Loading
 
 
 
Loading
 
Iniciação à vida cristã inspira semana de formação dos frades carmelitas de São Paulo
Loading
 
7 de Novembro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

São Paulo (Terça-feira, 07-11-2017, Gaudium Press) A iniciação à vida cristã inspirou os frades da Província Carmelitana de Santo Elias durante a Semana de Formação Permanente no Convento do Carmo, em São Paulo, realizada de 30 de outubro a 1º de novembro.

Iniciação à vida cristã inspira semana de formação dos frades carmelitas de São Paulo.jpg
Foto: Basílica Nossa Senhora do Carmo

O tema central do encontro foi o Documento 107 da coleção azul da CNBB, "Iniciação à vida cristã: itinerário para formar discípulos missionários".

A formação contou com a participação de párocos, priores, reitores, sacerdotes novos e ecônomos de todas as casas da Província. A assessoria foi do Padre Jordélio Siles Ledo.

Durante este período, os frades também fizeram uma avaliação dos trabalhos pastorais e o planejamento para 2018.

"O Documento que a CNBB publicou sobre a Iniciação Cristã traz muitas indicações novas, que exige da Igreja uma adaptação a essa nova metodologia. Implantar esse novo método exige de nós uma adequação e uma devida formação", comentou o Frei Fernando Bezerra, do Convento do Carmo de Angra dos Reis e atual conselheiro para a formação da Província.

"Tivemos esse encontro, que nos deu um conhecimento inicial, e o nosso desafio agora é implementar ações que possam viabilizar essa proposta e, assim, possamos formar discípulos e missionários de cristo, como a Igreja nos pede, e não apenas pessoas para receber os sacramentos. Ou seja, formar pessoas capazes de aderir uma proposta cristã, que é para toda a vida", acrescentou o religioso.

Por sua vez, o Frei Martinho Ferreira, do Convento do Carmo de Santos, acredita que a Catequese é um tema muito importante e que deve ser aprofundado sempre que possível. "A catequese não é dar catecismo. É falar do Evangelho, é conversar de direção espiritual com uma pessoa, é você se encontrar com um amigo na rua e deixar transparecer para ele que está tudo bem na sua vida, inclusive na sua vida interior. A catequese para mim é um espaço bastante vasto de sentido, sempre orientado para Jesus Cristo e para nossa vida, para nossa opção, para o presbiterado que exercemos".

A Província Carmelitana de Santo Elias reúne os frades da Ordem do Carmo presentes nas cidades de São Paulo, Santos, Itu, Mogi das Cruzes, Rio de Janeiro, Angra dos Reis, Salvador, Belo Horizonte, Unaí, Brasília e Palmas.

O Convento do Carmo integra o Complexo da Basílica do Carmo, no bairro Bela Vista. No local, funciona também o Instituto de Espiritualidade Santa Teresa de Jesus (Ieste), que acomoda até 50 pessoas. É considerado uma referência para todos os que procuram um lugar para meditar, viver a fraternidade e ouvir a Deus.

Para o Frei Jerry Fonseca, pároco da Basílica do Carmo, "a marca do carmelo, como muitos papas já disseram, é a oração. Oração acompanhada, sem dúvida, de muito trabalho, empenho e dedicação".

"Procuramos aqui ser esse sinal de Deus. No silêncio, na oração, no trabalho, na acolhida dos fiéis e dos grupos que vêm a esse Convento, buscamos irradiar o carisma carmelitano e ajudar a todos a seguirem Nosso Senhor Jesus Cristo, a amarem a Virgem Maria, a se comprometerem com o Evangelho, vivendo uma espiritualidade consistente, não de superficialidade", destacou. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações CNBB

Loading
Iniciação à vida cristã inspira semana de formação dos frades carmelitas de São Paulo

São Paulo (Terça-feira, 07-11-2017, Gaudium Press) A iniciação à vida cristã inspirou os frades da Província Carmelitana de Santo Elias durante a Semana de Formação Permanente no Convento do Carmo, em São Paulo, realizada de 30 de outubro a 1º de novembro.

Iniciação à vida cristã inspira semana de formação dos frades carmelitas de São Paulo.jpg
Foto: Basílica Nossa Senhora do Carmo

O tema central do encontro foi o Documento 107 da coleção azul da CNBB, "Iniciação à vida cristã: itinerário para formar discípulos missionários".

A formação contou com a participação de párocos, priores, reitores, sacerdotes novos e ecônomos de todas as casas da Província. A assessoria foi do Padre Jordélio Siles Ledo.

Durante este período, os frades também fizeram uma avaliação dos trabalhos pastorais e o planejamento para 2018.

"O Documento que a CNBB publicou sobre a Iniciação Cristã traz muitas indicações novas, que exige da Igreja uma adaptação a essa nova metodologia. Implantar esse novo método exige de nós uma adequação e uma devida formação", comentou o Frei Fernando Bezerra, do Convento do Carmo de Angra dos Reis e atual conselheiro para a formação da Província.

"Tivemos esse encontro, que nos deu um conhecimento inicial, e o nosso desafio agora é implementar ações que possam viabilizar essa proposta e, assim, possamos formar discípulos e missionários de cristo, como a Igreja nos pede, e não apenas pessoas para receber os sacramentos. Ou seja, formar pessoas capazes de aderir uma proposta cristã, que é para toda a vida", acrescentou o religioso.

Por sua vez, o Frei Martinho Ferreira, do Convento do Carmo de Santos, acredita que a Catequese é um tema muito importante e que deve ser aprofundado sempre que possível. "A catequese não é dar catecismo. É falar do Evangelho, é conversar de direção espiritual com uma pessoa, é você se encontrar com um amigo na rua e deixar transparecer para ele que está tudo bem na sua vida, inclusive na sua vida interior. A catequese para mim é um espaço bastante vasto de sentido, sempre orientado para Jesus Cristo e para nossa vida, para nossa opção, para o presbiterado que exercemos".

A Província Carmelitana de Santo Elias reúne os frades da Ordem do Carmo presentes nas cidades de São Paulo, Santos, Itu, Mogi das Cruzes, Rio de Janeiro, Angra dos Reis, Salvador, Belo Horizonte, Unaí, Brasília e Palmas.

O Convento do Carmo integra o Complexo da Basílica do Carmo, no bairro Bela Vista. No local, funciona também o Instituto de Espiritualidade Santa Teresa de Jesus (Ieste), que acomoda até 50 pessoas. É considerado uma referência para todos os que procuram um lugar para meditar, viver a fraternidade e ouvir a Deus.

Para o Frei Jerry Fonseca, pároco da Basílica do Carmo, "a marca do carmelo, como muitos papas já disseram, é a oração. Oração acompanhada, sem dúvida, de muito trabalho, empenho e dedicação".

"Procuramos aqui ser esse sinal de Deus. No silêncio, na oração, no trabalho, na acolhida dos fiéis e dos grupos que vêm a esse Convento, buscamos irradiar o carisma carmelitano e ajudar a todos a seguirem Nosso Senhor Jesus Cristo, a amarem a Virgem Maria, a se comprometerem com o Evangelho, vivendo uma espiritualidade consistente, não de superficialidade", destacou. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações CNBB


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

No próximo domingo, 24 de junho, a Catedral de Turim celebrará a festa do seu Padroeiro, São Joã ...
 
A proximidade dos Salesianos aos iemenitas fez com que a ordem religiosa promova neste sábado, 23, ...
 
Encontrar apoio na própria família é uma grande ajuda para os que dão este passo, e é uma grand ...
 
Conferência Episcopal do Peru comunica abertura de Centro de Auxílio a migrantes venezuelanos. ...
 
Confiança, Anúncio e Fraternidade: três palavras sobre as quais o Papa propôs aos verbitas uma r ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading