Loading
 
 
 
Loading
 
Igreja de Pouso Alegre celebra os 100 anos de Dom José D'Angelo Neto
Loading
 
8 de Novembro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Pouso Alegre - Minas Gerais (Quarta-feira, 08-11-2017, Gaudium Press) Os fiéis mineiros participaram na última segunda-feira, 6 de novembro, de uma Santa Missa de ação de graças, na Catedral Metropolitana de Pouso Alegre, em Minas Gerais.

Igreja de Pouso Alegre celebra os 100 anos de Dom José D'Angelo Neto

Na ocasião, o clero arquidiocesano e demais religiosos celebraram a memória e o centenário de Dom José D'Angelo Neto, o falecido quarto bispo da então diocese e primeiro arcebispo de Pouso Alegre.

A cerimônia foi presidida pelo Arcebispo Dom José Luiz Majella Delgado e concelebrada pelo Arcebispo Emérito, Dom Ricardo Pedro Chaves Pinto Filho, pelo Bispo Emérito da Diocese de Campanha, Dom Diamantino Prata de Carvalho, e por dezenas de sacerdotes arquidiocesanos.

Em sua homilia, o Padre José Setembrino de Melo, ordenado presbítero pelas mãos de Dom José D'Angelo, destacou que sua missão naquele momento era a de testemunhar a pequena experiência que teve com o religioso.

"Certamente, ao longo de sua vida, para realizar sua missão, nem todos se agradaram com o modo e o jeito de ser de Dom José e de suas decisões. Dom José chegou nessa Arquidiocese no dia 29 de junho de 1960. Eu nasci aproximadamente dois meses depois. Mas a minha primeira imagem que dele tenho, por incrível que pareça, foi com quase dois anos de idade, no dia 11 de junho de 1962, quando fui crismado por ele. Guardei na memória cenas incríveis dos fatos ocorridos", declarou.

"Apesar da pouca idade, na matriz de Ipuiuna, eles tinham tirado todos os bancos, uma multidão lotava a igreja. Dom José ministrava minha crisma. Aquela mitra enorme na cabeça, olhava nos olhos e aquele tapa no rosto, forte. Ao longo de minha vida, ouvia falar muito de Dom José com admiração e respeito, mas também com inúmeras críticas, as quais pude compreender mais tarde. Pois um homem que se dispõe incansavelmente em fazer crescer o povo de sua Arquidiocese e fazer a Igreja preocupada com as questões sociais, não podia deixar de sofrer incompreensões (...) as obras deixadas por Dom José carregam em si sua finalidade: a formação da pessoa humana para a sociedade, para a família e para a Igreja", continuou o presbítero.

No final da missa, o Vigário Geral da Arquidiocese de Pouso Alegre, Cônego Wilson Mário de Moraes, fez a leitura de uma mensagem enviada pela família de Dom José, que vive em São João Del Rey:

Igreja de Pouso Alegre celebra os 100 anos de Dom José D'Angelo Neto
Dom José D'Angelo Neto
Foto: Arquidiocese de Pouso Alegre
"Recebemos com alegria e gratidão a notícia desta celebração do centenário do nascimento do nosso irmão e primeiro arcebispo da cidade, Dom José D'Ângelo Neto. Sabemos do carinho dos pouso-alegrenses por Dom José, do acolhimento durante os anos de trabalho dele aqui e da permanente lembrança de sua trajetória. Como família, podemos dizer que fomos testemunhas de nosso irmão pelo povo de Pouso Alegre".

Encerrada a celebração, os padres que foram ordenados por Dom José ofereceram uma coroa de flores ao túmulo do antigo bispo, morto no dia 31 de maio de 1990 e sepultado na cripta da Catedral Metropolitana. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações Arquidiocese de Pouso Alegre

Loading
Igreja de Pouso Alegre celebra os 100 anos de Dom José D'Angelo Neto

Pouso Alegre - Minas Gerais (Quarta-feira, 08-11-2017, Gaudium Press) Os fiéis mineiros participaram na última segunda-feira, 6 de novembro, de uma Santa Missa de ação de graças, na Catedral Metropolitana de Pouso Alegre, em Minas Gerais.

Igreja de Pouso Alegre celebra os 100 anos de Dom José D'Angelo Neto

Na ocasião, o clero arquidiocesano e demais religiosos celebraram a memória e o centenário de Dom José D'Angelo Neto, o falecido quarto bispo da então diocese e primeiro arcebispo de Pouso Alegre.

A cerimônia foi presidida pelo Arcebispo Dom José Luiz Majella Delgado e concelebrada pelo Arcebispo Emérito, Dom Ricardo Pedro Chaves Pinto Filho, pelo Bispo Emérito da Diocese de Campanha, Dom Diamantino Prata de Carvalho, e por dezenas de sacerdotes arquidiocesanos.

Em sua homilia, o Padre José Setembrino de Melo, ordenado presbítero pelas mãos de Dom José D'Angelo, destacou que sua missão naquele momento era a de testemunhar a pequena experiência que teve com o religioso.

"Certamente, ao longo de sua vida, para realizar sua missão, nem todos se agradaram com o modo e o jeito de ser de Dom José e de suas decisões. Dom José chegou nessa Arquidiocese no dia 29 de junho de 1960. Eu nasci aproximadamente dois meses depois. Mas a minha primeira imagem que dele tenho, por incrível que pareça, foi com quase dois anos de idade, no dia 11 de junho de 1962, quando fui crismado por ele. Guardei na memória cenas incríveis dos fatos ocorridos", declarou.

"Apesar da pouca idade, na matriz de Ipuiuna, eles tinham tirado todos os bancos, uma multidão lotava a igreja. Dom José ministrava minha crisma. Aquela mitra enorme na cabeça, olhava nos olhos e aquele tapa no rosto, forte. Ao longo de minha vida, ouvia falar muito de Dom José com admiração e respeito, mas também com inúmeras críticas, as quais pude compreender mais tarde. Pois um homem que se dispõe incansavelmente em fazer crescer o povo de sua Arquidiocese e fazer a Igreja preocupada com as questões sociais, não podia deixar de sofrer incompreensões (...) as obras deixadas por Dom José carregam em si sua finalidade: a formação da pessoa humana para a sociedade, para a família e para a Igreja", continuou o presbítero.

No final da missa, o Vigário Geral da Arquidiocese de Pouso Alegre, Cônego Wilson Mário de Moraes, fez a leitura de uma mensagem enviada pela família de Dom José, que vive em São João Del Rey:

Igreja de Pouso Alegre celebra os 100 anos de Dom José D'Angelo Neto
Dom José D'Angelo Neto
Foto: Arquidiocese de Pouso Alegre
"Recebemos com alegria e gratidão a notícia desta celebração do centenário do nascimento do nosso irmão e primeiro arcebispo da cidade, Dom José D'Ângelo Neto. Sabemos do carinho dos pouso-alegrenses por Dom José, do acolhimento durante os anos de trabalho dele aqui e da permanente lembrança de sua trajetória. Como família, podemos dizer que fomos testemunhas de nosso irmão pelo povo de Pouso Alegre".

Encerrada a celebração, os padres que foram ordenados por Dom José ofereceram uma coroa de flores ao túmulo do antigo bispo, morto no dia 31 de maio de 1990 e sepultado na cripta da Catedral Metropolitana. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações Arquidiocese de Pouso Alegre

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/91101-Igreja-de-Pouso-Alegre-celebra-os-100-anos-de-Dom-Jose-D-Angelo-Neto. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O Cardeal Arcebispo de Valência, Antonio Cañizares, afirmou aos poloneses que eles são “exemplo ...
 
As imagens peregrinas são réplicas fiéis da imagem venerada na Capela das Aparições do Santuár ...
 
O sangue do Papa João Paulo II deve chegar à Paróquia Sagrada Família em 26 de novembro próximo ...
 
Os exemplares de 1962 a 1979 do jornal Folha do Norte do Paraná estavam na Catedral Basílica Menor ...
 
Nos próximos dias serão iniciadas as instalações do presépio e da Árvore de Natal na Praça de ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading