Loading
 
 
 
Loading
 
As rosáceas: um tributo geométrico à perfeição de Deus
Loading
 
1 de Dezembro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

As rosáceas um tributo geométrico à perfeição de Deus 1.jpg

Estados Unidos - Washington (Sexta-feira, 01-12-2017, Gaudium Press)
O artista e acadêmico David Clayton, autor do livro 'The Way of Beauty' (A Via da Beleza) destacou em um artigo para 'New Liturgical Movement' o significado e beleza das rosáceas, um dos elementos arquitetônicos característicos dos templos góticos. Estas figuras, que podem chegar a notáveis graus de complexidade, encerram um sentido profundo: o culto a Deus e a Evangelização através das formas geométricas.

Apreciar este significado requer uma catequese especial. "É importante despertar nosso sentido inato do simbolismo do mundo natural e de tudo o que é criado, já que isto também estimula nosso sentido natural do divino", explicou Clayton. O assombro da contemplação da beleza natural requer uma disposição da vontade para que não se fique no superficial e leve o homem à sua verdadeira origem em Deus. "Esta é sua verdadeira consumação: estamos feitos para ver a glória de Deus em Sua criação, e será para Sua maior glória e nossa maior alegria se permitimos que a beleza do mundo nos leve ao que assinala".

As rosáceas um tributo geométrico à perfeição de Deus 2.jpg
Sobre o tributo a Deus das matemáticas e a geometria nas rosáceas, o autor destacou a estreita relação das matemáticas com as leis da natureza, algo no qual o homem poderia descobrir o rosto do Criador. "O cientista natural de hoje em dia é menos consciente do simbolismo que atravessa tanto a natureza como as matemáticas", afirmou o autor. "O pensador medieval não haveria rejeitado o método dos cientistas naturais de hoje em dia, mas haveria acrescentado a sua descrição do mundo natural a linguagem simbólica dos números, que em grande parte se esquece na atualidade".

"A geometria expressa o número no espaço através da matéria, pelo que a arte geométrica deve estar no centro da evangelização da cultura e de qualquer arte sagrada", propôs Clayton, que afirmou que um estudo profundo da geometria poderia oferecer um grande valor à beleza, como o seria um renascimento da arte de elaboração das rosáceas. "Isto é mais que simples decoração; se se faz bem, tem o poder de estimular em nós um sentido profundo de nosso lugar no mundo e em relação com Deus". As rosáceas das catedrais representam números como o três, imagem da Santíssima Trindade, o cinco, referência às Chagas de Nosso Senhor ou o sete, que recordam os Sacramentos, os dons do Espírito Santo ou as dores da Santíssima Virgem. (EPC)

Loading
As rosáceas: um tributo geométrico à perfeição de Deus

As rosáceas um tributo geométrico à perfeição de Deus 1.jpg

Estados Unidos - Washington (Sexta-feira, 01-12-2017, Gaudium Press)
O artista e acadêmico David Clayton, autor do livro 'The Way of Beauty' (A Via da Beleza) destacou em um artigo para 'New Liturgical Movement' o significado e beleza das rosáceas, um dos elementos arquitetônicos característicos dos templos góticos. Estas figuras, que podem chegar a notáveis graus de complexidade, encerram um sentido profundo: o culto a Deus e a Evangelização através das formas geométricas.

Apreciar este significado requer uma catequese especial. "É importante despertar nosso sentido inato do simbolismo do mundo natural e de tudo o que é criado, já que isto também estimula nosso sentido natural do divino", explicou Clayton. O assombro da contemplação da beleza natural requer uma disposição da vontade para que não se fique no superficial e leve o homem à sua verdadeira origem em Deus. "Esta é sua verdadeira consumação: estamos feitos para ver a glória de Deus em Sua criação, e será para Sua maior glória e nossa maior alegria se permitimos que a beleza do mundo nos leve ao que assinala".

As rosáceas um tributo geométrico à perfeição de Deus 2.jpg
Sobre o tributo a Deus das matemáticas e a geometria nas rosáceas, o autor destacou a estreita relação das matemáticas com as leis da natureza, algo no qual o homem poderia descobrir o rosto do Criador. "O cientista natural de hoje em dia é menos consciente do simbolismo que atravessa tanto a natureza como as matemáticas", afirmou o autor. "O pensador medieval não haveria rejeitado o método dos cientistas naturais de hoje em dia, mas haveria acrescentado a sua descrição do mundo natural a linguagem simbólica dos números, que em grande parte se esquece na atualidade".

"A geometria expressa o número no espaço através da matéria, pelo que a arte geométrica deve estar no centro da evangelização da cultura e de qualquer arte sagrada", propôs Clayton, que afirmou que um estudo profundo da geometria poderia oferecer um grande valor à beleza, como o seria um renascimento da arte de elaboração das rosáceas. "Isto é mais que simples decoração; se se faz bem, tem o poder de estimular em nós um sentido profundo de nosso lugar no mundo e em relação com Deus". As rosáceas das catedrais representam números como o três, imagem da Santíssima Trindade, o cinco, referência às Chagas de Nosso Senhor ou o sete, que recordam os Sacramentos, os dons do Espírito Santo ou as dores da Santíssima Virgem. (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/91575-As-rosaceas--um-tributo-geometrico-a-perfeicao-de-Deus. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

As homenagens a Padroeira do Rio Grande do Sul foram inspiradas pelo tema “A jovem chamada Maria, ...
 
Curso vai ser ministrado na Pontifícia Universidade Lateranense, de Roma ...
 
Esta será a segunda visita de um Papa ao Marrocos, nação que acolheu São João Paulo II, em 1985 ...
 
Os escoteiros do Brasil têm atuado em convênios com os comitês locais da JMJ e o comitê interame ...
 
"Que esse lamentável fato em Niterói, no Ano do Leigo, possa nos aproximar mais de Deus", expresso ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading