Loading
 
 
 
Loading
 
Bispo nos EUA recorda testemunho familiar do milagre do sol de Fátima
Loading
 
19 de Outubro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Nova York - Estados Unidos (Quinta-feira, 19-10-2017, Gaudium Press) Dom Dominick J. Lagonegro, Bispo Auxiliar de Nova York, Estados Unidos, recordou um chamativo testemunho familiar sobre o célebre milagre da "dança do sol" na última das aparições da Santíssima Virgem em Fátima, Portugal, no dia 13 de outubro de 1917. O prelado, que pregou a homilia pelos 100 anos das aparições no Santuário Nacional de Nossa Senhora do Monte Carmelo em Middletown, relatou aos fiéis como um tio e uma tia seus se encontravam no lugar do portento e deram testemunho do ocorrido múltiplas vezes ao longo de sua vida.

Bispo nos EUA recorda testemunho familiar do milagre do sol de Fátima.jpg

"Este é meu tio, e esta é minha tia", assegurou o Bispo auxiliar ao mostrar uma fotografia dos devotos congregados no significado dia na Cova da Iria. O casal havia se casado nos Estados Unidos mas visitavam à sua família em Portugal e ao escutar o que sucedia em Fátima decidiram ir pessoalmente para vê-lo. "Minha tia insistiu em como parecia assustador o clima naquele dia", recordou o prelado. "Me disse que a chuva seguia caindo e caindo, molhando tudo".

As testemunhas avançaram através do lodo para chegar ao lugar das aparições e se encontravam empapadas quando chegaram ao lugar. "Mas quando as crianças (os três videntes) chegaram, as chuvas se detiveram, as nuvens se abriram e saiu o sol", continuou seu relato Dom Lagonegro. O sol "subia e descia, vinha e ia, quase como se estivesse dançando. Quem mais se não a Santíssima Mãe poderia fazer o sol dançar?".

Em um momento de sucesso, o sol pareceu aproximar-se da terra. "Minha tia recordava que via como se as roupas de todos estivessem em um tom amarelo brilhante por causa do sol", acrescentou. "Continuou caindo sobre a terra por alguns minutos e então se deteve". Sua tia lhe manifestou sua maravilha pelo fato de que não apenas suas roupas estavam secas, mas que o chão mesmo, antes cheio de lodo, estava seco e firme. "Ela me disse: 'Quanto mais penso nisso, mais acho incrível'", declarou o Bispo.

Dom Lagonegro concluiu seu relato dirigindo sua atenção para a Mensagem de Fátima, que deve ser atendida também no presente. "A paz somente chegará através da oração e do sacrifício. É importante que oremos o Rosário e ofereçamos atos de penitência", explicou o prelado. "Eu verdadeiramente creio que um dia encontraremos paz em nosso mundo, mas somente através da oração e do sacrifício". (EPC)

Loading
Bispo nos EUA recorda testemunho familiar do milagre do sol de Fátima

Nova York - Estados Unidos (Quinta-feira, 19-10-2017, Gaudium Press) Dom Dominick J. Lagonegro, Bispo Auxiliar de Nova York, Estados Unidos, recordou um chamativo testemunho familiar sobre o célebre milagre da "dança do sol" na última das aparições da Santíssima Virgem em Fátima, Portugal, no dia 13 de outubro de 1917. O prelado, que pregou a homilia pelos 100 anos das aparições no Santuário Nacional de Nossa Senhora do Monte Carmelo em Middletown, relatou aos fiéis como um tio e uma tia seus se encontravam no lugar do portento e deram testemunho do ocorrido múltiplas vezes ao longo de sua vida.

Bispo nos EUA recorda testemunho familiar do milagre do sol de Fátima.jpg

"Este é meu tio, e esta é minha tia", assegurou o Bispo auxiliar ao mostrar uma fotografia dos devotos congregados no significado dia na Cova da Iria. O casal havia se casado nos Estados Unidos mas visitavam à sua família em Portugal e ao escutar o que sucedia em Fátima decidiram ir pessoalmente para vê-lo. "Minha tia insistiu em como parecia assustador o clima naquele dia", recordou o prelado. "Me disse que a chuva seguia caindo e caindo, molhando tudo".

As testemunhas avançaram através do lodo para chegar ao lugar das aparições e se encontravam empapadas quando chegaram ao lugar. "Mas quando as crianças (os três videntes) chegaram, as chuvas se detiveram, as nuvens se abriram e saiu o sol", continuou seu relato Dom Lagonegro. O sol "subia e descia, vinha e ia, quase como se estivesse dançando. Quem mais se não a Santíssima Mãe poderia fazer o sol dançar?".

Em um momento de sucesso, o sol pareceu aproximar-se da terra. "Minha tia recordava que via como se as roupas de todos estivessem em um tom amarelo brilhante por causa do sol", acrescentou. "Continuou caindo sobre a terra por alguns minutos e então se deteve". Sua tia lhe manifestou sua maravilha pelo fato de que não apenas suas roupas estavam secas, mas que o chão mesmo, antes cheio de lodo, estava seco e firme. "Ela me disse: 'Quanto mais penso nisso, mais acho incrível'", declarou o Bispo.

Dom Lagonegro concluiu seu relato dirigindo sua atenção para a Mensagem de Fátima, que deve ser atendida também no presente. "A paz somente chegará através da oração e do sacrifício. É importante que oremos o Rosário e ofereçamos atos de penitência", explicou o prelado. "Eu verdadeiramente creio que um dia encontraremos paz em nosso mundo, mas somente através da oração e do sacrifício". (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/90641-Bispo-nos-EUA-recorda-testemunho-familiar-do-milagre-do-sol-de-Fatima. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Os Bispos da Conferência Episcopal Mexicana (CEM) elegeram nesta terça-feira, 13, seu novo preside ...
 
Pelo menos três igrejas da Arquidiocese de Rosário foram atacadas. ...
 
O Prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos exortou para que os prelados sejam unid ...
 
A cidade patagônica de Punta Arenas promoveu uma procissão Eucarística, para celebrar a data, pro ...
 
O evento celebrou a vocação e a missão dos cristãos leigos, “Sal da Terra e Luz do Mundo” (M ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading