Loading
 
 
 
Loading
 
Catedral de Lima rende homenagem a São João Paulo II com uma exposição
Loading
 
5 de Dezembro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Peru - ‎Lima (Terça-feira, 05-12-2017, Gaudium Press) "João Paulo II, o Papa da Liberdade", é o título da exposição sobre o pontífice polonês que recentemente foi inaugurada na Basílica Catedral de Lima no contexto da visita apostólica do Papa Francisco ao Peru, que ocorrerá de 18 a 21 de janeiro.

Catedral de Lima rende homenagem a São João Paulo II com uma exposição 1.jpg

A mostra ocorre por iniciativa conjunta da Embaixada da Polônia no país latino-americano e a Arquidiocese de Lima; e se desenvolve através de 44 painéis que mostram os acontecimentos mais importantes de seu pontificado, que durou cerca de 27 anos; sobretudo os momentos significativos das duas visitas que realizou ao Peru em 1985 e 1988.

"Acabo de pisar em terra peruana. E ao beijá-la, quis manifestar minha estima profunda a todos os habitantes, que desde este momento me acolhem com coração aberto. Por isso, a primeira palavra que vem aos meus lábios é a de um cordial obrigado! Muito obrigado!", expressava o Santo Padre após pisar no solo peruano no dia 1º de fevereiro de 1985.

Ao acompanhar a abertura da mostra, que ocorreu no dia 20 de novembro, o Cardeal Juan Luis Cipriani, Arcebispo de Lima, disse que a exposição "é uma magnífica ideia", sobretudo porque ajuda a entrar no clima da proximidade da visita do Papa Francisco recordado nas marcas deixadas no Peru por São João Paulo II. "Agora também pedimos a ele: ajuda-nos para que esta vinda do Papa Francisco seja como em tua época também, um impulso muito grande para todo o povo peruano", manifestou o purpurado.

O Cardeal recordou vários dos momentos vividos com João Paulo II, conhecido como o "Papa Peregrino", e assinalou que Francisco está seguindo estes passos como peregrino em vários países: "que temos visto de perto a estes dois homens estamos absolutamente convencidos que vão pelo mesmo caminho de levar a Jesus às pessoas, de privilegiar muito a dimensão humana da mensagem: o carinho, o amor, a liberdade, a Fé, a cultura; cada um com seu estilo, mas em uma via única que é a Igreja Católica".

Catedral de Lima rende homenagem a São João Paulo II com uma exposição 2.jpg

Por sua vez, a embaixadora da Polônia no Peru, Izabela Matusz, que esteve presente na inauguração da exposição, expressou: "Karol Wojtyla, conhecido como Papa João Paulo II, foi um eminente líder religioso polonês, teólogo, pensador, filósofo e poeta. Foi eleito ao papado como o primeiro Papa não italiano desde 1523. Procedente do país do bloco comunista, marcou de maneira muito importante a história da Igreja e da Europa no século XX".

Assinalou que a mostra, "apresenta a João Paulo II como um grande homem de estado, graças a quem a Polônia e os países da Europa Central recuperaram a soberania nacional". Acrescentou que João Paulo II "foi um líder espiritual comprometido com a paz mundial".

No evento também estiveram presentes o Núncio Apostólico do Peru, Dom Nicola Girasoli; e o Bispo Auxiliar de Lima, Dom Raúl Chay, além do Corpo Diplomático creditado no Peru.

A exposição estará aberta a todo o público que visite o Museu da Basílica Catedral de Lima. (EPC)

Loading
Catedral de Lima rende homenagem a São João Paulo II com uma exposição

Peru - ‎Lima (Terça-feira, 05-12-2017, Gaudium Press) "João Paulo II, o Papa da Liberdade", é o título da exposição sobre o pontífice polonês que recentemente foi inaugurada na Basílica Catedral de Lima no contexto da visita apostólica do Papa Francisco ao Peru, que ocorrerá de 18 a 21 de janeiro.

Catedral de Lima rende homenagem a São João Paulo II com uma exposição 1.jpg

A mostra ocorre por iniciativa conjunta da Embaixada da Polônia no país latino-americano e a Arquidiocese de Lima; e se desenvolve através de 44 painéis que mostram os acontecimentos mais importantes de seu pontificado, que durou cerca de 27 anos; sobretudo os momentos significativos das duas visitas que realizou ao Peru em 1985 e 1988.

"Acabo de pisar em terra peruana. E ao beijá-la, quis manifestar minha estima profunda a todos os habitantes, que desde este momento me acolhem com coração aberto. Por isso, a primeira palavra que vem aos meus lábios é a de um cordial obrigado! Muito obrigado!", expressava o Santo Padre após pisar no solo peruano no dia 1º de fevereiro de 1985.

Ao acompanhar a abertura da mostra, que ocorreu no dia 20 de novembro, o Cardeal Juan Luis Cipriani, Arcebispo de Lima, disse que a exposição "é uma magnífica ideia", sobretudo porque ajuda a entrar no clima da proximidade da visita do Papa Francisco recordado nas marcas deixadas no Peru por São João Paulo II. "Agora também pedimos a ele: ajuda-nos para que esta vinda do Papa Francisco seja como em tua época também, um impulso muito grande para todo o povo peruano", manifestou o purpurado.

O Cardeal recordou vários dos momentos vividos com João Paulo II, conhecido como o "Papa Peregrino", e assinalou que Francisco está seguindo estes passos como peregrino em vários países: "que temos visto de perto a estes dois homens estamos absolutamente convencidos que vão pelo mesmo caminho de levar a Jesus às pessoas, de privilegiar muito a dimensão humana da mensagem: o carinho, o amor, a liberdade, a Fé, a cultura; cada um com seu estilo, mas em uma via única que é a Igreja Católica".

Catedral de Lima rende homenagem a São João Paulo II com uma exposição 2.jpg

Por sua vez, a embaixadora da Polônia no Peru, Izabela Matusz, que esteve presente na inauguração da exposição, expressou: "Karol Wojtyla, conhecido como Papa João Paulo II, foi um eminente líder religioso polonês, teólogo, pensador, filósofo e poeta. Foi eleito ao papado como o primeiro Papa não italiano desde 1523. Procedente do país do bloco comunista, marcou de maneira muito importante a história da Igreja e da Europa no século XX".

Assinalou que a mostra, "apresenta a João Paulo II como um grande homem de estado, graças a quem a Polônia e os países da Europa Central recuperaram a soberania nacional". Acrescentou que João Paulo II "foi um líder espiritual comprometido com a paz mundial".

No evento também estiveram presentes o Núncio Apostólico do Peru, Dom Nicola Girasoli; e o Bispo Auxiliar de Lima, Dom Raúl Chay, além do Corpo Diplomático creditado no Peru.

A exposição estará aberta a todo o público que visite o Museu da Basílica Catedral de Lima. (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/91642-Catedral-de-Lima-rende-homenagem-a-Sao-Joao-Paulo-II-com-uma-exposicao. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

As homenagens a Padroeira do Rio Grande do Sul foram inspiradas pelo tema “A jovem chamada Maria, ...
 
Curso vai ser ministrado na Pontifícia Universidade Lateranense, de Roma ...
 
Esta será a segunda visita de um Papa ao Marrocos, nação que acolheu São João Paulo II, em 1985 ...
 
Os escoteiros do Brasil têm atuado em convênios com os comitês locais da JMJ e o comitê interame ...
 
"Que esse lamentável fato em Niterói, no Ano do Leigo, possa nos aproximar mais de Deus", expresso ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading