Loading
 
 
 
Loading
 
“O Santuário é uma casa de misericórdia por excelência”, afirma Bispo de Fátima
Loading
 
27 de Outubro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Fátima - Portugal (Sexta-feira, 27-10-2017, Gaudium Press) Em entrevista ao semanário "Voz da Fátima", Dom António Marto, Bispo de Leiria-Fátima, Portugal, fez um balanço das comemorações do centenário das aparições de Nossa Senhora aos três pastorinhos, encerradas no último dia 13 de outubro.

O Santuário é uma casa de misericórdia por excelência, afirma Bispo de Fátima.jpg

O prelado recordou as palavras do Papa Bento XVI, segundo o qual, "Fátima é a mais profética das Aparições moderna". Em seguida, ressaltou que "tem esta vocação histórico-universal, acompanhando a história de cada geração", o que "exige uma atualização constante das linguagens pelas quais é comunicada, para ser transmitida às novas gerações".

"Primeiro, numa visão global e harmônica em todos os seus aspetos e dimensões; em segundo lugar, no aprofundamento da dimensão mística de vivência da fé, como os Pastorinhos, que nos ensinam hoje a viver a fé de forma amorosa, transformadora da vida; em terceiro lugar, na dimensão profética abrindo-se aos problemas de hoje, sobretudo, quando o Papa Francisco fala da terceira guerra em episódios e dos grandes problemas da humanidade".

Dom António Marto ficou impressionado com o grande impacto deste Centenário quer em termos nacionais quer em termos internacionais. Esse impacto foi materializado pela grande adesão à passagem da Imagem Peregrina pelas dioceses portuguesas e também por outros países, bem como o fluxo de peregrinações ao Santuário, inclusive internacionais.

Essas manifestações de Fé na mensagem de Fátima conseguiram "criar um elã e um entusiasmo que levou Portugal a descobrir-se um povo de Fé, sob o manto de Nossa Senhora".

O Bispo de Leiria-Fátima ressaltou que "todas as Dioceses integraram nos seus planos pastorais a Mensagem de Fátima" e muitas peregrinaram ao Santuário, "o que já não acontecia há muito tempo". O que, para ele "são sinais de que o Santuário será um centro de espiritualidade para o país. Portugal não se compreende sem Fátima nem Fátima sem o país, por isso, julgo que o Santuário vai continuar a ser um lugar de referência para a Igreja portuguesa".

A inúmera presença de estrangeiros também foi recordada. Vieram peregrinos em uma quantidade muito maior do que o normal, especialmente da Ásia e do Oriente Médio, acentuando assim essa internacionalidade da mensagem mariana.

Segundo Dom António Marto, "como o mundo está cheio de feridos e de feridas, nós devemos funcionar como um hospital de campanha que socorre quem está ferido. O Santuário é, por isso, uma casa de misericórdia por excelência".

Concluindo sua mensagem, o prelado sublinhou a necessidade de "sermos capazes de preencher um vazio que é notório nas pessoas". Além disso, "o Santuário deve ser um oásis de espiritualidade. Tem sido, mas agora é preciso que seja mais para que as pessoas refresquem a sua Fé, encham o seu próprio coração, que vivam neste silêncio uma nova espiritualidade. Finalmente, é preciso não esquecer que se trata de um Santuário Mariano e aqui Nossa Senhora estende o seu manto materno, dá o seu colo concedendo o seu amor". (EPC)

Loading
“O Santuário é uma casa de misericórdia por excelência”, afirma Bispo de Fátima

Fátima - Portugal (Sexta-feira, 27-10-2017, Gaudium Press) Em entrevista ao semanário "Voz da Fátima", Dom António Marto, Bispo de Leiria-Fátima, Portugal, fez um balanço das comemorações do centenário das aparições de Nossa Senhora aos três pastorinhos, encerradas no último dia 13 de outubro.

O Santuário é uma casa de misericórdia por excelência, afirma Bispo de Fátima.jpg

O prelado recordou as palavras do Papa Bento XVI, segundo o qual, "Fátima é a mais profética das Aparições moderna". Em seguida, ressaltou que "tem esta vocação histórico-universal, acompanhando a história de cada geração", o que "exige uma atualização constante das linguagens pelas quais é comunicada, para ser transmitida às novas gerações".

"Primeiro, numa visão global e harmônica em todos os seus aspetos e dimensões; em segundo lugar, no aprofundamento da dimensão mística de vivência da fé, como os Pastorinhos, que nos ensinam hoje a viver a fé de forma amorosa, transformadora da vida; em terceiro lugar, na dimensão profética abrindo-se aos problemas de hoje, sobretudo, quando o Papa Francisco fala da terceira guerra em episódios e dos grandes problemas da humanidade".

Dom António Marto ficou impressionado com o grande impacto deste Centenário quer em termos nacionais quer em termos internacionais. Esse impacto foi materializado pela grande adesão à passagem da Imagem Peregrina pelas dioceses portuguesas e também por outros países, bem como o fluxo de peregrinações ao Santuário, inclusive internacionais.

Essas manifestações de Fé na mensagem de Fátima conseguiram "criar um elã e um entusiasmo que levou Portugal a descobrir-se um povo de Fé, sob o manto de Nossa Senhora".

O Bispo de Leiria-Fátima ressaltou que "todas as Dioceses integraram nos seus planos pastorais a Mensagem de Fátima" e muitas peregrinaram ao Santuário, "o que já não acontecia há muito tempo". O que, para ele "são sinais de que o Santuário será um centro de espiritualidade para o país. Portugal não se compreende sem Fátima nem Fátima sem o país, por isso, julgo que o Santuário vai continuar a ser um lugar de referência para a Igreja portuguesa".

A inúmera presença de estrangeiros também foi recordada. Vieram peregrinos em uma quantidade muito maior do que o normal, especialmente da Ásia e do Oriente Médio, acentuando assim essa internacionalidade da mensagem mariana.

Segundo Dom António Marto, "como o mundo está cheio de feridos e de feridas, nós devemos funcionar como um hospital de campanha que socorre quem está ferido. O Santuário é, por isso, uma casa de misericórdia por excelência".

Concluindo sua mensagem, o prelado sublinhou a necessidade de "sermos capazes de preencher um vazio que é notório nas pessoas". Além disso, "o Santuário deve ser um oásis de espiritualidade. Tem sido, mas agora é preciso que seja mais para que as pessoas refresquem a sua Fé, encham o seu próprio coração, que vivam neste silêncio uma nova espiritualidade. Finalmente, é preciso não esquecer que se trata de um Santuário Mariano e aqui Nossa Senhora estende o seu manto materno, dá o seu colo concedendo o seu amor". (EPC)


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

No próximo domingo, 24 de junho, a Catedral de Turim celebrará a festa do seu Padroeiro, São Joã ...
 
A proximidade dos Salesianos aos iemenitas fez com que a ordem religiosa promova neste sábado, 23, ...
 
Encontrar apoio na própria família é uma grande ajuda para os que dão este passo, e é uma grand ...
 
Conferência Episcopal do Peru comunica abertura de Centro de Auxílio a migrantes venezuelanos. ...
 
Confiança, Anúncio e Fraternidade: três palavras sobre as quais o Papa propôs aos verbitas uma r ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading