Loading
 
 
 
Loading
 
Papa recebe Associação Italiana de Professores Católicos
Loading
 
5 de Janeiro de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do Vaticano (Sexta-feira, 05-01-2018, Gaudium Press) Na manhã desta sexta-feira, o Papa Francisco encerrou a serie de audiências do dia recebendo a Associação Italiana dos Professores Católicos.

05-01 Papa recebe Associação Italiana de Professores Católicos.jpg

O encontro foi na Sala Clementina, no Vaticano. Na ocasião o Papa dirigiu ofereceu aos membros da Associação algumas reflexões onde propõe aos participantes três temas: a cultura do encontro, a aliança entre escola e família e a educação ecológica.

Cultura do Encontro

Francisco pediu a promoção da cultura do encontro de forma mais extensa e incisiva, exortando os professores a estimularem nos alunos a abertura ao outro como irmão e irmã.

Para o Papa, o desafio é cooperar para formar jovens abertos e interessados na realidade que os circunda, livres da ideia de que para se impor é preciso ser competitivo e agressivo, especialmente diante de quem é diferente, e citou o fenômeno do bullying:

"Infelizmente, este é o ‘ar' que com frequência as nossas crianças respiram, e o remédio é fazer de modo que possam respirar um ar diferente, mais saudável, mais humano. Para este fim, é muito importante a aliança com os pais."

Cumplicidade Solidária

Francisco declarou-se convicto de que houve um rompimento do pacto educativo entre escola, família e Estado.
Antigamente, afirmou, havia um fortalecimento recíproco entre os estímulos dados pelos professores e aqueles oferecidos pelos pais. Mas a partir do momento que esta sinergia não acontece mais de modo "natural", é preciso favorecê-la com planejamento, inclusive com a contribuição de especialistas em campo pedagógico.

Todavia, antes disso, o Papa defendeu uma nova "cumplicidade" entre professores e pais, não como antagonistas, mas cúmplices na tarefa da educação - o que definiu como "cumplicidade solidária".

Educação ecologia

Na terceira parte de suas reflexões Francisco destacou a educação ecológica que, segundo ele, não se trata somente de dar algumas noções, mas de educar a um estilo de vida baseado numa atitude de proteção do que o Papa chama de "casa comum":

" Um estilo de vida que não seja esquizofrênico, que, por exemplo, cuide dos animais em extinção, mas ignore os problemas dos idosos; ou defenda a floresta amazônica, mas esqueça dos direitos dos trabalhadores a um salário justo, e assim por diante. Isso é esquizofrenia. Não. A ecologia para a qual educar deve ser integral. "

Conclusão

O Papa concluiu encorajando os professores da Associação em seus trabalhos e os exortou:

"Não tenham medo das diferenças e também dos conflitos que normalmente existem nas associações laicais; não os escondam, mas os enfrentem com estilo evangélico, na busca do
verdadeiro bem da associação".

(JSG)

(Da Redação Gaudium Press, com informações VaticanNews)

 

Loading
Papa recebe Associação Italiana de Professores Católicos

Cidade do Vaticano (Sexta-feira, 05-01-2018, Gaudium Press) Na manhã desta sexta-feira, o Papa Francisco encerrou a serie de audiências do dia recebendo a Associação Italiana dos Professores Católicos.

05-01 Papa recebe Associação Italiana de Professores Católicos.jpg

O encontro foi na Sala Clementina, no Vaticano. Na ocasião o Papa dirigiu ofereceu aos membros da Associação algumas reflexões onde propõe aos participantes três temas: a cultura do encontro, a aliança entre escola e família e a educação ecológica.

Cultura do Encontro

Francisco pediu a promoção da cultura do encontro de forma mais extensa e incisiva, exortando os professores a estimularem nos alunos a abertura ao outro como irmão e irmã.

Para o Papa, o desafio é cooperar para formar jovens abertos e interessados na realidade que os circunda, livres da ideia de que para se impor é preciso ser competitivo e agressivo, especialmente diante de quem é diferente, e citou o fenômeno do bullying:

"Infelizmente, este é o ‘ar' que com frequência as nossas crianças respiram, e o remédio é fazer de modo que possam respirar um ar diferente, mais saudável, mais humano. Para este fim, é muito importante a aliança com os pais."

Cumplicidade Solidária

Francisco declarou-se convicto de que houve um rompimento do pacto educativo entre escola, família e Estado.
Antigamente, afirmou, havia um fortalecimento recíproco entre os estímulos dados pelos professores e aqueles oferecidos pelos pais. Mas a partir do momento que esta sinergia não acontece mais de modo "natural", é preciso favorecê-la com planejamento, inclusive com a contribuição de especialistas em campo pedagógico.

Todavia, antes disso, o Papa defendeu uma nova "cumplicidade" entre professores e pais, não como antagonistas, mas cúmplices na tarefa da educação - o que definiu como "cumplicidade solidária".

Educação ecologia

Na terceira parte de suas reflexões Francisco destacou a educação ecológica que, segundo ele, não se trata somente de dar algumas noções, mas de educar a um estilo de vida baseado numa atitude de proteção do que o Papa chama de "casa comum":

" Um estilo de vida que não seja esquizofrênico, que, por exemplo, cuide dos animais em extinção, mas ignore os problemas dos idosos; ou defenda a floresta amazônica, mas esqueça dos direitos dos trabalhadores a um salário justo, e assim por diante. Isso é esquizofrenia. Não. A ecologia para a qual educar deve ser integral. "

Conclusão

O Papa concluiu encorajando os professores da Associação em seus trabalhos e os exortou:

"Não tenham medo das diferenças e também dos conflitos que normalmente existem nas associações laicais; não os escondam, mas os enfrentem com estilo evangélico, na busca do
verdadeiro bem da associação".

(JSG)

(Da Redação Gaudium Press, com informações VaticanNews)

 

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/92260-Papa-recebe-Associacao-Italiana-de-Professores-Catolicos. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

A mostra é uma verdadeira viagem na descoberta de como a Bíblia é um texto em movimento, centrado ...
 
O anúncio foi realizado durante Missa presidida pelo Núncio Apostólico no Uruguai, Dom Martin Kre ...
 
"Nós confiamos: Deus tem um plano para Emma". Estaremos juntos na eternidade. ...
 
Ricardo Henry Marques Dip é desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo desde janeiro de 20 ...
 
O evento desembarca em solo tocantinense pela segunda vez inspirado no tema “Uma jovem chamada Mar ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading