, 22 ...
 
Após 11 anos de trabalhos, a nova versão da Bíblia será apresentada durante a reunião do Consel ...
 
Uma perseguição religiosa anti-cristã ensanguentou a Espanha entre 1936 e 1937. ...
 
Após a Santa Missa, diante da capela de San Cristoforo, Dom Francesco Moraglia, abençoou as coroas ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading