Loading
 
 
 
Loading
 
Cardeal de Daca: Em todo Bangladesh, católicos preparam-se para visita do Papa
Loading
 
6 de Novembro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Daca - Bangladesh (Segunda-feira, 06-11-2017, Gaudium Press) Ainda neste ano, de 30 de novembro a 2 de dezembro o Papa Francisco deverá estar realizando uma visita apostólica a Bangladesh e os preparativos para a recepção do Pontífice já são intensos.

06 11Cardeal de Daca em todo Bangladesh, católicos preparam-se para visita do Papa.jpg

O mapa de Bangladesh é rodeado pela Índia, exceto na sua região sudeste onde o país faz fronteira com Myanmar e ao sul onde o seu litoral está localizado no Golfo de Bengala. Sua capital é Daca e seus habitantes constituem a oitava população com um contingente de mais de 150 milhões de bengaleses ou bengalis.

O Cardeal Patrick D'Rozario, Arcebispo da capital disse recentemente que "todos os católicos estão envolvidos neste grande acontecimento", inscrevendo-se nos eventos, participando na organização dos encontros e do transporte que levará os fiéis aos locais onde estará o Papa e, além disso, há uma intensa preparação espiritual nas paróquias de todo o país.

Preparação dos fiéis

Desde o início, assim que foi anunciada a visita papal, o Cardeal D'Rozario deu importância especial para a preparação espiritual dos fiéis, destacando sempre que "o Papa chegará em Bangladesh como peregrino. É por isto que os fiéis locais estão vivendo a espera como uma forma de peregrinação".

Entre as recomendações que o cardeal propôs aos bengalis foi a de que cada paróquia organizasse a oração comunitária do Terço, que oferecesse uma Missa, que fossem realizados momentos de Adoração ao Santíssimo Sacramento e em comum e promovido um dia de jejum, com cada comunidade adaptando-se às suas circunstâncias próprias e disponibilidades particulares.

Comitê Central

A organização dos eventos foi confiada a um Comitê Central. O Cardeal escolheu pessoalmente os responsáveis, buscando elementos de unidade que possam dar atenção especial ao aspecto espiritual da visita.

Em nível local, na capital, "Vinte Comitês estão em plena atividade, -informa o Cardeal- e cada um deles é formado por 20-25 pessoas. Depois, além deles, existem outros oito Comitês diocesanos, que estão recebendo os pedidos de inscrição por parte das paróquias".

Em cada paróquia está em andamento a fase das inscrição das pessoas interessadas em participar dos eventos. Os nomes, depois, são enviados ao Comitê Central, que se certifica de que sejam pessoas conhecidas.

Eventos principais para os católicos

Quanto ao programa da viagem, o Cardeal D'Rozario destaca eventos que serão promovidos mais especialmente para os fiéis católicos:
A missa no Suhrawarddy Udyan Park, onde são esperados até 100 mil católicos e 10 mil fiéis de outras denominações cristãs; a visita à Catedral de Daca, em que estarão presentes cerca de 800 pessoas entre leigos, altos funcionários, benfeitores estrangeiros; o encontro com os jovens; e o encontro com os cerca de 1.500 religiosos, sacerdotes e seminaristas.

Interesse da media, Rohingya e Myanmar

O Cardeal D'Rozario conta que "há uma grande expectativa no país, até mesmo por parte da mídia secular, que se interessou pelo evento e tem intenção de transmiti-lo ao vivo nos canais de televisão".
"Muitos esperam -afirma o Cardeal- que o Papa se pronuncie sobre a questão dos refugiados Rohingya, que nos últimos tempos tem interessado tanto a Bangladesh como a Myanmar", país onde o Pontífice deverá estar entre os dias 26 e 30 de novembro. (JSG)

 

(Da Redação Gaudium Press, com Informações Fides)

Loading
Cardeal de Daca: Em todo Bangladesh, católicos preparam-se para visita do Papa

Daca - Bangladesh (Segunda-feira, 06-11-2017, Gaudium Press) Ainda neste ano, de 30 de novembro a 2 de dezembro o Papa Francisco deverá estar realizando uma visita apostólica a Bangladesh e os preparativos para a recepção do Pontífice já são intensos.

06 11Cardeal de Daca em todo Bangladesh, católicos preparam-se para visita do Papa.jpg

O mapa de Bangladesh é rodeado pela Índia, exceto na sua região sudeste onde o país faz fronteira com Myanmar e ao sul onde o seu litoral está localizado no Golfo de Bengala. Sua capital é Daca e seus habitantes constituem a oitava população com um contingente de mais de 150 milhões de bengaleses ou bengalis.

O Cardeal Patrick D'Rozario, Arcebispo da capital disse recentemente que "todos os católicos estão envolvidos neste grande acontecimento", inscrevendo-se nos eventos, participando na organização dos encontros e do transporte que levará os fiéis aos locais onde estará o Papa e, além disso, há uma intensa preparação espiritual nas paróquias de todo o país.

Preparação dos fiéis

Desde o início, assim que foi anunciada a visita papal, o Cardeal D'Rozario deu importância especial para a preparação espiritual dos fiéis, destacando sempre que "o Papa chegará em Bangladesh como peregrino. É por isto que os fiéis locais estão vivendo a espera como uma forma de peregrinação".

Entre as recomendações que o cardeal propôs aos bengalis foi a de que cada paróquia organizasse a oração comunitária do Terço, que oferecesse uma Missa, que fossem realizados momentos de Adoração ao Santíssimo Sacramento e em comum e promovido um dia de jejum, com cada comunidade adaptando-se às suas circunstâncias próprias e disponibilidades particulares.

Comitê Central

A organização dos eventos foi confiada a um Comitê Central. O Cardeal escolheu pessoalmente os responsáveis, buscando elementos de unidade que possam dar atenção especial ao aspecto espiritual da visita.

Em nível local, na capital, "Vinte Comitês estão em plena atividade, -informa o Cardeal- e cada um deles é formado por 20-25 pessoas. Depois, além deles, existem outros oito Comitês diocesanos, que estão recebendo os pedidos de inscrição por parte das paróquias".

Em cada paróquia está em andamento a fase das inscrição das pessoas interessadas em participar dos eventos. Os nomes, depois, são enviados ao Comitê Central, que se certifica de que sejam pessoas conhecidas.

Eventos principais para os católicos

Quanto ao programa da viagem, o Cardeal D'Rozario destaca eventos que serão promovidos mais especialmente para os fiéis católicos:
A missa no Suhrawarddy Udyan Park, onde são esperados até 100 mil católicos e 10 mil fiéis de outras denominações cristãs; a visita à Catedral de Daca, em que estarão presentes cerca de 800 pessoas entre leigos, altos funcionários, benfeitores estrangeiros; o encontro com os jovens; e o encontro com os cerca de 1.500 religiosos, sacerdotes e seminaristas.

Interesse da media, Rohingya e Myanmar

O Cardeal D'Rozario conta que "há uma grande expectativa no país, até mesmo por parte da mídia secular, que se interessou pelo evento e tem intenção de transmiti-lo ao vivo nos canais de televisão".
"Muitos esperam -afirma o Cardeal- que o Papa se pronuncie sobre a questão dos refugiados Rohingya, que nos últimos tempos tem interessado tanto a Bangladesh como a Myanmar", país onde o Pontífice deverá estar entre os dias 26 e 30 de novembro. (JSG)

 

(Da Redação Gaudium Press, com Informações Fides)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/91030-Cardeal-de-Daca--Em-todo-Bangladesh--catolicos-preparam-se-para-visita-do-Papa. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

...
 
Desde 2010 organizando a romaria, as Irmãs Filhas do Sagrado Coração de Jesus tem o intuito de mo ...
 
Muitos para justificar suas doutrinas transmitem ir uma visão apoucada de Jesus. ...
 
A igreja dedicada à Santíssima Trindade recebeu o o título de basílica em 2012. ...
 
O Papa Francisco nomeou Dom Messias dos Reis Silveira, que até então estava na Diocese de Uruaçu ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading