Loading
 
 
 
Loading
 
“O tempo de oração nunca é tempo perdido”, diz Prefeito da Congregação para o Clero
Loading
 
8 de Janeiro de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Itália - Roma (Segunda-feira, 08-01-2018, Gaudium Press) O Prefeito da Congregação para o Clero, Cardeal Beniamino Stella, dedicou uma homilia na abertura do Congresso sobre o Ministério Sacerdotal no Pontifício Seminário Francês de Roma ao tema da oração como uma das grandes necessidades daqueles que são treinados para o ministério sacerdotal. O purpurado indicou que os discípulos devem cultivar uma relação pessoal com Cristo: "É necessário uma hora por dia, um tempo para o Senhor, deixar-se encontrar por Ele e crescer em Sua amizade".

O tempo de oração nunca é tempo perdido, afirma Prefeito da Congregação para o Clero.jpg

"O tempo que dedicamos ao Senhor em oração, em meditação e em um encontro pessoal nunca é tempo perdido", afirmou o Cardeal, segundo reportou 'L'Osservatore Romano'. Este cultivo da espiritualidade é um dever essencial para os sacerdotes que podem se tornar "bons administradores, ter títulos importantes, ter as qualidades de um administrador ou ser refinados liturgistas e especialistas em ritos sagrados, mas sem Jesus, não existe o verdadeiro sacerdócio".

O Cardeal Stella recordou aos seminaristas que devem velar, para que não sejam surpreendidos no meio da noite, alimentando com intensidade a relação com Jesus Cristo "para serem seus verdadeiros discípulos". O Prefeito recordou que a oração nunca é uma perda de tempo. "Pelo contrário, quanto mais generosos estamos com o tempo oferecido a Deus, mais poderemos ver os irmãos com o coração de um pastor e como instrumentos preciosos da ternura do Pai".

"Contemplar o rosto de Deus, escutar sua Palavra, compartilhar uma amizade pessoal e cotidiana com Ele, se converte em força para a missão evangelizadora, para ir encontrar os irmãos e conduzi-los também a descobrir a consoladora alegria do Evangelho", expressou. O purpurado concluiu sua reflexão com um convite aos presentes para se perguntarem se o que buscam é a busca do próprio interesse ou "ao Senhor para permitir-me ser capturado por sua palavra e pela beleza de seu amor e assim poder proclamá-lo aos irmãos". (EPC)

Loading
“O tempo de oração nunca é tempo perdido”, diz Prefeito da Congregação para o Clero

Itália - Roma (Segunda-feira, 08-01-2018, Gaudium Press) O Prefeito da Congregação para o Clero, Cardeal Beniamino Stella, dedicou uma homilia na abertura do Congresso sobre o Ministério Sacerdotal no Pontifício Seminário Francês de Roma ao tema da oração como uma das grandes necessidades daqueles que são treinados para o ministério sacerdotal. O purpurado indicou que os discípulos devem cultivar uma relação pessoal com Cristo: "É necessário uma hora por dia, um tempo para o Senhor, deixar-se encontrar por Ele e crescer em Sua amizade".

O tempo de oração nunca é tempo perdido, afirma Prefeito da Congregação para o Clero.jpg

"O tempo que dedicamos ao Senhor em oração, em meditação e em um encontro pessoal nunca é tempo perdido", afirmou o Cardeal, segundo reportou 'L'Osservatore Romano'. Este cultivo da espiritualidade é um dever essencial para os sacerdotes que podem se tornar "bons administradores, ter títulos importantes, ter as qualidades de um administrador ou ser refinados liturgistas e especialistas em ritos sagrados, mas sem Jesus, não existe o verdadeiro sacerdócio".

O Cardeal Stella recordou aos seminaristas que devem velar, para que não sejam surpreendidos no meio da noite, alimentando com intensidade a relação com Jesus Cristo "para serem seus verdadeiros discípulos". O Prefeito recordou que a oração nunca é uma perda de tempo. "Pelo contrário, quanto mais generosos estamos com o tempo oferecido a Deus, mais poderemos ver os irmãos com o coração de um pastor e como instrumentos preciosos da ternura do Pai".

"Contemplar o rosto de Deus, escutar sua Palavra, compartilhar uma amizade pessoal e cotidiana com Ele, se converte em força para a missão evangelizadora, para ir encontrar os irmãos e conduzi-los também a descobrir a consoladora alegria do Evangelho", expressou. O purpurado concluiu sua reflexão com um convite aos presentes para se perguntarem se o que buscam é a busca do próprio interesse ou "ao Senhor para permitir-me ser capturado por sua palavra e pela beleza de seu amor e assim poder proclamá-lo aos irmãos". (EPC)


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

A iniciativa de oração pretende unir milhares de pessoas ao redor do mundo para rezar pela paz, re ...
 
A notícia foi conhecida por meio de um edito assinado pelo Cardeal Angelo de Donatis. ...
 
Para Dom Orani Tempesta, a fortaleza para superar as várias dificuldades e situações foi uma das ...
 
Segundo o bispo de Imperatriz (MA), a Jornada nos ensina que a Igreja precisa aprender a trabalhar a ...
 
A prefeita de Roma, Virginia Raggi, assegurou que as moedas coletadas em outras fontes da capital it ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading