Loading
 
 
 
Loading
 
Desenhos que crianças do mundo deram ao Papa fazem parte de exposição em Roma
Loading
 
26 de Dezembro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Itália - Roma (Terça-feira, 26-12-2017, Gaudium Press) "Querido Papa, lhe presenteio com um desenho", assim se intitula a iniciativa do Hospital Pediátrico de Roma "Bambino Gesú", com o apoio da revista 'La Civilità Cattolica', com o objetivo de conscientizar sobre a necessidade de ajudar as crianças doentes e angariar fundos para a hospitalização de crianças que são atendidas pela instituição pediátrica da Santa Sé.

Para tornar a campanha visível, foi inaugurada na Cidade Eterna uma exposição com desenhos que as crianças do mundo entregaram ao Santo Padre, muitos dos quais chegaram ao correio do Vaticano, outros foram entregues durante as audiências gerais das quartas-feiras, outros em suas diversas jornadas apostólicas.

A exposição, composta por 100 desses desenhos, foi inaugurada pelo Cardeal Pietro Parolin, Secretário de Estado Vaticano, que destacou o trabalho que faz no hospital com crianças procedentes de todas as partes do mundo. "Em nossa atividade internacional, a atenção às crianças ocupa uma posição privilegiada", indicou.

Desenhos que crianças do mundo deram ao Papa fazem parte de exposição em Roma.jpg

Sobre a iniciativa, disse que se pretende "sustentar sua ação para ampliar os limites da solidariedade, seja na acolhida de crianças provenientes de diferentes países, seja na difusão da formação e do saber".

Explicou, além disso, que nesta ação e missão a serviço do cuidado dos pequenos que o hospital pediátrico realiza, "precisamos seguir continuamente o caminho da inovação científica e técnica, mantendo sempre ao centro o paciente e a sua família, respeitando plenamente seus direitos e atendendo às suas necessidades".

Referindo-se ao tempo do Advento, o Secretário de Estado da Santa Sé disse que "nos ensina a fecunda perspectiva de combinar espera e esperança. Nos anima a nos preparar sempre para acolher e responder às necessidades dos pequenos doentes e ajudá-los a melhorar".

Não em vão, como recordou o purpurado, o hospital "Bambino Gesú" acolheu nos últimos dois anos uma centena de pacientes, com caráter humanitário, procedentes de 30 países.

Por esta razão, a iniciativa "Querido Papa, eu lhe dou um desenho", busca ser um presente não apenas para o Santo Padre, mas para as crianças de vários países que precisam ser curadas.

"Milhões de crianças ao redor do mundo a cada ano enviam seus desenhos ao Papa Francisco. São desenhos que contam a coragem, a esperança, o amor, outros o medo, outros a dor. São suas histórias. Com sua ajuda podemos reescrevê-las. Ajuda-nos a receber e cuidar das crianças necessitadas. Contribua com o hospital dos 'filhos do mundo'", diz a campanha através de uma mensagem de vídeo transmitida pelas redes sociais.

As instituições ou pessoas que se somem a esta iniciativa, mesmo que com um Euro, como agradecimento receberão uma cópia digital, certificada pela Secretaria de Estado do Vaticano, de um dos desenhos que o Papa recebeu.

"Este desenho é um presente das crianças para o Papa Francisco, e o Santo Padre o devolve como presente, através de seu hospital, às crianças do mundo que necessitam de atenção", diz o certificado.

Enquanto isso, os originais serão entregues como gesto de gratidão para as instituições que se caracterizaram por sua atenção e compromisso com as crianças estrangeiras que necessitam de cuidados. (EPC)

Loading
Desenhos que crianças do mundo deram ao Papa fazem parte de exposição em Roma

Itália - Roma (Terça-feira, 26-12-2017, Gaudium Press) "Querido Papa, lhe presenteio com um desenho", assim se intitula a iniciativa do Hospital Pediátrico de Roma "Bambino Gesú", com o apoio da revista 'La Civilità Cattolica', com o objetivo de conscientizar sobre a necessidade de ajudar as crianças doentes e angariar fundos para a hospitalização de crianças que são atendidas pela instituição pediátrica da Santa Sé.

Para tornar a campanha visível, foi inaugurada na Cidade Eterna uma exposição com desenhos que as crianças do mundo entregaram ao Santo Padre, muitos dos quais chegaram ao correio do Vaticano, outros foram entregues durante as audiências gerais das quartas-feiras, outros em suas diversas jornadas apostólicas.

A exposição, composta por 100 desses desenhos, foi inaugurada pelo Cardeal Pietro Parolin, Secretário de Estado Vaticano, que destacou o trabalho que faz no hospital com crianças procedentes de todas as partes do mundo. "Em nossa atividade internacional, a atenção às crianças ocupa uma posição privilegiada", indicou.

Desenhos que crianças do mundo deram ao Papa fazem parte de exposição em Roma.jpg

Sobre a iniciativa, disse que se pretende "sustentar sua ação para ampliar os limites da solidariedade, seja na acolhida de crianças provenientes de diferentes países, seja na difusão da formação e do saber".

Explicou, além disso, que nesta ação e missão a serviço do cuidado dos pequenos que o hospital pediátrico realiza, "precisamos seguir continuamente o caminho da inovação científica e técnica, mantendo sempre ao centro o paciente e a sua família, respeitando plenamente seus direitos e atendendo às suas necessidades".

Referindo-se ao tempo do Advento, o Secretário de Estado da Santa Sé disse que "nos ensina a fecunda perspectiva de combinar espera e esperança. Nos anima a nos preparar sempre para acolher e responder às necessidades dos pequenos doentes e ajudá-los a melhorar".

Não em vão, como recordou o purpurado, o hospital "Bambino Gesú" acolheu nos últimos dois anos uma centena de pacientes, com caráter humanitário, procedentes de 30 países.

Por esta razão, a iniciativa "Querido Papa, eu lhe dou um desenho", busca ser um presente não apenas para o Santo Padre, mas para as crianças de vários países que precisam ser curadas.

"Milhões de crianças ao redor do mundo a cada ano enviam seus desenhos ao Papa Francisco. São desenhos que contam a coragem, a esperança, o amor, outros o medo, outros a dor. São suas histórias. Com sua ajuda podemos reescrevê-las. Ajuda-nos a receber e cuidar das crianças necessitadas. Contribua com o hospital dos 'filhos do mundo'", diz a campanha através de uma mensagem de vídeo transmitida pelas redes sociais.

As instituições ou pessoas que se somem a esta iniciativa, mesmo que com um Euro, como agradecimento receberão uma cópia digital, certificada pela Secretaria de Estado do Vaticano, de um dos desenhos que o Papa recebeu.

"Este desenho é um presente das crianças para o Papa Francisco, e o Santo Padre o devolve como presente, através de seu hospital, às crianças do mundo que necessitam de atenção", diz o certificado.

Enquanto isso, os originais serão entregues como gesto de gratidão para as instituições que se caracterizaram por sua atenção e compromisso com as crianças estrangeiras que necessitam de cuidados. (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/92037-Desenhos-que-criancas-do-mundo-deram-ao-Papa-fazem-parte-de-exposicao-em-Roma. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O Cardeal Arcebispo de Valência, Antonio Cañizares, afirmou aos poloneses que eles são “exemplo ...
 
As imagens peregrinas são réplicas fiéis da imagem venerada na Capela das Aparições do Santuár ...
 
O sangue do Papa João Paulo II deve chegar à Paróquia Sagrada Família em 26 de novembro próximo ...
 
Os exemplares de 1962 a 1979 do jornal Folha do Norte do Paraná estavam na Catedral Basílica Menor ...
 
Nos próximos dias serão iniciadas as instalações do presépio e da Árvore de Natal na Praça de ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading