Loading
 
 
 
Loading
 
Festa de Santos Reis, tempo de celebrar a amizade e a fé
Loading
 
5 de Janeiro de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Redação (Sexta-feira, 05-01-2018, Gaudium Press) Em alguns lugares do mundo, é conhecida como Reisado ou Festa de Santo Reis. No Brasil, por ser uma festividade que também se popularizou em nossas terras, a Folia de Reis possui seu próprio caráter cultural e religioso, levando milhares de fiéis às ruas para louvar, rezar e celebrar os valores da amizade e da fé.

Festa de Santos Reis, tempo de celebrar a amizade e a fé.jpg

A festividade, que ocorre no período de 24 de dezembro a 6 de janeiro (Dia de Reis ou Dia dos Três Reis Magos), procura romper com a rotina e opacidade dos dias, marcando o tempo e o lugar com a cultura do encontro, segundo o bispo auxiliar da Arquidiocese de Porto Alegre (RS), Dom Leomar Antônio Brustolin.

Em um de seus artigos, Dom Brustolin, lembra que o Terno de Reis é um patrimônio imaterial da cultura brasileira, resultado da influência portuguesa e cristã, além de traduzir importantes dimensões que estão no imaginário da fé e da cultura das pessoas.

Em 2017, o Conselho Estadual de Patrimônio de Minas Gerais declarou a Folia de Reis como Patrimônio Imaterial do Estado.

Conforme explica o prelado, após a festa do Natal, o Oriente e o Ocidente cristãos celebram, desde a antiguidade, a Epifania de Cristo. "A palavra epifania tem origem no termo grego ‘epiphaneia', que significa manifestação. É a festa de Cristo, luz do mundo, que se manifesta não apenas aos pastores de Belém, mas a toda humanidade, representada pelos magos".

Ainda segundo Dom Leomar, "com os magos de outrora, é preciso aprender a ler os sinais de nosso tempo, perceber as luzes no caminho, reconhecer a Verdade que se manifesta humilde e generosa e, enfim, oferecer nossos presentes de vida, amor e doação. Afinal, a luz de Cristo continua iluminando os caminhos da humanidade, mas é preciso sair pelas estradas guiados pela estrela da fé".

Vale ressaltar que a origem da Folia de Reis está associada a uma tradição cristã portuguesa e espanhola, que foi trazida para o Brasil muito provavelmente no século XIX.

A Folia de Reis é festejada no catolicismo durante 12 dias, desde 24 de dezembro, com o intuito de celebrar a visita dos três reis magos ao menino Jesus. Já o Dia de Reis é festejado em 6 de janeiro, uma vez que, segundo a Bíblia, foi nesse dia que eles encontraram o Filho de Deus. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações CNBB

Loading
Festa de Santos Reis, tempo de celebrar a amizade e a fé

Redação (Sexta-feira, 05-01-2018, Gaudium Press) Em alguns lugares do mundo, é conhecida como Reisado ou Festa de Santo Reis. No Brasil, por ser uma festividade que também se popularizou em nossas terras, a Folia de Reis possui seu próprio caráter cultural e religioso, levando milhares de fiéis às ruas para louvar, rezar e celebrar os valores da amizade e da fé.

Festa de Santos Reis, tempo de celebrar a amizade e a fé.jpg

A festividade, que ocorre no período de 24 de dezembro a 6 de janeiro (Dia de Reis ou Dia dos Três Reis Magos), procura romper com a rotina e opacidade dos dias, marcando o tempo e o lugar com a cultura do encontro, segundo o bispo auxiliar da Arquidiocese de Porto Alegre (RS), Dom Leomar Antônio Brustolin.

Em um de seus artigos, Dom Brustolin, lembra que o Terno de Reis é um patrimônio imaterial da cultura brasileira, resultado da influência portuguesa e cristã, além de traduzir importantes dimensões que estão no imaginário da fé e da cultura das pessoas.

Em 2017, o Conselho Estadual de Patrimônio de Minas Gerais declarou a Folia de Reis como Patrimônio Imaterial do Estado.

Conforme explica o prelado, após a festa do Natal, o Oriente e o Ocidente cristãos celebram, desde a antiguidade, a Epifania de Cristo. "A palavra epifania tem origem no termo grego ‘epiphaneia', que significa manifestação. É a festa de Cristo, luz do mundo, que se manifesta não apenas aos pastores de Belém, mas a toda humanidade, representada pelos magos".

Ainda segundo Dom Leomar, "com os magos de outrora, é preciso aprender a ler os sinais de nosso tempo, perceber as luzes no caminho, reconhecer a Verdade que se manifesta humilde e generosa e, enfim, oferecer nossos presentes de vida, amor e doação. Afinal, a luz de Cristo continua iluminando os caminhos da humanidade, mas é preciso sair pelas estradas guiados pela estrela da fé".

Vale ressaltar que a origem da Folia de Reis está associada a uma tradição cristã portuguesa e espanhola, que foi trazida para o Brasil muito provavelmente no século XIX.

A Folia de Reis é festejada no catolicismo durante 12 dias, desde 24 de dezembro, com o intuito de celebrar a visita dos três reis magos ao menino Jesus. Já o Dia de Reis é festejado em 6 de janeiro, uma vez que, segundo a Bíblia, foi nesse dia que eles encontraram o Filho de Deus. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações CNBB

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/92247-Festa-de-Santos-Reis--tempo-de-celebrar-a-amizade-e-a-fe. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

As homenagens a Padroeira do Rio Grande do Sul foram inspiradas pelo tema “A jovem chamada Maria, ...
 
Curso vai ser ministrado na Pontifícia Universidade Lateranense, de Roma ...
 
Esta será a segunda visita de um Papa ao Marrocos, nação que acolheu São João Paulo II, em 1985 ...
 
Os escoteiros do Brasil têm atuado em convênios com os comitês locais da JMJ e o comitê interame ...
 
"Que esse lamentável fato em Niterói, no Ano do Leigo, possa nos aproximar mais de Deus", expresso ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading