Loading
 
 
 
Loading
 
Catedral de Lima rende homenagem a São João Paulo II com uma exposição
Loading
 
5 de Dezembro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Peru - ‎Lima (Terça-feira, 05-12-2017, Gaudium Press) "João Paulo II, o Papa da Liberdade", é o título da exposição sobre o pontífice polonês que recentemente foi inaugurada na Basílica Catedral de Lima no contexto da visita apostólica do Papa Francisco ao Peru, que ocorrerá de 18 a 21 de janeiro.

Catedral de Lima rende homenagem a São João Paulo II com uma exposição 1.jpg

A mostra ocorre por iniciativa conjunta da Embaixada da Polônia no país latino-americano e a Arquidiocese de Lima; e se desenvolve através de 44 painéis que mostram os acontecimentos mais importantes de seu pontificado, que durou cerca de 27 anos; sobretudo os momentos significativos das duas visitas que realizou ao Peru em 1985 e 1988.

"Acabo de pisar em terra peruana. E ao beijá-la, quis manifestar minha estima profunda a todos os habitantes, que desde este momento me acolhem com coração aberto. Por isso, a primeira palavra que vem aos meus lábios é a de um cordial obrigado! Muito obrigado!", expressava o Santo Padre após pisar no solo peruano no dia 1º de fevereiro de 1985.

Ao acompanhar a abertura da mostra, que ocorreu no dia 20 de novembro, o Cardeal Juan Luis Cipriani, Arcebispo de Lima, disse que a exposição "é uma magnífica ideia", sobretudo porque ajuda a entrar no clima da proximidade da visita do Papa Francisco recordado nas marcas deixadas no Peru por São João Paulo II. "Agora também pedimos a ele: ajuda-nos para que esta vinda do Papa Francisco seja como em tua época também, um impulso muito grande para todo o povo peruano", manifestou o purpurado.

O Cardeal recordou vários dos momentos vividos com João Paulo II, conhecido como o "Papa Peregrino", e assinalou que Francisco está seguindo estes passos como peregrino em vários países: "que temos visto de perto a estes dois homens estamos absolutamente convencidos que vão pelo mesmo caminho de levar a Jesus às pessoas, de privilegiar muito a dimensão humana da mensagem: o carinho, o amor, a liberdade, a Fé, a cultura; cada um com seu estilo, mas em uma via única que é a Igreja Católica".

Catedral de Lima rende homenagem a São João Paulo II com uma exposição 2.jpg

Por sua vez, a embaixadora da Polônia no Peru, Izabela Matusz, que esteve presente na inauguração da exposição, expressou: "Karol Wojtyla, conhecido como Papa João Paulo II, foi um eminente líder religioso polonês, teólogo, pensador, filósofo e poeta. Foi eleito ao papado como o primeiro Papa não italiano desde 1523. Procedente do país do bloco comunista, marcou de maneira muito importante a história da Igreja e da Europa no século XX".

Assinalou que a mostra, "apresenta a João Paulo II como um grande homem de estado, graças a quem a Polônia e os países da Europa Central recuperaram a soberania nacional". Acrescentou que João Paulo II "foi um líder espiritual comprometido com a paz mundial".

No evento também estiveram presentes o Núncio Apostólico do Peru, Dom Nicola Girasoli; e o Bispo Auxiliar de Lima, Dom Raúl Chay, além do Corpo Diplomático creditado no Peru.

A exposição estará aberta a todo o público que visite o Museu da Basílica Catedral de Lima. (EPC)

Loading
Catedral de Lima rende homenagem a São João Paulo II com uma exposição

Peru - ‎Lima (Terça-feira, 05-12-2017, Gaudium Press) "João Paulo II, o Papa da Liberdade", é o título da exposição sobre o pontífice polonês que recentemente foi inaugurada na Basílica Catedral de Lima no contexto da visita apostólica do Papa Francisco ao Peru, que ocorrerá de 18 a 21 de janeiro.

Catedral de Lima rende homenagem a São João Paulo II com uma exposição 1.jpg

A mostra ocorre por iniciativa conjunta da Embaixada da Polônia no país latino-americano e a Arquidiocese de Lima; e se desenvolve através de 44 painéis que mostram os acontecimentos mais importantes de seu pontificado, que durou cerca de 27 anos; sobretudo os momentos significativos das duas visitas que realizou ao Peru em 1985 e 1988.

"Acabo de pisar em terra peruana. E ao beijá-la, quis manifestar minha estima profunda a todos os habitantes, que desde este momento me acolhem com coração aberto. Por isso, a primeira palavra que vem aos meus lábios é a de um cordial obrigado! Muito obrigado!", expressava o Santo Padre após pisar no solo peruano no dia 1º de fevereiro de 1985.

Ao acompanhar a abertura da mostra, que ocorreu no dia 20 de novembro, o Cardeal Juan Luis Cipriani, Arcebispo de Lima, disse que a exposição "é uma magnífica ideia", sobretudo porque ajuda a entrar no clima da proximidade da visita do Papa Francisco recordado nas marcas deixadas no Peru por São João Paulo II. "Agora também pedimos a ele: ajuda-nos para que esta vinda do Papa Francisco seja como em tua época também, um impulso muito grande para todo o povo peruano", manifestou o purpurado.

O Cardeal recordou vários dos momentos vividos com João Paulo II, conhecido como o "Papa Peregrino", e assinalou que Francisco está seguindo estes passos como peregrino em vários países: "que temos visto de perto a estes dois homens estamos absolutamente convencidos que vão pelo mesmo caminho de levar a Jesus às pessoas, de privilegiar muito a dimensão humana da mensagem: o carinho, o amor, a liberdade, a Fé, a cultura; cada um com seu estilo, mas em uma via única que é a Igreja Católica".

Catedral de Lima rende homenagem a São João Paulo II com uma exposição 2.jpg

Por sua vez, a embaixadora da Polônia no Peru, Izabela Matusz, que esteve presente na inauguração da exposição, expressou: "Karol Wojtyla, conhecido como Papa João Paulo II, foi um eminente líder religioso polonês, teólogo, pensador, filósofo e poeta. Foi eleito ao papado como o primeiro Papa não italiano desde 1523. Procedente do país do bloco comunista, marcou de maneira muito importante a história da Igreja e da Europa no século XX".

Assinalou que a mostra, "apresenta a João Paulo II como um grande homem de estado, graças a quem a Polônia e os países da Europa Central recuperaram a soberania nacional". Acrescentou que João Paulo II "foi um líder espiritual comprometido com a paz mundial".

No evento também estiveram presentes o Núncio Apostólico do Peru, Dom Nicola Girasoli; e o Bispo Auxiliar de Lima, Dom Raúl Chay, além do Corpo Diplomático creditado no Peru.

A exposição estará aberta a todo o público que visite o Museu da Basílica Catedral de Lima. (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/91642-Catedral-de-Lima-rende-homenagem-a-Sao-Joao-Paulo-II-com-uma-exposicao. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O templo, localizado na Paróquia de São Miguel, foi consagrado a Nossa Senhora de Arandin, “Mãe ...
 
“Iniciação à Vida Cristã: perfeita sintonia entre catequese e liturgia” será a temática qu ...
 
“De onde Lhe vêm essa sabedoria e esses milagres? Não é Ele o filho do carpinteiro?” (Mt 13 ...
 
O evento acontece na réplica da Catedral, que faz parte da cenografia do Parque do Povo, durante ma ...
 
"Hoje o Senhor nos exorta a uma atitude de fé que supera nossos projetos, os nossos cálculos, as n ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading