Loading
 
 
 
Loading
 
Com notáveis medidas de segurança, fiéis no Paquistão celebraram o Natal em paz
Loading
 
28 de Dezembro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Paquistão - Islamabad (Quinta-feira, 28-12-2017, Gaudium Press) Com uma forte operação de segurança, o governo do Paquistão conseguiu garantir um Natal seguro no país. Os fiéis se reuniram nos templos com a tradicional alegria do nascimento de Jesus Cristo, enquanto eram protegidos por soldados armados, policiais e inclusive franco-atiradores preparados para frustrar qualquer ameaça terrorista.

Com notáveis medidas de segurança, fiéis no Paquistão celebraram o Natal em paz.jpg
As medidas foram tomadas após recente ataque a um local de culto na cidade de Quetta e o compromisso estatal de garantir a segurança se evidenciou também na presença do Chefe das Forças Armadas, o General Qamar Javed Bajwa, em uma celebração cristã no presídio de Rawalpindi. O exército notificou a excepcional visita e a declaração do general, que reconheceu "a contribuição dos cristãos, não apenas na criação do Paquistão, mas também em seu progresso".

As comunidades cristãs receberam saudações por ocasião do Natal por parte do presidente do Paquistão, Mamnoon Hussain e o Primeiro Ministro Shahid Khaqan Abbasi. Essas manifestações de apoio são importantes em um país onde os cristãos representam pouco menos de 2% da população total. Os fiéis ainda são vítimas de atos frequentes de discriminação e marginalização que os afetam em suas vidas e podem chegar a significar um risco para suas vidas como acusações injustas de blasfêmia, um crime punido no país com pena de morte.

A Igreja Católica no Paquistão condenou o atentado de 17 de dezembro em Quetta, que causou a morte de nove fiéis e feriu 44. Em uma declaração da Comissão Nacional de Justiça e Paz da Conferência Episcopal Paquistanesa, os prelados rejeitaram "o ataque covarde e desumano contra a igreja e contra fiéis inocentes" e solicitou "reforçar as medidas de proteção para todos os cidadãos, em particular durante este período de Natal". "A incerteza da vida é inevitável, mas a perda de vidas preciosas dessa maneira prematura está aumentando no Paquistão", denunciaram os Bispos. "Rogamos a Nosso Senhor Jesus Cristo que Ele nos dê, como nação, força, sabedoria, tolerância e paz". (EPC)

Loading
Com notáveis medidas de segurança, fiéis no Paquistão celebraram o Natal em paz

Paquistão - Islamabad (Quinta-feira, 28-12-2017, Gaudium Press) Com uma forte operação de segurança, o governo do Paquistão conseguiu garantir um Natal seguro no país. Os fiéis se reuniram nos templos com a tradicional alegria do nascimento de Jesus Cristo, enquanto eram protegidos por soldados armados, policiais e inclusive franco-atiradores preparados para frustrar qualquer ameaça terrorista.

Com notáveis medidas de segurança, fiéis no Paquistão celebraram o Natal em paz.jpg
As medidas foram tomadas após recente ataque a um local de culto na cidade de Quetta e o compromisso estatal de garantir a segurança se evidenciou também na presença do Chefe das Forças Armadas, o General Qamar Javed Bajwa, em uma celebração cristã no presídio de Rawalpindi. O exército notificou a excepcional visita e a declaração do general, que reconheceu "a contribuição dos cristãos, não apenas na criação do Paquistão, mas também em seu progresso".

As comunidades cristãs receberam saudações por ocasião do Natal por parte do presidente do Paquistão, Mamnoon Hussain e o Primeiro Ministro Shahid Khaqan Abbasi. Essas manifestações de apoio são importantes em um país onde os cristãos representam pouco menos de 2% da população total. Os fiéis ainda são vítimas de atos frequentes de discriminação e marginalização que os afetam em suas vidas e podem chegar a significar um risco para suas vidas como acusações injustas de blasfêmia, um crime punido no país com pena de morte.

A Igreja Católica no Paquistão condenou o atentado de 17 de dezembro em Quetta, que causou a morte de nove fiéis e feriu 44. Em uma declaração da Comissão Nacional de Justiça e Paz da Conferência Episcopal Paquistanesa, os prelados rejeitaram "o ataque covarde e desumano contra a igreja e contra fiéis inocentes" e solicitou "reforçar as medidas de proteção para todos os cidadãos, em particular durante este período de Natal". "A incerteza da vida é inevitável, mas a perda de vidas preciosas dessa maneira prematura está aumentando no Paquistão", denunciaram os Bispos. "Rogamos a Nosso Senhor Jesus Cristo que Ele nos dê, como nação, força, sabedoria, tolerância e paz". (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/92090-Com-notaveis-medidas-de-seguranca--fieis-no-Paquistao-celebraram-o-Natal-em-paz. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Os Bispos da Conferência Episcopal Mexicana (CEM) elegeram nesta terça-feira, 13, seu novo preside ...
 
Pelo menos três igrejas da Arquidiocese de Rosário foram atacadas. ...
 
O Prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos exortou para que os prelados sejam unid ...
 
A cidade patagônica de Punta Arenas promoveu uma procissão Eucarística, para celebrar a data, pro ...
 
A Mensagem dos prelados conclama para que se supere as ameaças à vida. ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading