Loading
 
 
 
Loading
 
Protomártires do Brasil serão canonizados neste domingo, em Roma
Loading
 
13 de Outubro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Redação (Sexta-feira, 13-10-2017, Gaudium Press) Os últimos preparativos estão sendo acertados para a canonização dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu, que acontecerá neste domingo, 15 de outubro, durante cerimônia presidida pelo Papa Francisco, na Basílica de São Pedro.

 Protomártires do Brasil serão canonizados neste domingo, em Roma
Dom Jaime Vieira Rocha | Foto: Arquidiocese de Natal/Edimar Cirilo

Para este dia, estará presente em Roma o Arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, que acompanhará a canonização dos padres Ambrósio Francisco Ferro e André Soveral, o leigo Mateus Moreira e mais 27 companheiros que foram martirizados, no século XVII, por civis e soldados holandeses.

A canonização dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu é considerada o coroamento de um longo processo histórico, religioso e cultural que teve início na década de 1970, sendo também um dos mais importantes das primeiras décadas do século XXI no Rio Grande do Norte.

De acordo com a Arquidiocese de Natal, aproximadamente 400 potiguares estão em Roma para participar da celebração no domingo. Além disso, serão realizadas outras duas cerimônias na Cidade Eterna.

No sábado, 14 de outubro, haverá a celebração das Vésperas Solenes na capela do Pontifício Colégio Pio Brasileiro.

No dia 16, no altar da Cátedra de São Pedro, na Basílica Vaticana, será celebrada missa em ação de graças, presidida pelo Arcebispo de Brasília e presidente da CNBB, Cardeal Dom Sérgio da Rocha.

Durante coletiva de imprensa realizada no Vaticano, o Padre Júlio César, vice-postulador da causa dos novos santos brasileiros, destacou que a mensagem dos mártires permanece atual nos dias de hoje:

"Os mártires nos trazem uma mensagem de ‘ir ao encontro': eles não ficaram esperando, não buscaram uma maneira de renegar, ou de salvar suas vidas, mas se doaram, se entregaram. Este é o grande convite para a Igreja de hoje, precisamos redescobrir a força de ‘doar-se pelo outro'. É muito bonita a expressão do Papa Francisco ‘abram as portas da Igreja para Jesus sair'", afirmou.

Ainda conforme o Padre Júlio César, "a Teologia do Martírio é cada vez mais necessária no mundo de hoje, cada vez mais acomodado, que busca seus próprios interesses, onde cada um quer construir uma Igreja que atenda às suas próprias necessidades, nós somos chamados a entender que ser cristãos é também renunciar, é mudar o nosso estilo de vida, ir em busca dos mais necessitados, dos excluídos, dos sofredores, mesmo que isso nos custe".

Por sua vez, Dom Jaime, em visita aos estúdios da Rádio Vaticano em Roma, declarou que este momento de mistério e benção para o povo brasileiro deve ser ocasião de recomeço e de renovação do entusiasmo de ser cristão.

"Que a sociedade brasileira, interiorizando esta graça, desperte para a responsabilização de cada um, de nossos irmãos e de nosso país, em vista de um comprometimento ainda maior. Que seja um ponto de partida para todos", disse o arcebispo.

Os sacerdotes André de Soveral e Ambrósio Francisco Ferro, Mateus Moreira e 27 companheiros leigos foram beatificados pelo Papa São João Paulo II, no dia 5 de março de 2000, na Praça de São Pedro. Agora, serão os primeiros santos mártires do Brasil. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações CNBB e Rádio Vaticano

Loading
Protomártires do Brasil serão canonizados neste domingo, em Roma

Redação (Sexta-feira, 13-10-2017, Gaudium Press) Os últimos preparativos estão sendo acertados para a canonização dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu, que acontecerá neste domingo, 15 de outubro, durante cerimônia presidida pelo Papa Francisco, na Basílica de São Pedro.

 Protomártires do Brasil serão canonizados neste domingo, em Roma
Dom Jaime Vieira Rocha | Foto: Arquidiocese de Natal/Edimar Cirilo

Para este dia, estará presente em Roma o Arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, que acompanhará a canonização dos padres Ambrósio Francisco Ferro e André Soveral, o leigo Mateus Moreira e mais 27 companheiros que foram martirizados, no século XVII, por civis e soldados holandeses.

A canonização dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu é considerada o coroamento de um longo processo histórico, religioso e cultural que teve início na década de 1970, sendo também um dos mais importantes das primeiras décadas do século XXI no Rio Grande do Norte.

De acordo com a Arquidiocese de Natal, aproximadamente 400 potiguares estão em Roma para participar da celebração no domingo. Além disso, serão realizadas outras duas cerimônias na Cidade Eterna.

No sábado, 14 de outubro, haverá a celebração das Vésperas Solenes na capela do Pontifício Colégio Pio Brasileiro.

No dia 16, no altar da Cátedra de São Pedro, na Basílica Vaticana, será celebrada missa em ação de graças, presidida pelo Arcebispo de Brasília e presidente da CNBB, Cardeal Dom Sérgio da Rocha.

Durante coletiva de imprensa realizada no Vaticano, o Padre Júlio César, vice-postulador da causa dos novos santos brasileiros, destacou que a mensagem dos mártires permanece atual nos dias de hoje:

"Os mártires nos trazem uma mensagem de ‘ir ao encontro': eles não ficaram esperando, não buscaram uma maneira de renegar, ou de salvar suas vidas, mas se doaram, se entregaram. Este é o grande convite para a Igreja de hoje, precisamos redescobrir a força de ‘doar-se pelo outro'. É muito bonita a expressão do Papa Francisco ‘abram as portas da Igreja para Jesus sair'", afirmou.

Ainda conforme o Padre Júlio César, "a Teologia do Martírio é cada vez mais necessária no mundo de hoje, cada vez mais acomodado, que busca seus próprios interesses, onde cada um quer construir uma Igreja que atenda às suas próprias necessidades, nós somos chamados a entender que ser cristãos é também renunciar, é mudar o nosso estilo de vida, ir em busca dos mais necessitados, dos excluídos, dos sofredores, mesmo que isso nos custe".

Por sua vez, Dom Jaime, em visita aos estúdios da Rádio Vaticano em Roma, declarou que este momento de mistério e benção para o povo brasileiro deve ser ocasião de recomeço e de renovação do entusiasmo de ser cristão.

"Que a sociedade brasileira, interiorizando esta graça, desperte para a responsabilização de cada um, de nossos irmãos e de nosso país, em vista de um comprometimento ainda maior. Que seja um ponto de partida para todos", disse o arcebispo.

Os sacerdotes André de Soveral e Ambrósio Francisco Ferro, Mateus Moreira e 27 companheiros leigos foram beatificados pelo Papa São João Paulo II, no dia 5 de março de 2000, na Praça de São Pedro. Agora, serão os primeiros santos mártires do Brasil. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações CNBB e Rádio Vaticano

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/90509-Protomartires-do-Brasil-serao-canonizados-neste-domingo--em-Roma. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

No próximo domingo, 24 de junho, a Catedral de Turim celebrará a festa do seu Padroeiro, São Joã ...
 
A proximidade dos Salesianos aos iemenitas fez com que a ordem religiosa promova neste sábado, 23, ...
 
Encontrar apoio na própria família é uma grande ajuda para os que dão este passo, e é uma grand ...
 
Conferência Episcopal do Peru comunica abertura de Centro de Auxílio a migrantes venezuelanos. ...
 
Confiança, Anúncio e Fraternidade: três palavras sobre as quais o Papa propôs aos verbitas uma r ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading