Loading
 
 
 
Loading
 
Filme sobre São Maximiliano Kolbe chega ao Japão
Loading
 
12 de Dezembro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Japão - Tóquio (Terça-feira, 12-12-2017, Gaudium Press) O Núncio Apostólico no Japão, Dom Joseph Chennoth, presidiu a estreia do filme "Duas Coroas" sobre a vida de São Maximiliano Kolbe, realizada no dia 09 de dezembro em um cinema contíguo ao Museu de Fotografia de Tóquio e que contou com uma boa assistência de poloneses e japoneses. O Santo polonês, mártir no campo de concentração de Auschwitz, realizou uma parte de seu apostolado no Japão de 1930 a 1936, tempo durante o qual fundou o Jardim da Imaculada (Mugenzai no Sono) na cidade de Nagasaki.

Filme sobre São Maximiliano Kolbe chega ao Japão.jpg
Dom Chennot dedicou uma breve introdução ao destacar os ritos da vida do Santo, destacado por sua grande devoção à Santíssima Virgem e seu apostolado através dos meios de comunicação, especialmente a revista "O Cavaleiro da Imaculada" e notáveis esforços no desenvolvimento de jornais e, até o final de sua vida, da radiodifusão católica. O sacerdote franciscano foi preso pelo regime nazista em sua invasão à Polônia e condenado à morte por inanição no campo de concentração ao oferecer-se voluntariamente para salvar a vida de um pai de família. O nome do filme se inspira em uma experiência mística do Santo quando era pequeno, no qual a Mãe de Deus lhe ofereceu duas coroas: uma simbolizando a pureza e outra o martírio. O menino escolheu ambas.

Após a apresentação do filme, o diretor do mesmo, Michal Kondrat, e o ator Tadeusz Chudecki, participaram de um debate no qual responderam perguntas dos assistentes. O diretor expôs que desejava que os espectadores tivessem uma ideia da vida e morte do Santo, mas também da importância do Japão para seu apostolado. Kondrat indicou que sua percepção dos japoneses se transformou ao realizar o filme e encontrar a cooperação de numerosas pessoas no Japão. "Aqui fui positivamente surpreendido. Têm muito coração e são pessoas sensíveis", afirmou. "Eles queriam escutar as histórias sobre o Santo polonês".

"Também exibiremos o filme em Nagasaki, onde tenho ouvido que, da mesma forma que em Tóquio, os ingressos já foram vendidos há muito tempo", relatou o diretor da agência informativa KAI, antecipando que o filme será lançado em DVD com tradução para sete idiomas, incluindo o japonês. O roteiro foi escrito tomando como base os escritos do próprio Santo e os testemunhos das pessoas de seu tempo. A filmagem foi realizada na Polônia, Itália (país onde o Santo concluiu sua formação sacerdotal e onde foi inspirado a fundar a Milícia da Imaculada) e Japão. (EPC)

Loading
Filme sobre São Maximiliano Kolbe chega ao Japão

Japão - Tóquio (Terça-feira, 12-12-2017, Gaudium Press) O Núncio Apostólico no Japão, Dom Joseph Chennoth, presidiu a estreia do filme "Duas Coroas" sobre a vida de São Maximiliano Kolbe, realizada no dia 09 de dezembro em um cinema contíguo ao Museu de Fotografia de Tóquio e que contou com uma boa assistência de poloneses e japoneses. O Santo polonês, mártir no campo de concentração de Auschwitz, realizou uma parte de seu apostolado no Japão de 1930 a 1936, tempo durante o qual fundou o Jardim da Imaculada (Mugenzai no Sono) na cidade de Nagasaki.

Filme sobre São Maximiliano Kolbe chega ao Japão.jpg
Dom Chennot dedicou uma breve introdução ao destacar os ritos da vida do Santo, destacado por sua grande devoção à Santíssima Virgem e seu apostolado através dos meios de comunicação, especialmente a revista "O Cavaleiro da Imaculada" e notáveis esforços no desenvolvimento de jornais e, até o final de sua vida, da radiodifusão católica. O sacerdote franciscano foi preso pelo regime nazista em sua invasão à Polônia e condenado à morte por inanição no campo de concentração ao oferecer-se voluntariamente para salvar a vida de um pai de família. O nome do filme se inspira em uma experiência mística do Santo quando era pequeno, no qual a Mãe de Deus lhe ofereceu duas coroas: uma simbolizando a pureza e outra o martírio. O menino escolheu ambas.

Após a apresentação do filme, o diretor do mesmo, Michal Kondrat, e o ator Tadeusz Chudecki, participaram de um debate no qual responderam perguntas dos assistentes. O diretor expôs que desejava que os espectadores tivessem uma ideia da vida e morte do Santo, mas também da importância do Japão para seu apostolado. Kondrat indicou que sua percepção dos japoneses se transformou ao realizar o filme e encontrar a cooperação de numerosas pessoas no Japão. "Aqui fui positivamente surpreendido. Têm muito coração e são pessoas sensíveis", afirmou. "Eles queriam escutar as histórias sobre o Santo polonês".

"Também exibiremos o filme em Nagasaki, onde tenho ouvido que, da mesma forma que em Tóquio, os ingressos já foram vendidos há muito tempo", relatou o diretor da agência informativa KAI, antecipando que o filme será lançado em DVD com tradução para sete idiomas, incluindo o japonês. O roteiro foi escrito tomando como base os escritos do próprio Santo e os testemunhos das pessoas de seu tempo. A filmagem foi realizada na Polônia, Itália (país onde o Santo concluiu sua formação sacerdotal e onde foi inspirado a fundar a Milícia da Imaculada) e Japão. (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/91768-Filme-sobre-Sao-Maximiliano-Kolbe-chega-ao-Japao. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

No próximo domingo, 24 de junho, a Catedral de Turim celebrará a festa do seu Padroeiro, São Joã ...
 
A proximidade dos Salesianos aos iemenitas fez com que a ordem religiosa promova neste sábado, 23, ...
 
Encontrar apoio na própria família é uma grande ajuda para os que dão este passo, e é uma grand ...
 
Conferência Episcopal do Peru comunica abertura de Centro de Auxílio a migrantes venezuelanos. ...
 
Confiança, Anúncio e Fraternidade: três palavras sobre as quais o Papa propôs aos verbitas uma r ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading