Loading
 
 
 
Loading
 
Arcebispo de Teresina celebra 46 anos de ordenação presbiteral
Loading
 
17 de Janeiro de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Teresina - Piauí (Quarta-feira, 17-01-2018, Gaudium Press) A Catedral Nossa Senhora das Dores, em Teresina, celebrou na noite da última segunda-feira, 15 de janeiro, a missa em ação de graças pelos 46 anos de ordenação presbiteral do Arcebispo Dom Jacinto Brito. Na ocasião, houve a presença de membros do clero arquidiocesano, familiares e demais fiéis católicos.

Arcebispo de Teresina celebra 46 anos de ordenação presbiteral.jpg

Ordenado sacerdote em 15 de janeiro de 1972, em Bacabal, no Maranhão, Dom Jacinto realizou diversas atividades em sua caminhada sacerdotal. Além de ter sido membro do Conselho Pastoral Diocesano, integrou a Comissão Nacional do Clero e foi Vigário Geral da Diocese e Reitor do Seminário Interdiocesano de Santo Antônio, em São Luís.

Na Arquidiocese de Teresina, Dom Jacinto sucedeu a Dom Sérgio da Rocha, hoje Arcebispo de Brasília e presidente da CNBB, tornando-se o sétimo Arcebispo Metropolitano da capital piauiense.

A homilia da cerimônia na Catedral teve a condução do Padre Genival Lima da Silva, que é de Tocantins e foi seminarista no Seminário Interdiocesano de Santo Antônio quando, na época, Dom Jacinto era reitor. Em suas palavras, o sacerdote evidenciou a importância do sim de nosso pastor para a Igreja.

"Louvado seja Deus por esse dom precioso e que nos motiva a estarmos reunidos para agradecer e bendizer. O amor deste Pastor eterno é que queremos com Dom Jacinto reafirmar pois nós participamos do mesmo e único sacerdócio. Somos embaixadores dessa graça para edificação do Reino de Deus", afirmou.

Ao final de sua reflexão, o Padre Genival invocou: "Que Jesus seja a força necessária para esse irmão e amigo que é o dom de Deus para a Igreja de Teresina".

Por sua vez, o Padre Tony Batista, Vigário Geral da Arquidiocese de Teresina, também agradeceu por poder celebrar o momento e citou o que disse São Pedro ao chegar ao Monte Tabor (Montanha onde Jesus se transfigurou).

"Permita-me Arcebispo tomar uma das estradas de Israel e chegar ao monte Tabor. Creio que aquele lugar fala muito ao seu coração. Pedro disse ‘é bom estarmos aqui'. E isso é o que eu gostaria de dizer ao Senhor: É bom estarmos aqui no presbitério de nossa Igreja mãe. É bom agradecer a Deus pelo seu zelo, competência, dedicação e pela sua forma de servir e de amar".

No final, o arcebispo agradeceu a comunidade presente na cerimônia. "Deus, comemorando mais um ano e celebrando com alegria o ministério da fé em honra do Vosso Nome para que minha vida possa exprimir o que realizei em Vosso altar. É muito bom quando depois de 46 anos se pode entrar na Igreja como hoje entrava ladeado por queridos irmãos, padres, diáconos, ministros, leigos e leigas. A juventude biologia já passou, tenho 70 anos, mas a juventude do sacerdócio está intacta, graças Deus!", declarou.

Continuando a demonstrar gratidão pela celebração, Dom Jacinto, que já presidiu 20.669 missas, reforçou a principal missão de um padre e ratificou o seu "sim". "Esse ato que é sempre o ato mais importante da nossa fé é também o ato principal do padre. A principal função do padre é presidir a Eucaristia. Deus na sua bondade me confiou esta Igreja tão bela pelo laicato, pelo clero. Isso nos dá uma alegria imensa e renova o desejo de ser pastor e de se doar quando se ver tanta gente engajada", concluiu. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações Arquidiocese de Teresina

Loading
Arcebispo de Teresina celebra 46 anos de ordenação presbiteral

Teresina - Piauí (Quarta-feira, 17-01-2018, Gaudium Press) A Catedral Nossa Senhora das Dores, em Teresina, celebrou na noite da última segunda-feira, 15 de janeiro, a missa em ação de graças pelos 46 anos de ordenação presbiteral do Arcebispo Dom Jacinto Brito. Na ocasião, houve a presença de membros do clero arquidiocesano, familiares e demais fiéis católicos.

Arcebispo de Teresina celebra 46 anos de ordenação presbiteral.jpg

Ordenado sacerdote em 15 de janeiro de 1972, em Bacabal, no Maranhão, Dom Jacinto realizou diversas atividades em sua caminhada sacerdotal. Além de ter sido membro do Conselho Pastoral Diocesano, integrou a Comissão Nacional do Clero e foi Vigário Geral da Diocese e Reitor do Seminário Interdiocesano de Santo Antônio, em São Luís.

Na Arquidiocese de Teresina, Dom Jacinto sucedeu a Dom Sérgio da Rocha, hoje Arcebispo de Brasília e presidente da CNBB, tornando-se o sétimo Arcebispo Metropolitano da capital piauiense.

A homilia da cerimônia na Catedral teve a condução do Padre Genival Lima da Silva, que é de Tocantins e foi seminarista no Seminário Interdiocesano de Santo Antônio quando, na época, Dom Jacinto era reitor. Em suas palavras, o sacerdote evidenciou a importância do sim de nosso pastor para a Igreja.

"Louvado seja Deus por esse dom precioso e que nos motiva a estarmos reunidos para agradecer e bendizer. O amor deste Pastor eterno é que queremos com Dom Jacinto reafirmar pois nós participamos do mesmo e único sacerdócio. Somos embaixadores dessa graça para edificação do Reino de Deus", afirmou.

Ao final de sua reflexão, o Padre Genival invocou: "Que Jesus seja a força necessária para esse irmão e amigo que é o dom de Deus para a Igreja de Teresina".

Por sua vez, o Padre Tony Batista, Vigário Geral da Arquidiocese de Teresina, também agradeceu por poder celebrar o momento e citou o que disse São Pedro ao chegar ao Monte Tabor (Montanha onde Jesus se transfigurou).

"Permita-me Arcebispo tomar uma das estradas de Israel e chegar ao monte Tabor. Creio que aquele lugar fala muito ao seu coração. Pedro disse ‘é bom estarmos aqui'. E isso é o que eu gostaria de dizer ao Senhor: É bom estarmos aqui no presbitério de nossa Igreja mãe. É bom agradecer a Deus pelo seu zelo, competência, dedicação e pela sua forma de servir e de amar".

No final, o arcebispo agradeceu a comunidade presente na cerimônia. "Deus, comemorando mais um ano e celebrando com alegria o ministério da fé em honra do Vosso Nome para que minha vida possa exprimir o que realizei em Vosso altar. É muito bom quando depois de 46 anos se pode entrar na Igreja como hoje entrava ladeado por queridos irmãos, padres, diáconos, ministros, leigos e leigas. A juventude biologia já passou, tenho 70 anos, mas a juventude do sacerdócio está intacta, graças Deus!", declarou.

Continuando a demonstrar gratidão pela celebração, Dom Jacinto, que já presidiu 20.669 missas, reforçou a principal missão de um padre e ratificou o seu "sim". "Esse ato que é sempre o ato mais importante da nossa fé é também o ato principal do padre. A principal função do padre é presidir a Eucaristia. Deus na sua bondade me confiou esta Igreja tão bela pelo laicato, pelo clero. Isso nos dá uma alegria imensa e renova o desejo de ser pastor e de se doar quando se ver tanta gente engajada", concluiu. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações Arquidiocese de Teresina

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/92485-Arcebispo-de-Teresina-celebra-46-anos-de-ordenacao-presbiteral. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O corpo de Cristo fortalece tua alma, fortalece tua Fé, teu amor, tua esperança, tua fortaleza par ...
 
No Circo Máximo, em Roma, 70 mil jovens estiveram com o Papa e ele respondeu perguntas ...
 
Há 15 Igrejas Particulares vacantes, em um universo de 277 circunscrições eclesiásticas. ...
 
A cerimônia contou com a presença de oito mil fiéis da família mercedária provenientes de todo ...
 
O estudo da Arte Sacra nos ajuda a compreender como funciona a arte dentro do espaço religioso. ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading