Loading
 
 
 
Loading
 
Cardeal Rivera celebra a festa de Nossa Senhora de Guadalupe em seu Santuário
Loading
 
13 de Dezembro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

México - Cidade do México (Quarta-feira, 13-12-2017, Gaudium Press) Na principal manifestação pública do México, milhões de devotos celebraram a Solenidade de Nossa Senhora de Guadalupe que comemora as aparições da Santíssima Virgem no Monte de Tepeyac na capital do país. A Basílica de Guadalupe é o centro de peregrinação no qual confluem multitudinárias romarias, mas a celebração se estende a todas as cidades, onde em Santuários e Paróquias os mexicanos celebram a sua Mãe e Padroeira em uma festividade firmemente arraigada na identidade nacional. Os devotos desafiaram as baixas temperaturas de uma frente fria que afeta o país e a partir da véspera peregrinaram para demonstrar mais um ano de sua devoção filial.

Cardeal Rivera celebra a festa de Nossa Senhora de Guadalupe em seu Santuário 1.jpg

O Cardeal Norberto Rivera, Arcebispo do México, celebrou pela última vez a Solenidade à frente da Arquidiocese, e em sua homilia destacou a transcendência do acontecimento guadalupano na história. "Ela (a Virgem de Guadalupe) foi a que forjou esta pátria e segue caminhando conosco neste peregrinar da vida até seu Amado Filho, Jesus Cristo", declarou o Cardeal. "Ela realiza uma perfeita inculturação, não um sincretismo (...). O Acontecimento Guadalupano não é nada disto. Ela não é nenhuma continuidade da idolatria, nem do antigo culto indígena, mas que Ela somente toma as coisas boas e verdadeiras da cultura humana desenvolvendo-as na plenitude de seu Filho Jesus Cristo".

A Santíssima Virgem tomou em suas aparições no monte de Tepeyac os elementos positivos da cultura indígena e os incorpora à obra de evangelização que deu forma ao povo latino-americano. "Ela põem a Jesus dentro do coração humano, mais além de fronteiras, culturas, línguas, tradições; manifestando a participação de todos como a nova civilização do Amor. Civilização que une, que harmoniza, que integra a todos e que nos confirma em nossa dignidade de ser filhos de Deus e ser parte de sua única família", explicou o purpurado. "Ela aparece no monte do Tepeyac, ao norte da Cidade do México, e também Ela fala o idioma indígena, toma características e conceitos indígenas; mas Ela é mãe de todos os povos, de todas as nações, de todas as estirpes; sua mensagem e sua imagem são tão profundas e atuais, cujo centro e essência é seu amado Filho, o Emmanuel, Deus conosco".

Cardeal Rivera celebra a festa de Nossa Senhora de Guadalupe em seu Santuário 2.jpg
Sobre seu pedido de construir-lhe um templo, o Cardeal Rivera propôs aprofundar em um significado que vai além do material. "Temos que construir esta 'casa sagrada' desde o profundo do coração, tirar toda idolatria, todo erro, toda falsidade e traição, toda escuridão e temor, toda mentira e egoísmo", exortou. "Também isto se manifesta na corrupção, na violência e na delinquência, estes são os desastres que aniquilam a esperança, como o tráfico nacional e internacional da droga que envenena e mata, o dinheiro mal adquirido, assassinatos, violências, sequestros, e demais desastres que são um verdadeiro terremoto contínuo que destrói a casa sagrada de nossa dignidade, de nossos valores, de nossa existência, de nossas famílias, de nossa juventude, de nossa vida". A confiança no poder de Deus é o que sustenta a frase de Nossa Senhora no México: "Não tenhas medo".

"Nossa Senhora de Guadalupe é nossa Mãe e Ela diz ter a honra e a dita de sê-lo, pois Ela é nossa proteção e resguardo, Ela é a fonte de nossa alegria, Ela nos coloca em seu mesmo amor, no oco do seu manto no cruzamento de seus braços", exclamou o Arcebispo. "Não necessitamos de mais nada. A Mãe de Deus nos coloca exatamente em Jesus Cristo, Nosso Senhor, que venceu o pecado e a morte". O prelado fez uma pausa em sua homilia para fazer uma sentida oração de ação de graças a Santíssima Virgem por sua presença em todos os momentos de sua vida desde a infância e durante seu serviço à frente da Arquidiocese do México, encomendando esta jurisdição à proteção de Nossa Senhora de Guadalupe, para "fazer silêncio e deter toda estridência do pecado e escutar o murmúrio do amor de Deus que nos pede dignificar a vida de todo irmão que necessita".

"Obrigado por todos estes anos, por cada um dos momentos vividos neste serviço", concluiu o Cardeal. "Obrigado minha Mãe, pois teu amor permanece e sempre permanecerá em meu coração. Obrigado meu Deus, Obrigado misericordioso Senhor do amor". (EPC)

Loading
Cardeal Rivera celebra a festa de Nossa Senhora de Guadalupe em seu Santuário

México - Cidade do México (Quarta-feira, 13-12-2017, Gaudium Press) Na principal manifestação pública do México, milhões de devotos celebraram a Solenidade de Nossa Senhora de Guadalupe que comemora as aparições da Santíssima Virgem no Monte de Tepeyac na capital do país. A Basílica de Guadalupe é o centro de peregrinação no qual confluem multitudinárias romarias, mas a celebração se estende a todas as cidades, onde em Santuários e Paróquias os mexicanos celebram a sua Mãe e Padroeira em uma festividade firmemente arraigada na identidade nacional. Os devotos desafiaram as baixas temperaturas de uma frente fria que afeta o país e a partir da véspera peregrinaram para demonstrar mais um ano de sua devoção filial.

Cardeal Rivera celebra a festa de Nossa Senhora de Guadalupe em seu Santuário 1.jpg

O Cardeal Norberto Rivera, Arcebispo do México, celebrou pela última vez a Solenidade à frente da Arquidiocese, e em sua homilia destacou a transcendência do acontecimento guadalupano na história. "Ela (a Virgem de Guadalupe) foi a que forjou esta pátria e segue caminhando conosco neste peregrinar da vida até seu Amado Filho, Jesus Cristo", declarou o Cardeal. "Ela realiza uma perfeita inculturação, não um sincretismo (...). O Acontecimento Guadalupano não é nada disto. Ela não é nenhuma continuidade da idolatria, nem do antigo culto indígena, mas que Ela somente toma as coisas boas e verdadeiras da cultura humana desenvolvendo-as na plenitude de seu Filho Jesus Cristo".

A Santíssima Virgem tomou em suas aparições no monte de Tepeyac os elementos positivos da cultura indígena e os incorpora à obra de evangelização que deu forma ao povo latino-americano. "Ela põem a Jesus dentro do coração humano, mais além de fronteiras, culturas, línguas, tradições; manifestando a participação de todos como a nova civilização do Amor. Civilização que une, que harmoniza, que integra a todos e que nos confirma em nossa dignidade de ser filhos de Deus e ser parte de sua única família", explicou o purpurado. "Ela aparece no monte do Tepeyac, ao norte da Cidade do México, e também Ela fala o idioma indígena, toma características e conceitos indígenas; mas Ela é mãe de todos os povos, de todas as nações, de todas as estirpes; sua mensagem e sua imagem são tão profundas e atuais, cujo centro e essência é seu amado Filho, o Emmanuel, Deus conosco".

Cardeal Rivera celebra a festa de Nossa Senhora de Guadalupe em seu Santuário 2.jpg
Sobre seu pedido de construir-lhe um templo, o Cardeal Rivera propôs aprofundar em um significado que vai além do material. "Temos que construir esta 'casa sagrada' desde o profundo do coração, tirar toda idolatria, todo erro, toda falsidade e traição, toda escuridão e temor, toda mentira e egoísmo", exortou. "Também isto se manifesta na corrupção, na violência e na delinquência, estes são os desastres que aniquilam a esperança, como o tráfico nacional e internacional da droga que envenena e mata, o dinheiro mal adquirido, assassinatos, violências, sequestros, e demais desastres que são um verdadeiro terremoto contínuo que destrói a casa sagrada de nossa dignidade, de nossos valores, de nossa existência, de nossas famílias, de nossa juventude, de nossa vida". A confiança no poder de Deus é o que sustenta a frase de Nossa Senhora no México: "Não tenhas medo".

"Nossa Senhora de Guadalupe é nossa Mãe e Ela diz ter a honra e a dita de sê-lo, pois Ela é nossa proteção e resguardo, Ela é a fonte de nossa alegria, Ela nos coloca em seu mesmo amor, no oco do seu manto no cruzamento de seus braços", exclamou o Arcebispo. "Não necessitamos de mais nada. A Mãe de Deus nos coloca exatamente em Jesus Cristo, Nosso Senhor, que venceu o pecado e a morte". O prelado fez uma pausa em sua homilia para fazer uma sentida oração de ação de graças a Santíssima Virgem por sua presença em todos os momentos de sua vida desde a infância e durante seu serviço à frente da Arquidiocese do México, encomendando esta jurisdição à proteção de Nossa Senhora de Guadalupe, para "fazer silêncio e deter toda estridência do pecado e escutar o murmúrio do amor de Deus que nos pede dignificar a vida de todo irmão que necessita".

"Obrigado por todos estes anos, por cada um dos momentos vividos neste serviço", concluiu o Cardeal. "Obrigado minha Mãe, pois teu amor permanece e sempre permanecerá em meu coração. Obrigado meu Deus, Obrigado misericordioso Senhor do amor". (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/91794-Cardeal-Rivera-celebra-a-festa-de-Nossa-Senhora-de-Guadalupe-em-seu-Santuario. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

As homenagens a Padroeira do Rio Grande do Sul foram inspiradas pelo tema “A jovem chamada Maria, ...
 
Curso vai ser ministrado na Pontifícia Universidade Lateranense, de Roma ...
 
Esta será a segunda visita de um Papa ao Marrocos, nação que acolheu São João Paulo II, em 1985 ...
 
Os escoteiros do Brasil têm atuado em convênios com os comitês locais da JMJ e o comitê interame ...
 
"Que esse lamentável fato em Niterói, no Ano do Leigo, possa nos aproximar mais de Deus", expresso ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading