Loading
 
 
 
Loading
 
Em momentos de escuridão é importante celebrar o Natal: Cardeal Urosa Savino
Loading
 
15 de Dezembro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Venezuela - Caracas (Sexta-feira, 15-12-2017, Gaudium Press) O Cardeal Jorge L. Urosa Savino, Arcebispo de Caracas, Venezuela, publicou uma carta pastoral por ocasião do tempo de Advento e a proximidade da celebração do Natal no qual destacou o significado profundo e espiritual do mesmo. O purpurado rejeitou a desesperança daqueles que propõem que o país atravessa dificuldades tão grandes que fazem que não haja nada para comemorar no Natal. "Diante dessa afirmação derrotista nós, os católicos, sentimos que hoje, mais do que em outras ocasiões, nestes tempos obscuros, é necessário celebrar o Natal", indicou. Sua mensagem, datada de 12 de dezembro, será lida em todas as paróquias da Arquidiocese nas Missas do fim de semana de 17 de dezembro.

Em momentos de escuridão é importante celebrar o Natal Cardeal Urosa Savino.jpg

"O Natal, meus queridos irmãos, não é um carnaval, uma festa sem sentido nem causa. É a celebração do amor de Deus manifestado em Nosso Senhor Jesus Cristo, rosto da misericórdia do Pai", recordou o Arcebispo em sua carta, intitulada "Natal: luz nas Trevas". "O Natal é uma festa religiosa. É a festa da manifestação da misericórdia e da bondade de Deus, nosso amoroso Pai celestial, que 'tanto amou o mundo que lhe entregou seu Filho único, para que todo o que creia nEle tenha vida e vida abundante!'".

A celebração do Natal festeja o amor sem limites de Deus e o mistério da redenção da humanidade que abriu as portas do Céu aos homens. "Cristo nasceu em Belém para dar glória a Deus e trazer paz, alegria e felicidade aos seres humanos. Por essa razão nos enchemos de alegria e esperança mesmo em meio de dificuldades", explicou o Cardeal Urosa. "Precisamente nestes tempos duros, de penúrias, angústia e incerteza, é necessário renovar a vivência de nossa Fé, para acolher e comunicar a paz que Cristo, o Rei pacífico, vem nos comunicar".

A Fé encoraja a busca da paz, a luta pela defesa dos direitos, o trabalho pelo bem comum e fortalece os fiéis para não se deixar levar pela violência, o ódio ou o rancor. As graves necessidades do país impõem com maior urgência a preparação espiritual para o Natal. "Por estas intenções, devemos rezar fervorosamente neste tempo de preparação para a festa de Natal, que deve ser para cada família, para cada um de nós, uma oportunidade para crescer no amor, na esperança, na Fé em Deus vivo e presente na nossa história", declarou o Cardeal.

"Queridos irmãos: o Natal é luz nas trevas. Apesar da escuridão que nos rodeia, celebremos o Natal, cheios da luz de Cristo, reafirmando a nossa Fé no amor de Deus, participando dos atos religiosos, e festejando sobriamente, em família, a vinda do Menino Deus a nossas vidas. Que não falte em nenhum lar o Nascimento, assim seja simples e humilde. Participemos ativamente acudindo a celebração eucarística no dia 25 de dezembro e no dia 1º de janeiro, recebendo os Sacramentos da Reconciliação e da Comunhão, abrindo nossos corações aos pobres, e levando alegria aos nossos semelhantes", exortou. "O Natal é a luminosa e alegre manifestação da imensa bondade de Deus. Recebamos seus dons de amor e salvação com um coração aberto, e sejamos construtores da paz em meio de nossos irmãos". (EPC)

Loading
Em momentos de escuridão é importante celebrar o Natal: Cardeal Urosa Savino

Venezuela - Caracas (Sexta-feira, 15-12-2017, Gaudium Press) O Cardeal Jorge L. Urosa Savino, Arcebispo de Caracas, Venezuela, publicou uma carta pastoral por ocasião do tempo de Advento e a proximidade da celebração do Natal no qual destacou o significado profundo e espiritual do mesmo. O purpurado rejeitou a desesperança daqueles que propõem que o país atravessa dificuldades tão grandes que fazem que não haja nada para comemorar no Natal. "Diante dessa afirmação derrotista nós, os católicos, sentimos que hoje, mais do que em outras ocasiões, nestes tempos obscuros, é necessário celebrar o Natal", indicou. Sua mensagem, datada de 12 de dezembro, será lida em todas as paróquias da Arquidiocese nas Missas do fim de semana de 17 de dezembro.

Em momentos de escuridão é importante celebrar o Natal Cardeal Urosa Savino.jpg

"O Natal, meus queridos irmãos, não é um carnaval, uma festa sem sentido nem causa. É a celebração do amor de Deus manifestado em Nosso Senhor Jesus Cristo, rosto da misericórdia do Pai", recordou o Arcebispo em sua carta, intitulada "Natal: luz nas Trevas". "O Natal é uma festa religiosa. É a festa da manifestação da misericórdia e da bondade de Deus, nosso amoroso Pai celestial, que 'tanto amou o mundo que lhe entregou seu Filho único, para que todo o que creia nEle tenha vida e vida abundante!'".

A celebração do Natal festeja o amor sem limites de Deus e o mistério da redenção da humanidade que abriu as portas do Céu aos homens. "Cristo nasceu em Belém para dar glória a Deus e trazer paz, alegria e felicidade aos seres humanos. Por essa razão nos enchemos de alegria e esperança mesmo em meio de dificuldades", explicou o Cardeal Urosa. "Precisamente nestes tempos duros, de penúrias, angústia e incerteza, é necessário renovar a vivência de nossa Fé, para acolher e comunicar a paz que Cristo, o Rei pacífico, vem nos comunicar".

A Fé encoraja a busca da paz, a luta pela defesa dos direitos, o trabalho pelo bem comum e fortalece os fiéis para não se deixar levar pela violência, o ódio ou o rancor. As graves necessidades do país impõem com maior urgência a preparação espiritual para o Natal. "Por estas intenções, devemos rezar fervorosamente neste tempo de preparação para a festa de Natal, que deve ser para cada família, para cada um de nós, uma oportunidade para crescer no amor, na esperança, na Fé em Deus vivo e presente na nossa história", declarou o Cardeal.

"Queridos irmãos: o Natal é luz nas trevas. Apesar da escuridão que nos rodeia, celebremos o Natal, cheios da luz de Cristo, reafirmando a nossa Fé no amor de Deus, participando dos atos religiosos, e festejando sobriamente, em família, a vinda do Menino Deus a nossas vidas. Que não falte em nenhum lar o Nascimento, assim seja simples e humilde. Participemos ativamente acudindo a celebração eucarística no dia 25 de dezembro e no dia 1º de janeiro, recebendo os Sacramentos da Reconciliação e da Comunhão, abrindo nossos corações aos pobres, e levando alegria aos nossos semelhantes", exortou. "O Natal é a luminosa e alegre manifestação da imensa bondade de Deus. Recebamos seus dons de amor e salvação com um coração aberto, e sejamos construtores da paz em meio de nossos irmãos". (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/91857-Em-momentos-de-escuridao-e-importante-celebrar-o-Natal--Cardeal-Urosa-Savino. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

No próximo domingo, 24 de junho, a Catedral de Turim celebrará a festa do seu Padroeiro, São Joã ...
 
A proximidade dos Salesianos aos iemenitas fez com que a ordem religiosa promova neste sábado, 23, ...
 
Encontrar apoio na própria família é uma grande ajuda para os que dão este passo, e é uma grand ...
 
Conferência Episcopal do Peru comunica abertura de Centro de Auxílio a migrantes venezuelanos. ...
 
Confiança, Anúncio e Fraternidade: três palavras sobre as quais o Papa propôs aos verbitas uma r ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading